Avaliação antropométrica e fatores motivacionais de praticantes de hidroginástica e caminhada em Guarapuava, Paraná/ Anthropometric evaluation and motivational factors of water aerobics and walking in Guarapuava, Paraná/ Evaluación antropométrica...

Autores

  • Karina Schmidt
  • Julio Cesar Lacerda Martins
  • Flávia Angela Servat Martins
  • Camila da Luz Eltchechem
  • Luiz Augusto da Silva

Palavras-chave:

Qualidade de Vida, Exercício, Motivação

Resumo

Objetivo: comparar a avaliação antropométrica e fatores motivacionais de praticantes de hidroginástica e caminhada. Método: pesquisa quase experimental, sem grupo controle e de cunho quantitativo, realizada em Guarapuava, Paraná. Analisou-se o IMC, porcentagem de gordura, circunferências, relação cintura quadril, teste de força com preensão manual e teste de flexibilidade com o banco de wells. Aplicou-se também, o questionário de motivação (IMPRAF-54). Após a coleta de dados, foi realizada a análise estatística através do teste T, comparando as medidas entre os grupos. Resultados: foi observado que a motivação mais prevalente para praticar as atividades físicas foi o fator saúde. Na avaliação antropométrica, as praticantes de hidroginástica possuíam índices superiores. Nos testes de força e flexibilidade as praticantes de hidroginástica apresentaram maior força em membros superiores, enquanto que as praticantes de caminhada maios flexibilidade em membros inferiores. Conclusão: a hidroginástica possui benefícios extras em comparação à caminhada e a motivação das participantes para praticar essas atividades físicas indica sua preocupação com a condição e qualidade de vida.

Referências

Bates A. Exercícios aquáticos terapêuticos. São Paulo: Manole; 1998.

Figueiredo SA. Hidroginástica. Rio de Janeiro: Sprint; 1999.

Bonachela V. Manual Básico de Hidroginástica. Rio de Janeiro: Sprint; 2001.

Uljevic O, Spasic M, Sekulic D. Sportspecific motor fitness tests in water polo: reliability, validity and playing position differences. J Sports Sci Med. 2013; 12(4):646-54.

Seron BB, Interdonato GC, Junior L, Corrêa C, Greguol M. Habitual physical activity among adolescents with visual impairments. Rev Bras Ed Fis Esport. 2012; 26(2):231-9.

Stiggelbout M, Hopman-Rock M, Mechelen W. Entry correlates and motivations of older adults participating in organized exercise programs. J Aging Phys Act. 2008; 16(3):342-54.

Cohen-Mansfield J, Marx MS, Biddison JR, Guralnik JM. Socio-environmental exercise preferences among older adults. Prev Med. 2014; 38(6):804-11.

Wilson PM, Rodgers WM, Blanchard CM, Gessel J. The relationships between physiological needs, self determined motivation, exercise attitudes and physical fitness. J Appl Social Psychol. 2003; 33(11):2373-97

Silva FCD. Os efeitos da hidroginástica na resistência muscular localizada dos membros superiores em idosas fisicamente ativas com idade acima de 60 anos [tese]. Natal: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; 2018. 46 p.

Antunes KK, Santos MAA, Fonseca EG, Silva TP, Ferreira CHM, Cavalcante JDA. Efeitos de 08 semanas da hidroginástica sobre a força de mulheres idosas e de meia idade. Seminário Transdisciplinar da Saúde; 2018.

Tavares DM, Bernardes D. Antropometria, Composição Corporal e Aptidão Física de Mulheres Praticantes de Hidroginástica. I Congresso de Ciência do Desporto; UNICAMP; 2005.

Silva Dórea G, Manochio-Pina MG, Santos D. Aspectos nutricionais de idosos praticantes de atividade física. Demetra. 2015; 10(2): 347- 360.

Mattioli RA, Cavalli AS, Ribeiro JAB, Silva MC. Associação entre força de preensão manual e atividade física em idosos hipertensos. Rev Bras Geriatr Gerontol. 2015; 18(4):881- 891.

Downloads

Publicado

01/06/2019

Como Citar

Schmidt, K., Martins, J. C. L., Martins, F. A. S., Eltchechem, C. da L., & Silva, L. A. da. (2019). Avaliação antropométrica e fatores motivacionais de praticantes de hidroginástica e caminhada em Guarapuava, Paraná/ Anthropometric evaluation and motivational factors of water aerobics and walking in Guarapuava, Paraná/ Evaluación antropométrica. Journal Health NPEPS, 4(1), 123–131. Recuperado de https://periodicos.unemat.br/index.php/jhnpeps/article/view/3333

Edição

Seção

Artigo Original/ Original Article/ Artículo Originale