REFLEXÕES TEÓRICAS SOBRE A FORMAÇÃO DOCENTE

ASPECTOS PERTINENTES SOBRE A FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA

Autores

  • Elaine Cristina Mateus NOVACOWSKI Universidade do Estado de Mato Grosso
  • Odair Alves VIEIRA

DOI:

https://doi.org/10.30681/relva.v9i1.6427

Palavras-chave:

Formação Inicial, Formação Continuada, Identidade e Autonomia Docente

Resumo

Esse estudo teve como objetivo compartilhar e discutir aspectos pertinentes da formação docente: a constituição da identidade docente, a formação como profissão e reflexões teóricas sobre a formação inicial e a formação continuada. É o resultado de estudos
compartilhados na disciplina Formação de Professores: concepções e práticas do Programa de Pós-Graduação em Educação na Universidade Estadual do Mato Grosso (UNEMAT). Os autores propuseram a discussão sobre formação docente e apresentam reflexões teóricas iniciais sobre a temática da formação de professores devido as pesquisas que estão realizando estar em pleno desenvolvimento. Para tanto, os estudos sistematizados aqui se caracterizam pela abordagem qualitativa, de cunho bibliográfico. As reflexões apresentadas foram embasadas nas contribuições de autores que discutem sobre formação de professores, como: Alarcão (1996, 2005); André (2016); Freire (1996); Garcia (1999); Gatti (2016); Imbernóm (2006, 2011); Nóvoa (1992, 2003, 2017); Pimenta (2005, 2009, 2012); Romanowski (2012); Tardif (2000, 2013, 2014); entre outros.

Referências

ALARCÃO, Isabel (Coord.). Formação reflexiva de professores: estratégias de supervisão. Porto: Porto Editora, 1996.

ALARCÃO, Isabel. Ser professor reflexivo. In: ALARCÃO, I. S. (Coord.). Formação reflexiva de professores: estratégias de supervisão. Porto: Porto Editora, 1996. p. 171-189.

ALARCÃO, Isabel. Escola reflexiva e a nova racionalidade. Porto Alegre: Artmed Editora, 2005.

ANDRÉ, Marli. Formar o professor pesquisador para um novo desenvolvimento profissional. In: ANDRÉ, Marli. Práticas inovadoras na formação de professores. Campinas, SP: Papirus, 2016.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação básica. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Brasília: 2015. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm.> Acesso em: 20 jan. 2022.

BRASIL. Ministério da Educação. Conselho Nacional de Educação. Conselho Pleno. Resolução nº 2, de 1º de julho de 2015. Define as Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação inicial em nível superior (cursos de licenciatura, cursos de formação pedagógica para graduados e cursos de segunda licenciatura) e para a formação continuada. Brasília: 2015. Disponível em: < http://portal.mec.gov.br/docman/agosto-2017-pdf/70431-res-cne-cp-002-03072015-pdf/file>. Acesso em: 20 jan. 2022.

BRASIL. Ministério da Educação. Decreto nº 8.752, de 9 de maio de 2016. Dispõe sobre a Política Nacional de Formação dos Profissionais da Educação Básica. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2016/Decreto/D8752.htm#art19>. Acesso em 12 fev. 2022.

CABRAL, G. R. Programa de formação continuada de professores: Pró-Letramento em ação. 2010. 130f. Dissertação de Mestrado em Educação – Universidade Católica de Petrópolis, Petrópolis.

FONTANA, Roseli Aparecida Cação. GUEDES-PINTO, Ana Lúcia. Trabalho escolar e produção do conhecimento. In: SHIGUNOV NETO, Alexandre. MACIEL, Lizete Shizue Bomura. Desatando os nós da formação docente. Porto Alegre: Mediação, 2002.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. SãoPaulo: Paz e Terra, 1996.

GARCIA, Marcelo. Formação de professores: para uma mudança educativa. Porto- Portugal: Porto editora, 1999.

GATTI, Bernadete A. Questões: professores, escolas e contemporaneidade. In: ANDRÉ, Marli. Práticas inovadoras na formação de professores. Campinas, SP: Papirus, 2016.

IMBERNÓN, Francisco. Formação docente e profissional: formar-se para a mudança e a incerteza. – 6. ed. – São Paulo, Cortez, 2006.

IMBERNÓM, Francisco. Formação docente e profissional. 9. ed. São Paulo: Cortez, 2011.

IZA, Dijanes Fernanda Vedovatto. BENITES, Larissa Cerignoni. SANCHES NETO, Luiz. CYRINO, Marina. ANANIAS, Elisangela Venâncio. ARNOSTI, Rebeca Possobom. SOUZA NETO, Samuel de. Identidade docente: as várias faces da constituição do ser professor. Revista Eletrônica de Educação, v.8, n.2, p. 273-292, 2014.

MOITA, Maria da Conceição. Percursos de formação e de transformação. In: NÓVOA, António. Vida de professores. 2. ed. Porto, Portugal: Porto editora, 2013.

NÓVOA, António. Formação de professores e profissão docente. In: NÓVOA, A. (Coord.) Os professores e a sua formação. Lisboa: Dom Quixote, 1992. p. 13-33.

NÓVOA, António. Profissão professor. Coleção Ciências da Educação. In: NÓVOA, A. (org.), Daniel Hameline, J. Gimeno Sacristan, José M. Esteve, Peter Woods, Maria Helena Cavaco. Porto Editora, 2ª ed. 2003.

NÓVOA, António. Firmar a posição como Professor, afirmar a profissão Docente. Cadernos de Pesquisa, v.47 n.166 p.1106-1133, out./dez. 2017.

PIMENTA, Selma Garrido. O estágio na formação de professores: unidade teórica e prática. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2005.

PIMENTA, Selma Garrido. Saberes Pedagógicos e atividade docente. Textos de Edson Nascimento Campos... [et al]; Selma Garrido Pimenta(organização) – 7. Ed. – São Saulo: Cortez, 2009 – (Saberes da docência).

PIMENTA, Selma Garrido. Formação de professores: identidade e saberes da docência. In: PIMENTA, Selma Garrido. Saberes pedagógicos e atividade docente. 8. ed. São Paulo: Cortez, 2012.

ROMANOWSKI, Joana Paulin. Formação e profissionalização docente. Curitiba: InterSaberes, 2012.

TARDIF, Maurice. Saberes profissionais dos professores e conhecimentos universitários: elementos para uma epistemologia da prática profissional dos professores e suas conseqüências em relação à formação para o magistério. Revista Brasileira de Educação. n. 13, Jan/Fev/ Mar/ Abr., 2000.

TARDIF, Maurice. A profissionalização do ensino passados trinta anos: dois passos para a frente, três para trás. Educação & Sociedade, vol. 34, núm. 123, abril-junio, 2013, pp. 551-571 Centro de Estudos Educação e Sociedade Campinas, Brasil.

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. 17. ed. – Petrópolis, RJ: Vozes, 2014.

ZABALA, Antoni. A função social do ensino e a concepção sobre os processos de aprendizagem: instrumentos da análise. In: ZABALA, Antoni. A prática educativa: como ensinar. Porto Alegre: Artmed, 1998.

ZEICHNER, Kenneth M.. A Formação Reflexiva de Professores: Ideias e Práticas (trad.). Lisboa: EDUCA, 1993.

Downloads

Publicado

29/07/2022

Como Citar

NOVACOWSKI, E. C. M., & VIEIRA, . O. A. (2022). REFLEXÕES TEÓRICAS SOBRE A FORMAÇÃO DOCENTE: ASPECTOS PERTINENTES SOBRE A FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA. Revista De Educação Do Vale Do Arinos - RELVA, 9(1), 24–41. https://doi.org/10.30681/relva.v9i1.6427