O LETRAMENTO LITERÁRIO NO ENSINO FUNDAMENTAL: UMA PROPOSTA PARA A FORMAÇÃO DO ALUNO LEITOR/LA ALFABETIZACIÓN LITERARIA EM LA ENSEÃNA FUNDAMENTAL: UMA PROPUESTA PARA LA FORMACIÓN DEL ALUMNO LECTOR

Autores

  • Maria de Fátima da Conceição UNEMAT
  • Elizete Dall`Comune Hunhoff UNEMAT

Resumo

Neste artigo trouxemos uma reflexão sobre um trabalho de intervenção pedagógica apresentado no Programa de Mestrado-PROFLETRAS-Cáceres/MT. Neste, procuramos valorizar a leitura literária na sala de aula, colaborar para o desenvolvimento do processo de formação de leitores, a partir da literatura fantástica, de contos, e refletimos sobre o poder dos elementos insólitos (mistério, inexplicável, estranheza, ambiguidade) para despertar, no leitor juvenil, maior interesse pela leitura.  O desenvolvimento do projeto ocorreu em uma turma do 9º Ano, do Ensino Fundamental, na Escola Estadual José Rodrigues dos Santos, município de Rondonópolis-MT. Como pressupostos teóricos, estudamos obras de Cosson (2012), Todorov (1992), Jauss, (1994) Rezende (2002), Kleiman (2002), Novaes (2000), Candido (2006). Zilberman (1989), dentre outros. As atividades foram desenvolvidas com base numa sequência básica, que envolveu a leitura, a interpretação e a produção textual. Neste texto, destacamos as ações realizadas com o conto: “Tarde de sábado, manhã de domingo”, de José Jacinto Veiga.

Biografia do Autor

Maria de Fátima da Conceição, UNEMAT

Mestra em Letras pelo Programa de Mestrado Profissional em Letras – PROFLETRAS. Professora da Escola Estadual José Rodrigues dos Santos, no município de Rondonópolis-MT.

Elizete Dall`Comune Hunhoff, UNEMAT

Professora Adjunta da Universidade do Estado de Mato Grosso, Campus Universitário de Tangará da Serra. Doutora em Letras pela Universidade de São Paulo (USP).

Referências

BARTHES, Roland. O prazer do texto. Tradução de J. Guinsburg. 4ª. ed. São Paulo: Perspectiva, 1987.

BOSI, Alfredo. O conto brasileiro contemporâneo.16ª ed. São Paulo: Cultrix, 2015.

COENGA, Rosemar. A leitura e letramento literário: diálogos. Cuiabá: Carlini & Caniato, 2010.

CORDEIRO, Jaime. Didática. São Paulo: Contexto,2009.

COSSON, Rildo. Letramento literário: teoria e prática. 2ª Edição. São Paulo: Contexto, 2014.

FIGURELLI, Roberto. Hans Robert Jauss e a estética da recepção. UFPR-Universidade Federal do Paraná. Letras. Curitiba, 1988.

GARCIA, Flávio. Quando a manifestação do insólito importa para a crítica literária. In: BATALHA, Maria Cristina; GARCÍA, Flavio (Org.). Vertentes teóricas e ficcionais do insólito. Rio de Janeiro: Caétes, 2012.

______. Batista, Angélica Santana. Dos fantásticos ao fantástico: um percurso por teorias do gênero. SOLETRAS, Ano V, N° 10. São Gonçalo: UERJ, jul./dez.2005.

HUNHOFF, Elizete Dall’Comune. Literatura e Leitura – Concepções sobre o Ensino de Literatura e a Formação do Leitor. Revista Ecos, V-11, No.02, 2011.Disponível em http://www.unemat.br/revistas/ecos.Acesso em 09/02/2018

JAUSS, Hans Robert. A história da literatura como provocação à teoria literária. Trad. De Sérgio Tellaroli. São Paulo: Ática, 1994.

JESUS, S. N. (2007). Estratégias para motivar os alunos. Educação, Porto Alegre, v. 31, n.1, p. 21-29. 2008.

KLEIMAN, A. Texto & Leitor: Aspectos Cognitivos da Leitura. 9. ed. Campinas, SP: Pontes, 2004.

PAULINO, Graça; COSSON, Rildo. Letramento literário: para viver a literatura dentro e fora da escola. In: ZILBERMAN, Regina; RÖSING, Tania M. K. (orgs). Escola e leitura: velha crise, novas alternativas. São Paulo: Global, 2009, p 61-79.

REZENDE, Irene Severino. O fantástico no contexto sócio-cultural do século XX: José Veiga (Brasil) e Mia Couto (Moçambique). 2008. 214f. Tese (Doutorado em Letras) - Faculdade de Letras, (FFLCH) da Universidade de São Paulo, São Paulo. 2008.

SPINILLO, A. G.; CORREA, J. A revisão textual na perspectiva de professoras do ensino fundamental. Educar em Revista, Curitiba, Brasil, n. 62, p. 107-123, out./dezTODOROV, T. Introdução a literatura fantástica. São Paulo: Perspectiva S.A, 1994.

VASCONCELLOS, Celso dos S. Metodologia Dialética em Sala de Aula. In: Revista de Educação AEC. Brasília: abril de 1992 (n. 83).

VEIGA, José J. Os Melhores Contos de J. J. Veiga. Seleção de J. Aderaldo Castello; 4. ed. São Paulo: Global, 2000.

ZILBERMAN, Regina. Estética da recepção e história da literatura. São Paulo: Ática, 1989.

Downloads

Publicado

19/03/2020

Como Citar

Conceição, M. de F. da, & Hunhoff, E. D. (2020). O LETRAMENTO LITERÁRIO NO ENSINO FUNDAMENTAL: UMA PROPOSTA PARA A FORMAÇÃO DO ALUNO LEITOR/LA ALFABETIZACIÓN LITERARIA EM LA ENSEÃNA FUNDAMENTAL: UMA PROPUESTA PARA LA FORMACIÓN DEL ALUMNO LECTOR. Revista ECOS, 28(1). Recuperado de https://periodicos.unemat.br/index.php/ecos/article/view/4388

Edição

Seção

LITERATURA