A DESCONSTRUÇÃO PARÓDICA DO DISCURSO HISTÓRICO-BIOGRÁFICO EM O BRASILEIRO VOADOR DE MÁRCIO SOUZA

Autores

  • CLÉBER LUÍS DUNGUE (PUC/SP

Resumo

A vida e a história de Santos-Dumont já foi tema de mais de uma centena de biografias, muitas delas escritas segundo  um  modelo  tradicional  que  procura  enformar,engrandecer e perpetuar a figura heroica do aviador. Em Obrasileiro  voador,  Márcio  Souza  propõe  um  projeto  de desconstrução desse mito nacional por meio da paródia, que se configura como uma estratégia de deformação e reinvenção da realidade de maneira crítica. A partir da leitura desse livro, é possível perceber a desmontagem de aspectos ideológicos que contribuíram para o propósito de tornar Santos-Dumont um heroi nacional. No romance, a sátira que faz rir é também potencialmente aquela que questiona verdades canônicas. Ela permite tanto levantar o véu que encobre as contradições e desventuras do patrono da aviação brasileira, como também desconstruir o convencionalismo da história oficial.Uma das medidas tomadas por Márcio Souza para livrar Santos-Dumont do engessamento histórico e da seriedade inócua é compará-lo a personagens burlescas. Nesse sentido, a ironia, a caricatura, o burlesco e o deboche são estratégias eficazes para instigar o posicionamento crítico do leitor diante do texto.

Referências

BAKHTIN, Mikhail Mikhailovitch.Questões de literatura e de estética. São Paulo: HUCITEC, 1993.

BARROS, Diana Luz Pessoa de e FIORIN, José Luiz (Orgs.). Dialogismo, polifonia, intertextualidade. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2003.

BRAIT, B. “Mikhail Bakhtin: autor e personagem. Revista USP, v. 39, n. 1, p. 158-173, 1998.

COMPAGNON, Antoine. O trabalho de citação. Belo Horizonte, UFMG, 1996.

FREIRE, José Alonso Torres. “Um diálogo explosivo: sátira, paródia e história”. Itinerário – Revista brasileira de literatura. Araraquara, v 22, 2004. Disponível em: http://seer.fclar.unesp.br/itinerarios/article/view/2790.

GENETTE, Gérard. Palimpsestos: a literatura de segunda mão. Belo Horizonte: FALE/UFMG, 2010.

HUTCHEON, Linda. UmaTeoria da Paródia. São Paulo:Edições 70, 1989.

LIMA, Lilian Victorino Félix de. Dilemas do pós-modernismo na cultura de massa. 2009. 233f.. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) – Universidade Estadual Paulista. Marília.

SILVA, Odair José Moreira. A manifestação de Cronos em 35mm: o tempo no cinema. 2004.231f.. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas – Universidade de São Paulo. São Paulo.

SOUZA, Márcio. O brasileiro voador: um romance mais-leve-que-o-ar. ed. 2. Rio de Janeiro: Record, 2009.

______. Literatura comentada. São Paulo: Abril Educação, 1982.

______. “Entrevista”. Cadernos de Literatura Brasileira, São Paulo, n.19, Instituto Moreira Salles. 2005.

Downloads

Publicado

01/12/2014

Como Citar

DUNGUE, C. L. (2014). A DESCONSTRUÇÃO PARÓDICA DO DISCURSO HISTÓRICO-BIOGRÁFICO EM O BRASILEIRO VOADOR DE MÁRCIO SOUZA. Revista Alere, 8(2), 24. Recuperado de https://periodicos.unemat.br/index.php/alere/article/view/474

Edição

Seção

ARTIGOS