MARIE LUISE KASCHNITZ: AMBIVALÊNCIA E ANSEIO POR CONTROLE NOS POEMAS EINES TAGES E EIN GEDICHT

Autores

  • DIONEI MATHIAS

Palavras-chave:

Marie Luise Kaschnitz; “Eines Tages”; “Ein Gedicht”; ambivalência; anseio por controle.

Resumo

Consagrada como uma importante voz da
poesia alemã do pós-guerra, Marie Luise Kaschnitz
produziu uma obra complexa, dedicada a diferentes
gêneros literários. Nascida em 1901 em Karlsruhe,
ela falece em 1974 na capital italiana, testemunhando

diferentes momentos da problemática história alemã,
ao longo do século XX. Este artigo deseja discutir dois
poemas de Marie Luise Kaschnitz: “Eines Tages” (‘Um
dia’) e “Ein Gedicht” (‘Um poema’), voltando sua
atenção para a ambivalência e o anseio por controle,
inerentes à dinâmica dos poemas. O embasamento
teórico se orienta na discussão de Bauman sobre a
Modernidade.

Downloads

Publicado

16/10/2021

Como Citar

MATHIAS, D. (2021). MARIE LUISE KASCHNITZ: AMBIVALÊNCIA E ANSEIO POR CONTROLE NOS POEMAS EINES TAGES E EIN GEDICHT. Revista Alere, 22(2), 161–176. Recuperado de https://periodicos.unemat.br/index.php/alere/article/view/5894

Edição

Seção

ARTIGOS