Capacitação multiprofissional sobre drogas no contexto escolar: formação, saúde e educação/ Multiprofessional training on drugs in the school context: training, health and education/ Capacitación multiprofesional sobre drogas en el contexto escolar...

Autores

  • Pâmela Migliorini Claudino da Silva Universidade Federal de São Carlos
  • Tanyse Galon Universidade Federal do Triângulo Mineiro
  • Adaene Alves Machado de Moura Universidade Federal de São Carlos
  • Rosa Jacinto Volpato Universidade Federal de São Carlos
  • Sônia Regina Zerbetto Universidade Federal de São Carlos
  • Angelica Martins de Souza Gonçalves Universidade Federal de São Carlos

Palavras-chave:

Capacitação em Serviço, Educação, Pesquisa Qualitativa, Docentes, Serviços de Saúde Escolar.

Resumo

Objetivo: elaborar uma capacitação sobre uso de substâncias psicoativas destinada a professores de ensino médio e fundamental e submetê-lo à avaliação por especialistas. Método: foi realizado um estudo metodológico e qualitativo. A trajetória metodológica seguiu as etapas: desenvolvimento de aulas da capacitação, envio do material para análise das especialistas e avaliação das questões. Resultados: foram avaliados 11 itens do questionário avaliativo de conformidade, e apenas dois deles não apresentaram concordância. Na análise qualitativa, foram produzidas quatro categorias temáticas: construir estratégias em parceria, contextualizar o tema, quebrar paradigmas e produzir reflexão, e promover conhecimentos específicos. O modelo proposto foi capaz de instrumentalizar os professores na identificação dos padrões do uso de drogas.Considerações finais: avaliação de especialistas na área da saúde, se constitui como uma etapa fundamental na busca por maior sucesso na oferta de capacitações desta natureza. Materiais destinados à capacitação de professores, além do aspecto técnico, devem prezar pela diversidade contextual de atuação docente.

Referências

Adade M, Monteiro S. Educação sobre drogas: uma proposta orientada pela redução de danos. Educ Pesqui. 2014; 40(1): 215-230

Ferreira TCD, Sanchez ZM, Ribeiro LA, Oliveira LG, Nappo SA. Percepções e atitudes de professores de escolas públicas e privadas perante o tema drogas. Interface (Botucatu). 2010; 14(34): 551-562.

Ronzani TM, Silveira PS. Prevenção ao uso de álcool e outras drogas no contexto escolar. Juiz de Fora: Ed. UFJF; 2014. 4. Araldi JC, Njaine K, Oliveira MC, Ghizon AC. Representações sociais de professores sobre o uso abusivo de álcool e outras drogas naadolescência: repercussões nas ações de prevenção na escola. Interface (Botucatu). 2012; 16(40): 135-46.

Silva PMC, Galon T, Zerbetto SR, Moura AAM, Volpato RJ, Gonçalves AMS. Percepções, dificuldades e ações de professores frente às drogas na escola. Educ Pesqui. 2018; 44: e182015.

Babor TF, Del Boca F, Bray JW. Screening, Brief Intervention and Referral to Treatment: implications of SAMHSA's SBIRT initiative for substance abuse policy and practice. Addiction. 2017; 112(Suppl 2): 110-117.

Melo WS, Oliveira PJF, Monteiro FPM, Santos FCA, Silva MJN, Calderon CJ, et al. Guide of attributes of the nurse's political competence: a methodological study. Rev Bras Enferm. 2017; 70(3):526-534.

Graham M, Milanowski A, Miller J. Measuring and Promoting Inter-Rater Agreement of Teacher and Principal Performance Ratings. Center for Educator Compensation Reform. [Internet] 2012 [cited 2018 Jan 24] Available from: https://files.eric.ed.gov/fulltext/ED 532068.pdf

Sampieri RH, Collado CF, Lucio MPB. Metodologia de Pesquisa. 5a ed. Porto Alegre: Penso; 2013.

Gonçalves AMS, Ferreira PS, Abreu AMM, Pillon SC, Jezus SV. Estratégias de rastreamento e intervenções breves como possibilidades para a prática preventiva do enfermeiro. Rev eletrônica enferm. 2011; 13(2): 355- 60.

Dimeff LA, Baer JS, Kivlahan, DR, Marlatt GA. Alcoolismo entre estudantes universitários: uma abordagem de redução de danos (BASICS). 1a ed. São Paulo: Fundação Editora da UNESP (FEU); 2002.

Costa PHA, Mota DCB, Paiva FS, Ronzani TM. Desatando a trama das redes assistenciais sobre drogas: uma revisão narrativa da literatura. Ciênc saúde coletiva. 2015; 20(2): 395- 406.

Minayo MCS. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. 14ª ed. São Paulo: Hucitec; 2014.

Alexandre NMC, Coluci MZO. Validade de conteúdo nos processos de construção e adaptação de instrumentos de medidas. Ciênc saúde coletiva. 2011; 16(7): 3061- 3068.

Brener ND, McManus T, Wechler H, Kann L. Trends in Professional Development for and Collaboration by Health Education Teachers—41 States, 2000–2010. J Sch Health. 2013; 83(10): 734–742.

Amato TC, et al. A atuação da educação na rede de atenção aos usuários de álcool e outras drogas. In Ronzani TM, et al. Redes de atenção aos usuários de drogas: políticas e práticas. São Paulo: Cortez; 2015.

Gosin MN, Dustman PA, Drapeau AE, Harthun ML. Participatory action research: creating an effective prevention curriculum for adolescents in the Southwestern US. Health Educ Res. 2003; 18(3): 363- 379

Ronzani TM, Formigoni MLOS. Estratégias de rastreamento e intervenção breve ao uso de álcool na APS: um pouco de realidade. In: LUIS, M.A.V. (org.). Os novos velhos desafios da saúde mental. 1a ed. Ribeirão Preto: EERP/USP; 2008.

Wagner EF, Tubman JG, Gil AG. Implementing school-based substance abuse interventions: methodological dilemmas and recommended solutions. Addiction. 2004; 99(suppl. 2):106-119.

Dalbosco C, Pereira ALD. Proposta Pedagógica. In: Brasil. Ministério da Educação. Prevenção ao uso de drogas: a escola na rede de cuidados, Brasília, 2013 [cited 2016 Jan 20]; p. 4-9. Available from: http://abramd.org/wpcontent/uploads/2014/05/2013_SAL TO_PARA_O_FUTURO_Prevencao_ao_ uso_de_Drogas.pdf

Fonseca MS. Como prevenir o abuso de drogas nas escolas? Psicol Esc Educ Campinas. 2006; 10(2):339-341.

Pereira APD, Paes AT, Sanchez ZM. Fatores associados à implantação de programas de prevenção ao uso de drogas nas escolas. Rev Saúde Pública. 2016; 50: 44.

Sodelli M. A abordagem proibicionista em desconstrução: compreensão fenomenológica existencial do uso de drogas. Ciênc saúde coletiva. 2010; 15(3):637-644.

Bezerra AAC, Vieira EF. Quadro teórico. In: O enigma das drogas: faceta da diversidade que desafia pais e professores reconstruída a partir de memórias de adolescentes usuários de drogas. 1a ed. Curitiba: Appris; 2013.

Souza FB, Andrade ALM, Rodrigues TP, Nascimento MO, De Micheli D. Avaliação das concepções de educadores de escolas públicas e particulares sobre uso de drogas: um estudo exploratório. Estud pesqui psicol. 2015; 15(3):1081-1095.

Moreira A, Vóvio CL, De Micheli D. Prevenção ao consumo abusivo de drogas na escola: desafios e possibilidades para a atuação do educador. Educ Pesqui. 2015; 41(1):119-135.

Downloads

Publicado

01/06/2019

Como Citar

Silva, P. M. C. da, Galon, T., Moura, A. A. M. de, Volpato, R. J., Zerbetto, S. R., & Gonçalves, A. M. de S. (2019). Capacitação multiprofissional sobre drogas no contexto escolar: formação, saúde e educação/ Multiprofessional training on drugs in the school context: training, health and education/ Capacitación multiprofesional sobre drogas en el contexto escolar. Journal Health NPEPS, 4(1), 182–199. Recuperado de https://periodicos.unemat.br/index.php/jhnpeps/article/view/3362

Edição

Seção

Artigo Original/ Original Article/ Artículo Originale

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)