PRÁTICAS DE LEITURA E MOVIMENTO DE SENTIDOS

Autores

  • Kelsse Nathanielly Boffulin SEDUC

DOI:

https://doi.org/10.30681/real.v9i2.1758

Resumo

Neste trabalho propomos apresentar a proposta de intervenção, produzida nas aulas de Língua Portuguesa, do 8º ano “A” do Ensino Fundamental da Escola Estadual “Wilson de Almeida, em Nova Olímpia/MT. Valemos de distintas práticas de leitura sobre a temática do Consumismo, escolhida pela turma.  Para tanto, esta escrita inscreve-se nos domínios da Análise do Discurso fundada a partir dos trabalhos de Michel Pêcheux na França e Eni Orlandi, no Brasil, da qual mobilizamos alguns conceitos teóricos, como gestos de interpretação, formação discursiva, condições de produção, tomando como corpus diversas materialidades, como dicionários, tirinhas, texto narrativo, poema, com o intuito de possibilitar aos alunos a compreensão sobre o funcionamento do discurso, da língua na produção dos sentidos. Interessou-nos mostrar aos estudantes que a linguagem tem uma opacidade constitutiva e que os sentidos não estão fixos ao texto, mas são produzidos no jogo das formações discursivas, e nós, enquanto sujeitos, somos constantemente interpelados pela ideologia de forma determinada. Assim, construímos com os alunos um conhecimento diferente, através de uma proposição de intervenção sobre a temática do Consumismo considerando os efeitos de sentido do discurso na sociedade. Observando o funcionamento da língua, os gestos de interpretação (Conf. ORLANDI, 2004) são afetados pela matéria significante. Ou seja, as diversas materialidades textuais disponíveis ao sujeito-leitor (aluno) possibilitaram diferentes gestos de interpretação, vinculados a diferentes posições do sujeito, a diferentes formações discursivas.

Downloads

Publicado

31/12/2016

Como Citar

Boffulin, K. N. (2016). PRÁTICAS DE LEITURA E MOVIMENTO DE SENTIDOS. Revista De Estudos Acadêmicos De Letras, 9(2), 70–88. https://doi.org/10.30681/real.v9i2.1758

Edição

Seção

Artigos - Linguística