A ACEITAÇÃO ESTRATÉGICA DA RELIGIÃO DO OUTRO EM O GUARANI DE JOSÉ DE ALENCAR

Autores

  • Gustavo Costa Texas Tech University

DOI:

https://doi.org/10.30681/real.v11i01.2249

Resumo

A formação da cultura brasileira é percebida em O Guarani de José de Alencar através do ambiente e dos personagens presentes na obra. O personagem Peri não possui religião e sua língua materna é o tupi, aprende o português para se comunicar com a família de Dom Antônio de Mariz, sendo o português sua língua oficial. Por meio de textos relacionados à religião, observa-se a aceitação estratégica entre as diferenças relacionadas à fé encontrada na obra, sendo esta o catolicismo dos portugueses e o panteísmo do índio Peri, crença esta professada pelos indígenas, povos primitivos que não conheciam nenhum tipo de religião.

Palavras-chave: Religião. O Guarani. José de Alencar. Literatura Brasileira.

Biografia do Autor

Gustavo Costa, Texas Tech University

Doutorando em Espanhol pela Texas Tech University -

Minor: Português

Departamento de Línguas Estrangeiras (CMLL)

Referências

ALENCAR, José de. O guarani. São Paulo: Klick Editora, 1999.

CHAHON, Sérgio. Visões da religiosidade católica no Brasil colonial. Revista Digital Simonsen, Rio de Janeiro, v. 1, n. 1, p.85-99, 2014. Disponível em: <http://www.simonsen.br/revista-digital/wp-content/uploads/2014/12/Revista-Simonsen_N1_Sergio-Chahon.pdf>. Acesso em: 01 mar. 2016.

DICIO. Disponível em: <http://www.dicio.com.br/>. Acesso em: 12 mar. 2016.

FREIRE, Gláucia de Souza; APOLINÁRIO, Juciene Ricarte. Do viver ao praticar: Sincretismo religioso no Brasil colonial. Mneme – Revista de Humanidades, Caicó, v. 24, n. 9, p.1-13, 2008. Disponível em: <http://www.cerescaico.ufrn.br/mneme/anais>. Acesso em: 12 mar. 2016.

JOSÉ MARIA DE PAIVA, 9., 2005, Ponta Grossa. A doutrina feita aos índios: Brasil, século XVI. Ponta Grossa: 2005. 12 p. Disponível em: <http://www.pg.utfpr.edu.br/ppgep/Ebook/cd_Simposio/artigos/mesa_redonda/art8.pdf>. Acesso em: 15 mar. 2016.

NÓBREGA, Pe. Manuel da, S. J. Cartas da Baia, 8/5/1558. In: Leite, Serafim S. J. (Org). Cartas dos primeiros jesuítas do Brasil: Monumenta Brasilae, 1538-1563. Coimbra: Comissão do IV Centenário da Cidade de São Paulo / Tip. Da Atlântida, 1954. V.2, p. 450.

OLIVEIRA, Ellen dos Santos; QUINTELA Vilma Mota. Indicius de Etnocídio em “O Guarani”, de José de Alencar. In V Mostra de Inscrição Cientifica. Sergipe: FSLF. 2012. Disponível em: HTTP://www.fslf.com.br/images/stories/PDF/5MC/anais_eletronicos.pdf

SILVEIRA, Éder. TUPI OR NOT TUPI: Nação e nacionalidade em José De Alencar e Oswald de Andrade. 251 f. Tese (Doutorado) - Curso de História, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2007.

VAINFAS, Ronaldo. A Heresia dos I?ndios: Catolicismo e rebeldia no Brasil colonial. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.

Downloads

Publicado

01/08/2018

Como Citar

Costa, G. (2018). A ACEITAÇÃO ESTRATÉGICA DA RELIGIÃO DO OUTRO EM O GUARANI DE JOSÉ DE ALENCAR. Revista De Estudos Acadêmicos De Letras, 11(01), 188–197. https://doi.org/10.30681/real.v11i01.2249