A EMOÇÃO DAS CORES NO LIVRO INFANTIL, A MENINA CAPU E AS TINTAS MÁGICAS, DE MARTA COCCO

Autores

  • Andressa Evellyn de Freitas Universidade do Estado de Mato Grosso. Curso de Letras, Sinop/MT.
  • Rosana Rodrigues da Silva Universidade do Estado de Mato Grosso. Curso de Letras e Mestrado em Letras, Sinop/MT.

DOI:

https://doi.org/10.30681/moinhos.v1i10.6496

Palavras-chave:

Psicologia das cores, Ilustração, Literatura infantil

Resumo

Um dos recursos mais utilizados e indispensáveis em ilustrações de livros infantis é o uso das cores. A leitura da cor permite inferir diferentes significados simbólicos que enriquece o conteúdo da obra. A cor pode expressar emoções, bem como provocar diversas sensações no leitor. Uma cor e seus diferentes tons podem influenciar ou reforçar determinadas compreensões, principalmente para as crianças que ficam encantadas com o colorido dos livros infantis. Diante disso, este artigo analisa a coerência intersemiótica entre narrativa e ilustração em três ilustrações da obra A menina Capu e as tintas mágicas (2021), livro que nasceu da seleção das telas já existentes da artista plástica Capucine Picicaroli, falecida em 2018. O estudo de algumas ilustrações nessa obra tem como base a psicologia das cores, pesquisa desenvolvida por Eva Heller (2012), que mostra como as cores afetam a emoção e a razão. A relação do texto literário, de Marta Cocco, com as telas da pintora Capucine Picicaroli, resultou em uma obra artística coesa em que, a cada ilustração, foi possível reconhecer a coerência intersemiótica. As duas linguagens, dessa forma relacionadas, singularizam a leitura e permitem que possamos ler e interpretar não somente o texto escrito, mas apreciar e compreender o colorido das ilustrações. Nessa perspectiva, os leitores são sensibilizados a entender a história de vida da artista por meio de sua própria arte. A partir da seleção de telas da artista Capucine, a escritora Marta Cocco pode dar novos sentidos às imagens plásticas, partindo, portanto, da imagem para o texto verbal, dialogando com as cores de predominância quentes e seus acordes cromáticos que reportam o leitor para um universo mágico, em que o sonho da artista se faz presente, compartilhado pelo texto literário da autora.

Referências

ALMEIDA, Luara Teixeira de. A linguagem cromática nos livros ilustrados: a cor como potência poética do narrar. 2020. 96 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Letras, Programa de Pós-Graduação de Estudos em Literatura e Crítica Literária, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2020.

CAMARGO, Luís. Ilustração do Livro Infantil. 2. ed. Belo Horizonte: Ed. Lê, 1998.

CAMARGO, Luís. Poesia infantil e ilustração. Estudo sobre Ou isto ou aquilo de Cecília Meireles. Revista Sínteses, vol. 04, p. 63-69. 1999. Disponível em: http://revistas.iel.unicamp.br/index.php/sinteses/article/viewFile/6117/6834. Acesso em 6 de fevereiro de 2021.

CAMELO, Marco Antônio da Costa. A ilustração no texto literário infantojuvenil. Sentidos da Cultura, Belém, n. 2, p. 100-112, jan. 2015.

COCCO, Marta. As coisas cansadas das mesmas coisas. Ilustração de Queila Miranda. Tangará da Serra: Gesto, 2020.

COCCO, Marta. A menina Capu e as tintas mágicas. 1ª ed. Cuiabá: Ed. da autora, 2021.

FARINA, Modesto et al. Psicodinâmica das cores em comunicação. São Paulo, Edgar Blecher: 2006.

HELLER, Eva. A psicologia das cores: como as cores afetam a emoção e a razão. São Paulo: Gustavo Gili, 2013.

LAJOLO, Marisa; ZILBERMAN, Regina. Literatura infantil brasileira – história e histórias. São Paulo: Ática, 2007.

MAYOR, Gabriela Sotto. A semântica da cor e suas implicações simbólicas face às ilustrações dos livros premiados pelo prémio nacional de ilustração (2000-2009): a voz das crianças. In: AZEVEDO, Fernando et al. Estudos da Criança. Diversidade de olhares. Braga: Instituto de Educação, 2018. p. 25-48.

MEIRELES, Cecília. Problemas da literatura infantil. 2ª ed. São Paulo: Summus, 1979. (Coleção Novas Buscas em Educação; Vol. 3).

PEDROSA, Israel. O universo da cor. Rio de Janeiro: Senac Nacional, 2008.

RAMOS, Flávia Brocchetto; PANOZZO, Neiva Senaide Petry. Entre a ilustração e a palavra: buscando pontos de ancoragem. Espéculo: Revista de Estudios Literarios, Madrid, n. 26, mar. 2004.

SOUZA, Paula Isabelle Teixeira de. A cor e sua aplicação prática: da teoria da cor, criação de paletas e seu uso em ilustração. 2014. 57 f. TCC (Graduação) - Curso de Comunicação Social – Habilitação Publicidade e Propaganda, Instituto de Arte e Comunicação Social, Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2014.

Downloads

Publicado

2022-08-18

Como Citar

de Freitas, A. E., & Rodrigues da Silva, R. . (2022). A EMOÇÃO DAS CORES NO LIVRO INFANTIL, A MENINA CAPU E AS TINTAS MÁGICAS, DE MARTA COCCO. Revista Moinhos, 1(11). https://doi.org/10.30681/moinhos.v1i10.6496

Edição

Seção

Artigos