UMA REFLEXÃO SOBRE A IMPORTÂNCIA DA FORMAÇÃO CONTINUADA PARA OS PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA

Autores

  • Ana de Arruda PINHEIRO

DOI:

https://doi.org/10.30681/relva.v9i1.6425

Palavras-chave:

Metodologias de Ensino, Processo Formativo, Formação de Professores

Resumo

O presente trabalho tem como principal objetivo refletir sobre a importância da formação continuada na vida profissional do professor da Educação Básica, visto que a constante formação irá possibilitar ao mesmo a aquisição de novos saberes e metodologias de ensino. A metodologia utilizada neste artigo é a pesquisa bibliográfica. Para tanto, nos sustentamos nos trabalhos de BOURDIEU (1991), MARCELO (2009), TOZETTO (2010), entre outros. O processo de formação continuada possibilitará ao professor a compreensão de que a formação ultrapassa a profissão de ser professor, uma vez que os saberes intrínsecos são adquiridos em diferentes momentos, sendo imprescindível considerar a sua constituição como pessoa. Os resultados da nossa reflexão neste artigo explicitam que a formação envolve um processo contínuo, em que o ritmo e o sentido variam. Cada sujeito é singular e está imerso em práticas sociais, culturais, num contexto de experiências coletivas e individuais. Através dos estudos realizados também percebemos a necessidade da formação continuada para auxiliar no processo de elaboração de aulas com o objetivo de mediação de conteúdo de maneira dinâmica e produtiva.

Biografia do Autor

Ana de Arruda PINHEIRO

Graduada em Letras pela Universidade do Estado de Mato Grosso - UNEMAT e Especialista em Relações Raciais, Educação e Escola no Brasil pela Universidade Federal de Mato Grosso - UFMT

Referências

BOURDIEU, P. Escritos de educação. 6.ed.Rio de Janeiro: Vozes, 1991.

FERACINE, L. O professor como agente de mudança social. São Paulo: EPU, 1990.

ISAIA, S. M. de A; BOLZAN, D. P. V. (orgs.). Pedagogia universitária e desenvolvimento profissional docente. Porto Alegre: PUCRS, 2009.

MARCELO, C. El professorado principiante: insercion a la docência. España, 2009.

NOGUEIRA, M. A.; NOGUEIRA, C.M. Bourdieu e a educação. Belo Horizonte: Autêntica, 2004.

NÓVOA, A. (Org). Os professores e a sua formação. Portugal: Porto, 2009.

NOVOA, A. Profissão professor. Portugal: Porto, 1999.

SEVERINO, A. J. A nova LDB e a política de formação de professores: um passo à frente e dois atrás. In: FERREIRA, N. S. C & AGUIAR, M. A. Gestão da educação: impasses, perspectivas e compromissos. São Paulo: Cortez, 2000. (p. 177- 192)

TARDIF, M.; LESSARD, O trabalho docente. São Paulo: Vozes, 2005.

TOZETTO, S.S. Trabalho docente: saberes e práticas. Curitiba: Editora CRV, 2010.

TOZETTO, S.S.; BULATY, A. A história da formação de professores frente aos saberes e ao trabalho docente. In: RAIMAN, A. A graduação e a formação de professores: elementos implicadores da formação. Jundiaí: Pacto Editorial, 2011.

Downloads

Publicado

29/07/2022

Como Citar

PINHEIRO, A. de A. (2022). UMA REFLEXÃO SOBRE A IMPORTÂNCIA DA FORMAÇÃO CONTINUADA PARA OS PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA. Revista De Educação Do Vale Do Arinos - RELVA, 9(1), 11–23. https://doi.org/10.30681/relva.v9i1.6425