PARÂMETROS PARA A AVALIAÇÃO DE OBRAS LEXICOGRÁFICAS DISPONÍVEIS NA INTERNET DESTINADOS A ESTUDANTES DE INGLÊS COMO LÍNGUA ADICIONAL

Autores

  • Diego dos Santos Lunkes Universidade Federal do Rio Grande do Sul

DOI:

https://doi.org/10.30681/real.v9i01.1102

Resumo

Atualmente, os dicionários podem ser apresentados na modalidade impressa e na modalidade eletrônica. Para estudantes de inglês como língua adicional que precisam de ajuda ao longo da aprendizagem, dicionários online podem servir como ferramentas de auxílio. Em tese, em função de que essas obras não estão limitadas pelo fator do tamanho, elas poderiam incluir informações de qualidade pela possibilidade de serem melhor elaboradas. No entanto, na prática, nem sempre elas incluem tudo de que um usuário potencialmente necessita, negligenciando, por vezes, informações a respeito de fenômenos linguísticos que podem se revelar problemáticos. Considerando tudo isso, o objetivo deste trabalho é propor critérios para a avaliação de dicionários de língua inglesa disponíveis na internet. Como metodologia, consideram-se parâmetros de imanência linguística, parâmetros de imanência metalexicográfica e o perfil do usuário para o estabelecimento do modelo de avaliação. Os resultados demonstram que existem diversos fenômenos linguísticos cujo uso é considerado particularmente complexo por estudantes brasileiros de inglês como língua estrangeira e que podem servir de base para a elaboração de critérios visando à avaliação de dicionários.

Biografia do Autor

Diego dos Santos Lunkes, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Possui experiência na área de Linguística, com ênfase em Lexicografia, atuando principalmente na Lexicografia Inglesa. Atualmente é integrante do Grupo de Estudos e Pesquisas em Metalexicografia e Lexicografia na UFRGS.

Referências

BEHERA, A.; TRIPATHY, B. K. Does stress-shift lead to word-class conversion in English?. Language in India, v. 10, p. 204-207, 2010. Disponível em: < http://www.languageinindia.com/feb2010/stressshiftbehera.html>. Acesso em: 27/11/2015.

EL-DASH, L. G. A questão de aspecto nos tempos verbais em inglês. Trabalhos em linguística aplicada, v. 44, p. 201-214, 2005. Disponível em: < http://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/tla/article/view/8639404/6998>. Acesso em: 10/01/2016.

FAULSTICH, E. L. J. Avaliação de dicionários: uma proposta metodológica. Oragon, v. 25, p. 181-220, 2011. Disponível em: < http://seer.ufrgs.br/index.php/organon/article/view/28346/16994>. Acesso em: 03/01/2016.

FRITSCH, F. S. Complementação verbal em língua inglesa: uma questão semântica. X Encontro do CELSUL, 2012, Paraná. Acesso em: < http://docplayer.com.br/11007577-Complementacao-verbal-em-lingua-inglesa-uma-questao-semantica.html>. Acesso em: 07/12/2015.

LUNKES, D. S. Avaliando Dicionários Monolíngues de Inglês Online Segundo o Modelo de Ooi (2010). Ícone, v. 16, p. 95-101, 2016. Disponível em: < http://www.slmb.ueg.br/iconeletras/artigos/volume16/AVALIANDODICIONARIOSMONOLINGUESDEINGLESONLINESEGUNDOOMODELODEOOI.pdf>. Acesso em: 01/03/2016.

OOI, V. English Internet lexicography and online dictionaries. Lexicographica, v. 26, p. 143-154, 2010.

QUIRK, R., GREENBAUM, S., LEECH, G.; SVARTVIK, J. (1985) A comprehensive grammar of the English language. London: Longman, 1985. 1792 p.

RODRIGUES, L. S. S. Análise contrastiva da ordem dos adjetivos no sintagma nominal do português e do inglês. 2012. 20 f. Monografia (Bacharelado em Letras Português e Respectivas Literaturas)—Universidade de Brasília, Brasília, 2012. Disponível em: < http://bdm.unb.br/handle/10483/4032?mode=full>. Acesso em: 21/12/2015.

SELISTRE, I. C. T. Dicionários disponíveis online para aprendizes de inglês: estruturação e recursos. Ciência da Informação, v. 39, p. 61-72, 2010. Disponível em: < http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-19652010000300005>. Acesso em 03/02/2016.

YULE, G. Oxford Practice Grammar Advanced. United Kingdom: Oxford University Press, 2006. 288 p.

Downloads

Publicado

01/07/2016

Como Citar

Lunkes, D. dos S. (2016). PARÂMETROS PARA A AVALIAÇÃO DE OBRAS LEXICOGRÁFICAS DISPONÍVEIS NA INTERNET DESTINADOS A ESTUDANTES DE INGLÊS COMO LÍNGUA ADICIONAL. Revista De Estudos Acadêmicos De Letras, 9(01), 176–188. https://doi.org/10.30681/real.v9i01.1102

Edição

Seção

Artigos - Linguística Aplicada