A Extensão Universitária em Foco

Autores

  • Denilzalde Pereira
  • Maria Ivonete de Souza

Resumo

Nossa escolha metodológica da Extensão Universitária, como base estrutural para a formulação de concepções e métodos para a Pesquisa e o Ensino, está assentada na leitura que fazemos da realidade educacional, com a qual formulamos duas críticas fundamentais: a dívida histórica da Universidade para com a sociedade e a crise educacional sentida em todos os níveis de ensino. A Extensão, historicamente, dirigiu professores e estudantes, com algum saber elaborado, a devolver parte dos investimentos sociais à própria sociedade. Pensamos uma proposta que supere os limites da burocracia acadêmica, que coloque os educandos universitários em imediata situação de descoberta, de articulação com o encontro entre realidade e conhecimentos. Buscamos, portanto, nosso referencial teórico-metodológico na Pesquisa-Ação, fundamentalmente nas concepções de Michel Thiollent. Concretamente, trabalhamos em projetos oriundos de demandas sociais da vida comunitária em ambientes urbanos e rurais. Dessas práticas, resultaram três projetos extensionistas. A participação dos nossos estudantes da Unemat, colaboradores de outras universidades e da sociedade civil, na direção das Redes, na concepção de Fritjof Capra, tem resultado em diversos trabalhos de comunicação científica, publicações, Monografias e Dissertações. Esse conjunto evoluiu, chegando, ao final de 2014, constituído como um Grupo de Pesquisa em Educação Agroecológica no Contexto Amazônico, pesquisando realidades, na medida em que trabalha pela transformação das mesmas.

Downloads

Publicado

29/03/2016

Como Citar

Pereira, D., & Souza, M. I. de. (2016). A Extensão Universitária em Foco. Revista Cultura & Extensão UNEMAT, 1(1), 102–117. Recuperado de https://periodicos.unemat.br/index.php/rceu/article/view/1142

Edição

Seção

ARTIGOS