A VARIAÇÃO LINGUÍSTICA NO LIVRO DIDÁTICO DE LÍNGUA PORTUGUESA: UM OLHAR PERANTE A CONCEPÇÃO SOCIOLINGUÍSTICA

Autores

  • Rodrigues de Souza Bortolozzo Universidade do Estado de Mato Grosso
  • Jocineide Macedo-Karim

DOI:

https://doi.org/10.30681/real.v9i01.1441

Resumo

Nesta pesquisa pretendemos, numa concepção Sociolinguística, levar alunos, professores e todos outros membros do ensino a compreenderem o uso da língua padrão e as variantes/flexibilidades que existem na sua forma oral e escrita, com a importância de salientar as questões das variações linguísticas que ocorrem nos livros didáticos de Língua Portuguesa no ensino fundamental e médio. Desenvolvemos um estudo partindo da observação/investigação nos livros didáticos: Português: Contexto, interlocução e sentido planejado e idealizado por Maria Luiza Abaurre, Maria Bernadete Abaurre e Marcela Pontara, pela editora Moderna, 2° edição, São Paulo, 2013, para alunos do 1° ano do Ensino Médio; e o livro Diálogo: Língua Portuguesa, desenvolvido por Eliana Santos Beltrão e Teresa Gordilho, 1° edição, São Paulo, 2009, para alunos do 8° ano do ensino fundamental. Todavia, é importante enfatizar que, sem uma sólida formação acadêmico-científica e um conhecimento adequado da Sociolinguística por parte do professor de Língua Portuguesa, o livro didático sozinho/isolado, por mais bem elaborado, planejado e detalhado que seja, não conseguirá resultar em um ensino/aprendizagem de língua que respeite a diversidade linguística e o pluriculturalismo dos falantes. Para tanto, utilizamos os procedimentos metodológicos com base nos estudos de Alkmim (2001), Bagno (1999), Bezerra (2005), Bortoni-Ricardo (2005), Dionísio (2005), Fiorin e Petter (2008), Labov (1972) e Travaglia (2001), ambos com discussões sobre variação linguística, seus conceitos e pressupostos. 

Referências

ABAURRE, M. L. M.; PONTARA, M. Gramática: texto: análise e construção de sentido. São Paulo: Moderna, 2008.

ALKMIM, Tânia Maria. Sociolinguística – parte I. In: MUSSALIM, F; BENTES, A C. (orgs.) Introdução à linguística: domínios e fronteiras. v. 1. São Paulo: Cortez, 2001, p. 21-47.

BAGNO. Marcos. A norma oculta: língua e poder na sociedade brasileira. São Paulo: Parábola. Editorial, 2003.

_______. Nada na língua é por acaso: por uma pedagogia da variação linguística. São Paulo: Parábola Editorial, 2007.

BARROS, Adil de J. P. de; LEHFELD, Neide A. de S. Projeto de pesquisa: propostas metodológicas. 14 ed. Petrópolis: Vozes, 1990.

BAZERMAN, Charles. Gêneros textuais, tipificação e interação. São Paulo: Cortez, 2005.

BRASIL, Secretaria da Educação Fundamental - Parâmetros Curriculares Nacionais: Língua Portuguesa. Brasília: MEC/SEF, 1997.

BRASIL. Secretaria de educação Fundamental – Parâmetros Curriculares Nacionais: terceiro e quarto ciclo do ensino fundamental: língua portuguesa. Brasília, 1998.

BRASIL. Secretaria de Educação Básica. Parâmetros Curriculares Nacionais: terceiro e quatro ciclos do Ensino Fundamental: Língua Portuguesa. Brasília:

MEC/SEB, 1999.

DANTE, Luiz Roberto. Livro didático de Matemática: uso ou abuso? In: Em aberto. Brasília, v. 26, n.69, p. 52-58, jan/mar. 1996.

FARACO, Carlos A. Norma culta brasileira: desatando alguns nós. São Paulo: Parábola, 2008.

GOLDENBERG, Mirian. A arte de pesquisar. 8° ed. Rio de Janeiro, São Paulo. Editora Record, 2004.

LABOV, William (1972). Sociolinguistic Patterns. Philadelphia: University of Pennsylvania Press. [Padrões Sociolinguísticos. Trad.: Marcos Bagno; Marta Scherre e Caroline Cardoso. São Paulo: Parábola, 2008].

MARCUSCHI, Luiz Antônio, 1946 – Produção textual, análise de gêneros e compreensão. – São Paulo: Parábola Editorial, 2008.

SOARES, Magda. Novas práticas de leitura e escrita: letramento na Cibercultura. Educação e Sociedade: dez. 2002, v. 23. n. 81, p. 141-160.

SOUZA, Erica Regina Soares de. LIMA, José Leonildo. Um livro didático em questão: variação e preconceito linguístico, 2013.

Downloads

Publicado

01/07/2016

Como Citar

Bortolozzo, R. de S., & Macedo-Karim, J. (2016). A VARIAÇÃO LINGUÍSTICA NO LIVRO DIDÁTICO DE LÍNGUA PORTUGUESA: UM OLHAR PERANTE A CONCEPÇÃO SOCIOLINGUÍSTICA. Revista De Estudos Acadêmicos De Letras, 9(01), 115–126. https://doi.org/10.30681/real.v9i01.1441