A FORMAÇÃO DA IDENTIDADE REGIONAL EM NUEVO LEÓN – MÉXICO

Autores

  • VICTOR BARRERA ENDERLE UANL-Mx

Resumo

Este ensaio trata da recente elaboração de uma categoria de classificação literária: a “Literatura do Norte”. A literatura mexicana recente tem experimentado uma série de transformações profundas. A hegemonia das indústrias culturais tem promovido deslocamentos profundos no interior do campo literário. A antiga centralização cultural se viu deslocada por novas formas de ordenação e difusão da literatura. O Estado, antigo patrocinador cultural, perdeu seu lugar de protagonista para as novas editoras transnacionais que reorganizaram a cartografia das letras mexicanas sob critérios mercadológicos. Ao Norte correspondeu uma narrativa centrada em alguns tópicos: fronteira, narcotráfico, migração, deserto, etc. O presente ensaio aborda as diferentes manifestações desse processo.

Referências

CANETTI, Elías: Diálogos con el interlocutor cruel. In La conciencia de las palabras, tradução de Juan José del Solar, México: Fondo de Cultura Económica, 1994.

HOBSBAWN, Eric. Naciones y nacionalismo desde 1780. Trad. Jordi Beltrán. Barcelona: Crítica. 2000.

MAN, Paul de: La resistencia a la teoría, in: La resistencia a la teoría, edición de Wlad Godzich y traducción de Elena Elorriaga y Oriol Francés, Madrid: Visor, 1990.

Downloads

Publicado

01/12/2014

Como Citar

ENDERLE, V. B. (2014). A FORMAÇÃO DA IDENTIDADE REGIONAL EM NUEVO LEÓN – MÉXICO. Revista Alere, 8(2), 15. Recuperado de https://periodicos.unemat.br/index.php/alere/article/view/467

Edição

Seção

ARTIGOS