NOME PRÓPRIO E REFERÊNCIA NA SEMÂNTICA DA ENUNCIAÇÃO: DUAS PERSPECTIVAS

Autores

  • Elisandra Benedita Szubris Universidade do Estado de Mato Grosso

DOI:

https://doi.org/10.30681/real.v15.6197

Palavras-chave:

Nome próprio, Reference, Semântica da Enunciação

Resumo

Neste trabalho, apresentamos duas perspectivas que consideram a significação no acontecimento enunciativo, e que oportuniza-nos localizar as reflexões sobre “nome próprio e referência” no quadro da Semântica da Enunciação. A primeira perspectiva nos diz sobre o funcionamento político da linguagem através dos estudos de Eduardo Guimarães (2005a, 2005b, 2018); a segunda, por uma perspectiva relacional do funcionamento da linguagem, a partir da proposta de Luiz Francisco Dias (1996, 2016, 2018a, 2018b). Veremos que ambas as perspectivas são complementares, pois consideram que a capacidade referencial de um nome próprio depende do que o nome significa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elisandra Benedita Szubris, Universidade do Estado de Mato Grosso

Doutora em Linguística (2022) pela Universidade do Estado de Mato Grosso. (Cáceres-MT/Brasil). Integrante do grupo de pesquisa Significar-MT. Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/9750369591428213. E-mail: elisandra.benedita@unemat.br.

Referências

BENVENISTE, E. O aparelho formal da Enunciação. In: Problemas de linguística geral II. 2.ed. Campinas, SP: Pontes Editores, 2006. p.81.

DELEUZE, G, GUATARRI, F. Mil Platôs. V. 2. Rio de Janeiro. Editora 34, 1997.

DIAS, L. F. Os sentidos do idioma nacional: as bases enunciativas do nacionalismo linguístico no Brasil. Campinas: SP. Pontes, 1996.

DIAS, L. F. O nome da língua do Brasil: uma questão polêmica. In: ORLANDI, E. (Org.). História das Ideias Linguísticas: Construção do Saber Metalinguístico e Constituição da Língua Nacional. Campinas/Cáceres: Pontes/Unemat, 2001.

DIAS, L. F. Nomes de cidades de Mato Grosso: uma abordagem enunciativa. In: Atlas dos nomes que dizem Histórias das Cidades Brasileiras: Um estudo semântico-enunciativo do Mato Grosso (Fase 1). Campinas, SP: Pontes Editores, 2016. p. 33-49.

DIAS, L. F. Enunciação e Relações Linguísticas. Campinas, SP: Pontes Editores, 2018a.

DIAS, L. F. Identificações de Mato Grosso: uma abordagem enunciativa. In: Atlas dos nomes que dizem histórias das cidades brasileiras: Um estudo semântico-enunciativo do Mato Grosso (Fase 1). Campinas, SP: Pontes Editores, 2018b. p. 23-45.

DUCROT, O. Esboço de uma Teoria Polifônica da Enunciação. In: O dizer e o dito. Campinas, SP: Pontes Editores, 1988. p. 161.

FREGE, G. Lógica e filosofia da linguagem. (seleção, introdução e notas de Paulo Alcoforado). 2.ed. amp. e ver. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2009.

FOUCAULT, M. A arqueologia do saber. Tradução de Luiz Felipe Baeta Neves, -7ed. - Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2008.

GUIMARÃES, E. Semântica do acontecimento: um estudo enunciativo da designação. Campinas, SP: Pontes, 2. ed, 2005a.

GUIMARÃES, E. Os limites do sentido: um estudo histórico e enunciativo da linguagem. Campinas, SP: Pontes, 3. ed, 2005b.

GUIMARÃES, E. Brasil Multilíngüe. In: Cien.Cult. vol. 57. n.2. São Paulo. Apr/June, 2005c. Disponível em: < cienciaecultura.bvs. b> Acesso em: 22/10/2018.

GUIMARÃES, E. Semântica: enunciação e sentido. Campinas, SP: Pontes Editores, 2018a.

ORLANDI, E. P. Análise de discurso: princípios e procedimentos. 6.ed. Campinas, SP: Pontes, 2005.

PLATÃO. Crátilo. Tradução de Carlos Alberto Nunes. Belém, Editora da Universidade do Pará, 1988.

SEARLE, J. R. Proper Names. In: Mind, New Series. v. 67. n.266, p. 166-173. Apr, 1958.Disponível em: < http://michaeljohnsonphilosophy.com/>. Acesso em: 05/05/2020.

SOUZA, L. F. Platão/Crátilo/Estudo e Tradução. Dissertação. Universidade de São Paulo FFLCH, 2010.

SZUBRIS, E. B. Nomes de Origem Indígena em Formações Nominais de Cidades de Mato Grosso: Perspectivações de Sentidos. (Tese/Doutorado) – Curso de Pós-graduação Stricto Sensu em Linguística, Faculdade de Educação e Linguagem, Campus de Cáceres, Universidade do Estado de Mato Grosso, 2022.

Downloads

Publicado

2023-09-03

Como Citar

Szubris, E. B. (2023). NOME PRÓPRIO E REFERÊNCIA NA SEMÂNTICA DA ENUNCIAÇÃO: DUAS PERSPECTIVAS . Revista De Estudos Acadêmicos De Letras, 16(01). https://doi.org/10.30681/real.v15.6197