O QUARTO DOS PAPÁS: A TESSITURA DAS MEMÓRIAS E AS FIGURAÇÕES DOS RETORNADOS NO ROMANCE A GORDA, DE ISABELA FIGUEIREDO

Autores

  • Altair Sofientini Ciecoski

Palavras-chave:

Isabela Figueiredo; romance dos retornados; A gorda; memórias.

Resumo

Pretende-se, por meio deste artigo,
apresentar elementos que evidenciem a história, no
âmbito da condição de retornados, dos pais de Maria
Luísa, narradora e personagem protagonista do romance
A gorda, de Isabela Figueiredo. Embasando-se de uma
forma especial no capítulo do romance nomeado como
“Quarto dos papás”, objetiva-se perscrutar as memórias
vindas a termo nos relatos da narradora e, por seu
intermédio, conhecer um pouco mais dos dramas e
desventuras dos retornados pais de Maria Luísa que,
nascidos em Portugal, migraram para Moçambique em
1952 e, por força das demandas políticas e sociais que
se apresentaram no país africano, regressaram à Europa
após a independência moçambicana.

Downloads

Publicado

16/10/2021

Como Citar

Sofientini Ciecoski, A. (2021). O QUARTO DOS PAPÁS: A TESSITURA DAS MEMÓRIAS E AS FIGURAÇÕES DOS RETORNADOS NO ROMANCE A GORDA, DE ISABELA FIGUEIREDO. Revista Alere, 22(2), 39–54. Recuperado de https://periodicos.unemat.br/index.php/alere/article/view/5887

Edição

Seção

ARTIGOS