O CLARO ENIGMA DE UM TÍTULO: AMAR, DE DRUMMOND DE ANDRADE

Autores

  • TIEKO YAMAGUCHI MIYAZAKI UNEMAT

Resumo

Talvez o título do poema Amar de Drummond de Andrade seja o responsável pelo entendimento eufórico do texto, claramente constatado na sua leitura inclusive por atores televisivos. Operacionalizando um pequeno corpo de pares conceituais, estudados por Greimas, as autoras pretendem demonstrar que tal orientação não se aplica à dimensão do enunciado uma vez que o poema é a expressão disfórica, não do sentimento do amor, mas da atividade que ele implica numa dimensão cósmica. Na enunciação, porém, ele se envolve numa ambiência emocional que lembra em certa  medida poemas de Bandeira.

Referências

ANDRADE, C.D. de . Poesia e prosa. Rio de Janeiro: Nova Aguilar. 1988.

BANDEIRA, M. Poesia e prosa. 2ª Ed. Rio de Janeiro; Aguilar. 1967.

GREIMAS, A.J. Sémantique structurale. Paris: Larousse. 1966.

--------------------- Du sens- Essais sémiotiques. Paris: Seuil.1970.

_____________ et alii Essais de sémiotique poétique. Paris: Larousse. 1972.

HAIDAR, J. e MIYAZAKI, T.Y. Dos poemas de Carlos Drummond de Andrade.

Revista de Letras. Porto Rico, 25-26, p. 18-56. 1975.

Downloads

Publicado

07/06/2010

Como Citar

MIYAZAKI, T. Y. (2010). O CLARO ENIGMA DE UM TÍTULO: AMAR, DE DRUMMOND DE ANDRADE. Revista Alere, 3(1), 20. Recuperado de https://periodicos.unemat.br/index.php/alere/article/view/567

Edição

Seção

ARTIGOS

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>