A POÉTICA MODERNISTA DE MANUEL BANDEIRA EM TERRAS AFRICANAS COMO RESISTÊNCIA A PORTUGAL

Autores

  • Pablo Paolletti Rezende Waldemir da Silva

Resumo

Ao longo do tempo Brasil e África construíram ligações que resistiram às concepções do tempo e espaço, precisamente os laços que unem os dois povos ultrapassam os quinhentos anos, desde relações políticas, comerciais, sociais e culturais, cada parte deste laço reforça uma história que reverbera
entre as páginas da história. Neste estudo analisaremos a importância do Movimento Modernista Brasileiro como Vanguarda estética na construção de uma resistência sociopolítico-cultural no processo de Independência contra os abusos históricos de Portugal sobre suas colônias africanas, tais como, Angola, Moçambique e Cabo Verde.

Downloads

Publicado

09/09/2020

Como Citar

Silva, P. P. R. W. da. (2020). A POÉTICA MODERNISTA DE MANUEL BANDEIRA EM TERRAS AFRICANAS COMO RESISTÊNCIA A PORTUGAL. Revista Alere, 21(1), 363–382. Recuperado de https://periodicos.unemat.br/index.php/alere/article/view/4852

Edição

Seção

SEÇÃO LIVRE