Atividade antimicrobiana do óleo-resina de copaíba natural/comercial contra cepas padrão/ Antimicrobial activity of natural/commercial copaiba oil-resin against standard strains/ Actividad antimicrobiana de aceite-resina de copaiba natural/comercial...

Autores

  • Nayara Cristine Marchioro Pereira Centro Universitário Cândido Rondon
  • Alessandra Gomes Mariscal Centro Universitário Cândido Rondon
  • Keren Lorrayne Pinheiro de Carvalho Nepoceno Centro Universitário Cândido Rondon
  • Valéria Cristina Coelho Rafael Silva Centro Universitário Cândido Rondon
  • Haret Matias Fernandes Centro Universitário Cândido Rondon
  • Viviane Karolina Vivi Centro Universitário Cândido Rondon

DOI:

https://doi.org/10.30681/25261010

Palavras-chave:

Óleo de copaíba, Pseudomonas aeruginosa, Escherichia coli, Staphylococcus aureus

Resumo

Objetivo: comparar laboratorialmente a atividade antimicrobiana de amostras do óleo-resina de copaíba (Copaifera sp.) natural e comercial sobre as bactérias Pseudomonas aeruginosa ATCC 9027, Escherichia coli ATCC 25922 e Staphylococcus aureus ATCC 25923. Método: Trata-se de um estudo transversal descritivo ao qual utilizou-se a técnica de cilindro em placa além da determinação da concentração inibitória mínima do óleo em ágar Mueller-Hinton. Para o controle positivo foi utilizado solução de Hidróxido de Sódio e para o controle negativo, solução fisiológica de Cloreto de Sódio. Resultados: o óleo de copaíba natural e comercial apresentou potencial de inibição do crescimento bacteriano satisfatório sobre as cepas Staphylococcus aureus ATCC 25923 e Escherichia coli ATCC 25922, sendo a bactéria Pseudomonas aeruginosa ATCC 9027 resistente ao óleo na concentração de 150µL da solução. A atividade antimicrobiana variou de acordo com os óleos e os patógenos estudados; nas concentrações de 100% até 3,1% houve inibição da cepa Escherichia coli ATCC 25922 e de 100% a 25% da cepa Staphylococcus aureus ATCC 25923, em ambos os óleos de copaíba. Conclusão: o óleo de copaíba natural e comercial possuem diferenças mínimas no potencial de inibição para os específicos patógenos. No entanto, Escherichia coli ATCC 25922 foi mais sensível que Staphylococcus aureus ATCC 25923, tanto no óleo-resina natural quanto comercial.

Referências

Souza ES, Belei RA, Carrilho CMDM, Matsuo T, Yamada-Ogatta SF, Andradre G, et al. Mortality and risks related to healthcare-associated infection. Texto contexto - enferm. 2015; 24(1):220-8.

Dafre S, Miranda A, Miranda MTM, Bulet P, Junior PIS, Machado A, et al. Peptídeos antibióticos. Biotecnol Ciênc Desenv. 2001; 23:48-56.

Nascimento GGF, Locatelli J, Freitas PC, Silva GL. Antibacterial activity of plant extracts and phytochemicals on antibiotic-resistant bacteria. Braz J Microbiol. 2000; 31(4):247-56.

Ferreira FS, Santos SC, Barros TF, Rossi-Alva JC, Fernandez LG. Atividade antibacteriana in vitro de extratos de Rhizophora mangle L. Rev bras plantas med. 2011; 13(3):305-10.

Pontes AB, Correia DZ, Coutinho MS, Mothé CG. Emulsão dermatológica à base de copaíba. Rev Analytica. 2003; 7(7): 36-42.

Pieri FA, Mussi MC, Moreira MAS. Óleo de copaíba (Copaifera sp.): histórico, extração, aplicações industriais e propriedades medicinais. Rev bras plantas med. 2009; 11(4):465-72.

Veiga JVF, Andrade JMA, Ferraz IDK, Christo HB, Pinto AC. Constituintes das sementes de Copaifera officinalis L. Acta Amaz. 2007; 37(1):123-6.

Maciel MAM, Pinto AC, Junior VFV. Plantas medicinais: a necessidade de estudos multidisciplinares. Quím Nova. 2002; 25(3):429-38.

Mendonça DE, Onofre SB. Antimicrobial activity of the oil-resin produced by copaiba Copaifera multijuga Hayne (Leguminosae). Rev Bras Farmacogn. 2009; 19(2B):577-81.

Rigamonte-Azevedo OC, Wadt PGS, Wadt LHO. Copaíba: ecologia e produção de óleo-resina. Rio Branco: Embrapa Acre; 2004.

Garcia RF, Yamaguchi MH. Óleo de copaíba e suas propriedades medicinais: revisão bibliográfica. Rev Saúde Pesq. 2012; 5(1):137-46.

Deus RJA, Alves CN, Arruda MSP. Avaliação do efeito antifúngico do óleo resina e do óleo essencial de copaíba (Copaifera multijuga Hayne). Rev Bras Plantas Med. 2011;13(1):1-7.

Simões CACG. Rio de Janeiro: Instituto Nacional de Propriedade Industrial. BR nº PI0404266-2. 2004.

Farmacopeia brasileira. 4 ed. São Paulo: Ind. Gráfica Siqueira, 1988, p.1-17. Disponível em:http://www.anvisa.gov.br/hotsite/cd_farmacopeia/pdf/volume1.pdf.

Vandepitte J et al. Procedimentos laboratoriais em bacteriologia clínica. Livraria Santos, 1994. [Acesso em 2015 jan 8] Disponível em: http://migre.me/wiWAr.

Bertini LM, Pereira AF, Oliveira CLL, Menezes EA, Morais SM, Cunha FA, et al. Perfil de sensibilidade de bactérias frente a óleos essenciais de algumas plantas do nordeste do Brasil Infarm. 2005; 17(3-4):80-83.

Koyama S, Yamaguchi Y, Tanaka S, Motoyoshiya J. A new substance (Yoshixol) with an interesting antibiotic mechanism from wood oil of Japanese traditional tree (Kiso-Hinoki), Chamaecyparis obtusa. Gen Pharmacol. 1997; 28(5):797-804.

Oliveira ECP, Lameira OA, Zoghbi MGB. Identificação da época de coleta do óleo-resina de copaíba (Copaifera spp.) no município de Moju, PA. Rev Bras Plantas Med. 2006; 8(3):14-23.

Mendonça DE, Onofre SB. Atividade antimicrobiana do óleo-resina produzido pela copaiba - Copaifera multijuga Hayne (Leguminosae). Rev bras farmacogn. 2009; 19(2b):577-81.

Biavatti MW, Dossin D, Deschamps FC, Lima MDP. Análise de óleos-resinas de copaíba: contribuição para o seu controle de qualidade. Rev Bras Farmacogn. 2006; 16(2):230-5.

Vasconcelos KRF, Veiga Junior VF, Rocha WC, Bandeira MFCL. Avaliação in vitro da atividade antibacteriana de um cimento odontológico à base de óleo-resina de Copaifera multijuga Hayne. Rev Bras Farmacogn. 2008; 18(Suppl):733-8.

Masson DS, Salvador SL, Polizello ACM, Frade MAC. Antimicrobial activity of copaíba (Copaifera langsdorffii) oleoresin on bacteria of clinical significance in cutaneous wounds. Rev Bras Plantas Med. 2013; 15(4):664-9.

Downloads

Publicado

20/12/2018

Como Citar

Marchioro Pereira, N. C., Mariscal, A. G., Pinheiro de Carvalho Nepoceno, K. L., Coelho Rafael Silva, V. C., Fernandes, H. M., & Vivi, V. K. (2018). Atividade antimicrobiana do óleo-resina de copaíba natural/comercial contra cepas padrão/ Antimicrobial activity of natural/commercial copaiba oil-resin against standard strains/ Actividad antimicrobiana de aceite-resina de copaiba natural/comercial. Journal Health NPEPS, 3(2), 527–539. https://doi.org/10.30681/25261010

Edição

Seção

Artigo Original/ Original Article/ Artículo Originale

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)