ANÁLISE DE ASPECTOS PROTOTÍPICOS E ENUNCIATIVOS PROJETADOS NA MATERIALIDADE DISCURSIVA DE UM POEMA

Autores

  • Rafael da Silva Moura Universidade de Passo Fundo

Resumo

Este artigo propõe um estudo ancorado em pressupostos da Linguística e da Literatura, com o objetivo de analisar aspectos prototípicos e marcas enunciativo-discursivas inscritas em um texto poético. A investigação se fundamenta, principalmente, em estudos desenvolvidos por Moisés (1970), D'Onofrio (2007), Soares (1993) e Goldstein (2006), no que diz respeito a princípios constitutivos de gênero poema, bem como em pressupostos conferidos por Saussure (2006) e Benveniste (1976; 2006), em relação aos conceitos de língua, linguagem, enunciação e subjetividade. Com base nesse arcabouço teórico, analisa-se o engendramento discursivo do soneto XIII, de Mario Quintana. A análise comprova que a aplicação de elementos de diferentes áreas do saber possibilita depositar um olhar mais profundo e sistemático a textos poéticos, haja vista que dá conta, simultaneamente, de aspectos prototípicos do gênero, bem como dos recursos linguístico-enunciativos manipulados na materialização discursiva, os quais corroboram para a construção da subjetividade do enunciador e interferem na constituição semântica do texto.

Biografia do Autor

Rafael da Silva Moura, Universidade de Passo Fundo

Mestrando em Letras - Leitura e Formação do Leitor (PPGL/UPF), com bolsa Capes/Prosuc; Graduado em Letras (UPF/2016); professor de Língua Portuguesa e Língua Inglesa na rede privada de ensino, na cidade de Sarandi/RS.

Referências

BENVENISTE, Emile. Problemas de Linguística Geral. São Paulo: Companhia Editora Nacional, Editora da Universidade de São Paulo, 1976.

______. Problemas de Linguística Geral II. SP: Pontes, 2006.

DICIONÁRIO de símbolos. Disponível em: https://www.dicionariodesimbolos.com.br/vela/. Acesso em: 02 ago. 2017.

D'ONOFRIO, Salvatore. Forma e sentido do texto literário. São Paulo: Ática, 2007.

GOLDSTEIN, Norma Seltzer. Versos, sons, ritmos. 14. ed. São Paulo: Ática, 2006.

JOUVE, Vincent. Por que estudar literatura? São Paulo: Parábola, 2012.

MOISÉS, Massaud. A criação literária: introdução à problemática da literatura. 3. ed. São Paulo: Melhoramentos, 1970.

QUINTANA, Mário. Antologia poética. Porto Alegre: L&PM Pocket, 1997.

SAUSSURE, Ferdinand de. Curso de linguística geral. São Paulo: Cultrix, 2006.

SOARES, Angélica. Gêneros literários. 3.ed. São Paulo: Ática, 1993.

Downloads

Publicado

27/01/2020

Como Citar

Moura, R. da S. (2020). ANÁLISE DE ASPECTOS PROTOTÍPICOS E ENUNCIATIVOS PROJETADOS NA MATERIALIDADE DISCURSIVA DE UM POEMA. Revista De Estudos Acadêmicos De Letras, 12(3), 104–120. Recuperado de https://periodicos.unemat.br/index.php/reacl/article/view/2759