A VOZ IGUAL: REVOLUÇÃO E ESPERANÇA PARA ALÉM DA POESIA EM AGOSTINHO NETO E PEDRO CASALDÁLIGA

Autores

  • Edson Flávio Santos UNEMAT

Resumo

Percorrendo  as  leituras  sobre marxismo, modernidade e utopia temos encontrado um campo pleno de conceitos  onde  podemos  derramar os  poemas  de  Pedro Casaldáliga  e Agostinho Neto  para  que sobressaiam  suas assimetrias e confluências. Da análise, ainda parcial, destes autores percebemos que suas  trajetórias de vida  e  suas  concepções pessoais acerca dos acontecimentos vão ser plasmados de uma forma muito segura em toda a sua obra. Uma produção literária que não restringe-se somente a poesia para expressar-se. Com uma atuação social e intelectual muito presentes, os dois poetas consolidaram em seus tempos-históricos uma cultura da mudança e da esperança.

Downloads

Como Citar

Santos, E. F. (2017). A VOZ IGUAL: REVOLUÇÃO E ESPERANÇA PARA ALÉM DA POESIA EM AGOSTINHO NETO E PEDRO CASALDÁLIGA. Revista Alere, 12(2), 141–156. Recuperado de https://periodicos.unemat.br/index.php/alere/article/view/1682

Edição

Seção

ARTIGOS

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)