Mapa Estratégico: uma análise comparativa entre o âmbito ideal e o real

Autores

  • Melani Luisa Favetti UNEMAT
  • Claiton Pazzini Goulart UNEMAT
  • Bruna Socreppa UNEMAT

Palavras-chave:

Gestão Estratégica. Análise Comparativa. Balanced Scorecard. Mapa Estratégico.

Resumo

Inseridas em ambientes altamente competitivos, as empresas buscam constantemente por planos e ações estratégicas que tragam resultados positivos, financeiros e não-financeiros. Sendo assim, o Balanced Scorecard (BSC) se destaca por ser um sistema de gestão voltado à estratégia organizacional, sendo capaz de desenvolver objetivos dentro de quatro perspectivas, as quais são fundamentais para a boa atuação da empresa. Estes objetivos são acompanhados por indicadores que medem o desempenho das estratégias traçadas pela organização. O presente artigo aborda conceitos relacionados ao processo estratégico, Balanced Scorecard e mapa estratégico (o qual é a representação gráfica do BSC). O foco deste estudo foi identificar quais as simetrias e assimetrias existentes entre um mapa estratégico ideal e as práticas operacionais de uma empresa do ramo de pneus, situada na cidade de Alta Floresta – MT, com ênfase nas perspectivas de clientes e dos processos internos. Para obter informações a fim de criar um mapa com objetivos e indicadores que fossem condizentes com a realidade da empresa objeto, e posteriormente houvesse condições de compará-lo com as práticas operacionais da mesma, a coleta de dados ocorreu por meio de entrevistas com o gestor e aplicação de questionários junto a clientes e colaboradores. Como resultado desta análise comparativa constatou-se onze simetrias, oito assimetrias e uma simetria parcial entre o mapa ideal e as práticas operacionais da organização.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Melani Luisa Favetti, UNEMAT
    Graduada em Ciências Contábeis
  • Claiton Pazzini Goulart, UNEMAT
    Doutorando em sociologia
  • Bruna Socreppa, UNEMAT
    Mestranda em Ciências Contábeis

Referências

ANSOFF, H.I.; McDONNELL, E.J. Implantando a administração estratégica. São Paulo: Editora Atlas, 1993.

BASTOS, Lilia da Rocha. Manual para a elaboração de projetos e relatórios de pesquisas, teses, dissertações e monografias / Lyra Paixão, Lucia Monteiro Fernandes e Neise Deluiz. Rio de Janeiro: LTC – Livros técnicos e científicos editora S.A, 6 ed., 2003.

CERTO, Samuel C., PETER, J. Paul. Administração Estratégica: Planejamento e implantação da estratégia. São Paulo: Makron Books, 1993.

________. Administração estratégica: planejamento e implantação da estratégia. 3. ed. São Paulo: Pearson, 2010.

COSTA, A. P. P. Balanced Scorecard – conceitos e guia de implementação. São Paulo: Atlas, 2006.

GIL, Antonio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Atlas, 1994.

________. Como Elaborar Projetos de Pesquisa. São Paulo: Atlas, 2002.

________. Como Elaborar Projetos de Pesquisa. 7. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

KAPLAN, Robert S.; NORTON, David P. A estratégia em ação: Balanced Scorecard. 23. ed. Rio de Janeiro; Campus, 1997.

________. Organização Orientada para a Estratégia. Rio de Janeiro: Campus, 2000.

________. David P. Kaplan e Norton na prática. 7. ed. Rio de Janeiro: Ed. Elsevier, 2004.

KOTLER, Philip. Administração de marketing: análise, planejamento, implementação e controle. 2. ed. São Paulo: Editora Atlas, 1992.

LUNKES, Rogério João. Contabilidade Gerencial: um enfoque na tomada de decisão. 1. ed. Florianópolis: Visualbooks, 2007.

MARCONI, M. de A. LAKATOS, E. M. Metodologia Científica. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2011.

________. Metodologia Científica. São Paulo: Atlas, 2004.

MAXIMIANO, Antonio S. A. Administração de projetos: Como transformar idéias em resultados. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2000.

MINTZBERG, H.; QUINN, J.B. O Processo da Estratégia. Porto Alegre: Bookman, 2001.

MONTEIRO, P.R.A.;CASTRO, A.R.; PROCHNICK,V. A Mensuração do desempenho ambiental no Balanced Scorecard e o caso da Shell. Artigo aceito para apresentação no VII Encontro Nacional sobre Gestão Empresarial e Meio Ambiente. FGV/USP. 2003.

NUNES, A. V. S. Indicadores de desempenho para as micro e pequenas empresas: uma pesquisa com as MPE`s associadas a Microempa de Caxias do Sul/RS. 2008. 107 f. Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós-Graduação em Administração, Universidade de Caxias do Sul, 2008.

OLIVEIRA, Djalma de P. R. de. Planejamento estratégico: conceitos, metodologia e práticas. 17. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

PADOVEZE, Clóvis Luis. Controladoria estratégica e operacional: conceitos, estrutura, aplicação. 1. ed. São Paulo: Thomson Learning, 2003.

RAMPERSAD, Hubert K. Scorecard para performance total. São Paulo: Elsevier, 2004.

SEVERINO, A. J. Metodologia do trabalho cientifico. São Paulo: Cortez, 2000.

STERN, CALR W. & STALK JR., GEORGE. Estratégia em perspectiva do The Boston Consulting Group. Rio de Janeiro: Campus, 2002.

WHITTINGTON, Richard. O que é Estratégia. 1. ed. São Paulo: Thomson, 2002.

YIN. R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 3 ed. Porto Alegre: Bookman, 2005.

Downloads

Publicado

09/03/2017

Como Citar

Mapa Estratégico: uma análise comparativa entre o âmbito ideal e o real. (2017). Revista Contabilidade & Amazônia, 9(1), 22-41. https://periodicos.unemat.br/index.php/rca/article/view/6672

Artigos Semelhantes

1-10 de 62

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.