AS POSIÇÕES SUJEITO PROFESSOR E ALUNO EM O SORRISO DE MONALISA E CLUBE DO IMPERADOR

Autores

  • Kamila de Aquino SANTOS Universidade Estadual de Goiás - UEG.
  • Karla Murielle de Aquino Santos Universidade Estadual de Goiás – UEG.
  • Fernanda Surubi Fernandes Universidade Estadual de Goiás - UEG. Doutoranda em Linguística pela Universidade do Estado de Mato Grosso - UNEMAT.

DOI:

https://doi.org/10.30681/real.v11i2.2555

Resumo

A relação professor-aluno está no cerne do ensino-aprendizagem. Assim, compreender como se dá esse processo faz parte de compreender as posições sujeitos que se estabelecem através de um discurso pedagógico voltado para a legitimação da autoridade docente (ORLANDI, 2009). Nessa direção, o objetivo desse estudo é compreender essa relação através da análise de dois filmes que retratam a relação professor-aluno. Os filmes são O Clube do Imperador dirigido por Michael Hoffman (2002) e O Sorriso de Monalisa sob direção de Mike Newell (2004). Possui como base teórica a Análise de Discurso de linha francesa, tendo como precursores Eni Pulccinelli Orlandi (2009), no Brasil e Michel Pêcheux (2007), na França. Além desses autores, baseamos em Fedatto e Machado (2007) para compreender o funcionamento discursivo da relação professor-aluno materializado nas cenas analisadas. E Milanez e Bittencourt (2012), que apresentam a noção de materialidade fílmica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Kamila de Aquino SANTOS, Universidade Estadual de Goiás - UEG.

Graduanda em Licenciatura em Letras/Inglês da Universidade Estadual de Goiás – UEG.

Karla Murielle de Aquino Santos, Universidade Estadual de Goiás – UEG.

Graduanda em Licenciatura em Letras/Inglês da Universidade Estadual de Goiás – UEG.

Fernanda Surubi Fernandes, Universidade Estadual de Goiás - UEG. Doutoranda em Linguística pela Universidade do Estado de Mato Grosso - UNEMAT.

Doutoranda em Linguística pela Universidade do Estado de Mato Grosso - UNEMAT. Docente da Universidade Estadual de Goiás -UEG.

Referências

FEDATTO, Carolina Padilha; MACHADO, Carolina de Paula. O muro, o pátio e o coral ou os sentidos no/do professor. In: BOLOGNINI, Carmen Zink (org.) Discurso e ensino: o cinema na escola. Campinas, SP: Mercado de Letras, 2007. p. 9-15.

LAGAZZI, Suzy. O recorte significante na memória. In: Anais III Seminário de Estudos da Análise de discurso. 2009. Disponível em: http://anaisdosead.com.br/3SEAD/Simposios/SuzyLagazzi.pdf. Acesso em 03 nov. 2017.

MARTIN, Marcel. A linguagem cinematográfica. Trad. Lauro António e Maria Eduarda Colares. Lisboa, Portugal: Dinalivvro, 2005.

MILANEZ, Nilton; BITTENCOURT, Joseane Silva. Materialidades da imagem no cinema: discurso fílmico, sujeito e corpo em A Dama De Ferro. Revista Movendo Ideias Vol. 17, Nº 2 – julho a dezembro de 2012 p.7-20. Disponível em: http://revistas.unama.br/index.php/Movendo-Ideias/article/view/631. Acesso em 02 nov. 2017

O CLUBE DO IMPERADOR. Direção de Michael Hoffman. Elenco: Kevin Kline, Emile Hirsch, Embeth Davidtz. Europa Filmes, 2002. 104 min. Dvd.

ORLANDI, Eni. P. A linguagem e seu funcionamento: as formas do discurso. Campinas: Pontes, 2005.

ORLANDI, E. P. Análise de discurso: princípios e procedimentos. 7ª ed. Campinas, SP: Pontes Editores, 2007.

______. “Efeitos do verbal sobre o não-verbal”. In: Rua: Revista do Núcleo de Desenvolvimento da Criatividade da UNICAMP – NUCREDI. Campinas, SP, Nº.1, março 1995.

O SORRISO DE MONALISA. Direção de Mike Newell. Elenco: Julia Roberts. Kirsten Dunst. Julie Stiles. Columbia Pictures, 2004. 119 min. Dvd.

PÊCHEUX, Michel. Papel da memória. In: ACHARD, Pierre. Tradução e introdução José Horta Nunes – 2ª ed. Campinas, SP: Pontes Editores, 2007.

Downloads

Publicado

2019-02-26

Como Citar

SANTOS, K. de A., Santos, K. M. de A., & Fernandes, F. S. (2019). AS POSIÇÕES SUJEITO PROFESSOR E ALUNO EM O SORRISO DE MONALISA E CLUBE DO IMPERADOR. Revista De Estudos Acadêmicos De Letras, 11(2), 52–66. https://doi.org/10.30681/real.v11i2.2555