SAPATO DE SALTO: PROVOCAÇÃO À EMPATIA DO LEITOR

Autores

  • Antonia Rodrigues da Cruz
  • Aroldo José Abreu Pinto

Resumo

O presente artigo objetiva ponderar sobre a questão da força criadora e integradora da literatura na obra Sapato de Salto, da escritora Lygia Bojunga. Partimos dos apontamentos de Cândido (1972) sobre o caráter humanizador do texto literário e, considerando alguns elementos da narrativa, tais como o narrador e as personagens, buscamos compreender como alguns dos recursos discursivos da ficção bojunguiana parecem empreender um claro esforço para provocar a identificação com seu interlocutor, fazendo-o refletir sobre sua própria realidade individual e suas relações no meio em que se insere.

Downloads

Publicado

09/09/2020

Como Citar

Cruz, A. R. da, & Pinto, A. J. A. (2020). SAPATO DE SALTO: PROVOCAÇÃO À EMPATIA DO LEITOR. Revista Alere, 21(1), 173–192. Recuperado de https://periodicos.unemat.br/index.php/alere/article/view/4841

Edição

Seção

ARTIGOS DO DOSSIÊ TEMÁTICO