A FICÇÃO DE JOSÉ MAVIAEL MONTEIRO E SUA IMPORTÂNCIA NA FORMAÇÃO DO LEITOR LITERÁRIO INFANTOJUVENIL

Autores

  • Edinaldo Flauzino de Matos

Resumo

No presente artigo busca-se apresentar considerações sobre a literatura e o leitor literário infantojuvenil numa conjuntura temporal sincrônica, uma vez que trata-se de três livros, intitulados: “Os barcos de papel”, “O outro lado da ilha” e “O Ninho dos Gaviões”, de José Maviael Monteiro, cujo o conteúdo da ficção, do autor sergipano, tem como objetivo o incentivo à formação de leitores adolescentes, na década de 80, período em que as obras foram publicadas na série “Vaga-Lume”. Nesse sentido, recorremos às inúmeras proposições que incidem de/no conjunto do texto e o público adolescente, considerando os fatores de criação e temas promovidos nas narrativas que resultam em perspectivas positivas para a formação do leitor literário  infantojuvenil.

Downloads

Publicado

09/09/2020

Como Citar

Matos, E. F. de. (2020). A FICÇÃO DE JOSÉ MAVIAEL MONTEIRO E SUA IMPORTÂNCIA NA FORMAÇÃO DO LEITOR LITERÁRIO INFANTOJUVENIL. Revista Alere, 21(1), 35–68. Recuperado de https://periodicos.unemat.br/index.php/alere/article/view/4835

Edição

Seção

ARTIGOS DO DOSSIÊ TEMÁTICO