Ventosaterapia no alívio da dor cervical em costureiras do sul catarinense/ Cupping therapy in the relief of cervical pain in seamstresses from southern Santa Catarina/ Terapia con ventosa para aliviar el dolor cervical en costureras del sur de Santa Catarina

Autores

  • Izabela da Silveira Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC)
  • Luana Ugioni do Livramento Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC)
  • Luiza Caroline Netto Zanette Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC) https://orcid.org/0000-0003-0927-7017
  • Luanna dos Santos Galvão Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC)
  • Paula Thiesen Schuelter Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC)
  • Kristian Madeira Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC)
  • Lee GiFan Althoff Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC)

Palavras-chave:

Cervicalgia, Sucção, Terapias Complementares

Resumo

Objetivo: identificar os efeitos do método de ventosaterapia no alivio da dor cervical em costureiras de uma confecção do segmento vestuário jeans, na região carbonífera do sul catarinense. Método: trata-se de um estudo quantitativo e longitudinal, realizado no segundo semestre de 2019, com a utilização da ventosaterapia durante oito semanas consecutivas em costureiras de uma empresa da linha têxtil no ramo do jeans, entre 40 e 50 anos, que apresentam cervicalgia. Foi utilizado a escala visual analógica para avaliação da dor. Resultados: a amostra foi composta por mulheres com média de 44,75 ± 3,58 anos, que 100% relataram dores antes da ventosaterapia, sendo 75% na cervical e 37,5% sentia essas dores diariamente. Após ventosaterapia, 50% não apresentou dores, 87,5% relatou não atrapalhar nas atividades diárias. Conclusão: foi observado a redução significativa na dor das costureiras, após utilização de terapia com ventosas.

Biografia do Autor

Izabela da Silveira, Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC)

Acadêmica do Curso de Fisioterapia da Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC)

Luana Ugioni do Livramento, Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC)

Acadêmica do Curso de Fisioterapia da Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC)

Luiza Caroline Netto Zanette, Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC)

Acadêmica do Curso de Medicina da Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC)

Luanna dos Santos Galvão, Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC)

Acadêmica do Curso de Medicina da Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC)

Paula Thiesen Schuelter, Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC)

Acadêmica do Curso de Medicina da Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC)

Kristian Madeira, Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC)

Doutor em Ciências da Saúde, professor de Bioestatística da Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC), Criciúma (SC), Brasil e pesquisa do Laboratório de Pesquisa Aplicada em Computação e Métodos Quantitativos (LACOM).

Lee GiFan Althoff, Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC)

Docente do Curso de Fisioterapia da Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC)

Referências

Sprung CL, Silvério-Lopes S. Utilização de Técnicas da Medicina Tradicional Chinesa (MTC) para Analgesia da Cervicalgia em Adultos: revisão sistemática. Rev Bras Terap Saúde. 2016; 7(1):7-15.

Soares JC, Weber P, Trevisan ME, Trevisan CM, Rossi AG. Correlação entre postura da cabeça, intensidade da dor e índice de incapacidade cervical em mulheres com queixa de dor cervical. Fisioter pesq. 2012; 19(1):68-72.

Barreto TW, Svec JH. Chronic Neck Pain: Nonpharmacologic Treatment. Am Fam Physician. 2019; 100(3):180-182.

Brolese DF. Análise das condições ergonômicas e da capacidade para o trabalho de costureiras de indústrias têxteis [dissertação]. Criciúma: Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc); 2020. 78 p.

Sterling M, Zoete RMJ, Coppieters I, Farrell SF. Melhor Evidência de Reabilitação para Dor Crônica Parte 4: dor no pescoço. J clin med. 2019; 8:1219.

Pezzini LA, Fasolo A. Análise dos riscos ergonômicos em costureiras utilizando o checklist de couto em uma empresa do polo de confecção do sudoeste do Paraná. Mundo Contemp Rev. 2016; 5(1):122-132.

Mendes DS, Moraes FS, Lima GO, Silva PR, Cunha TA, Crossetti MGO, et al. Benefícios das práticas integrativas e complementares no cuidado de enfermagem. J Health NPEPS. 2019; 4(1):302-318.

Marz CFU. Guia prático de acupuntura. Barueri: Editora Manole; 2018.

Aboushanab TS, Alsanad S. Cupping Therapy: An Overview from a Modern Medicine Perspective. J acupunct meridian stud (Online). 2018; 11(3):83-87.

Oliveira MAR, Silva AP, Pereira LP. Ventosaterapia: revisão de literatura. Saúde foco. 2018; 10:151-154.

Tourinho CRRP, Junior VS. Cervicalgia inespecífica em estudantes de fisioterapia de uma instituição privada. Rev Mult Psic. 2020; 14(53):535-542.

Oliv S, Noor A, Gustafsson E, Hagberg M. A Lower Level of Physically Demanding Work Is Associated with Excellent Work Ability in Men and Women with Neck Pain in Different Age Groups. Saf health work. 2017; 8(4):356-363.

Silva T, Oliveira AL, dos Santos SM, Oliveira TJ, Guimarães LS, Ferreira AMR, et al. Qualidade de vida e prevalência de dor na região cervical em acadêmicos. REAS. 2020; 39:e2021.

Moura WJG, Lima RP, Silva LVC, Mello SMB. Ocorrência de sintomas osteomusculares e fatores associados à profissão de costureira no município de Caruaru/PE. Fisioter Bras. 2018; 19(3):309-315.

Szczygie? E, Zielonka K, M?tel S, Golec J. Musculo-skeletal and pulmonary effects of sitting position – a systematic review. Ann Agric Environ Med. 2017; 24(1):8-12.

Moura CC, Chaves ECL, Nogueira DA, Corrêa HP, Chianca TCM, et al. Cupping therapy and chronic back pain: systematic review and meta-analysis. Rev latinoam enferm. 2018; 26: e3094.

Lauche R, Spitzer J, Schwahn B, Ostermann T, Bernardy K, Cramer H, et al. Efficacy of cupping therapy in patients with the fibromyalgia syndrome-a randomised placebo controlled trial. Sci Rep. 2016; 6:37316.

Umar NK, Tursunbadalov S, Surgun S, Welcome MO, Dane S. The Effects of Wet Cupping Therapy on the Blood Levels of Some Heavy Metals: A Pilot Study. J acupunct meridian stud (Online). 2018; 11(6):375-379.

Lauche R, Cramer H, Hohmann C, Choi KE, Rampp T, Saha FJ, et al. The Effect of Traditional Cupping on Pain and Mechanical Thresholds in Patients with Chronic Nonspecific Neck Pain: A Randomised Controlled Pilot Study. Evid Based Complement Alternat Med. 2012; 2012:429718.

Cao H, Han M, Li X, Dong S, Shang Y, Wang Q, et al. Clinical research evidence of cupping therapy in China: a systematic literature review. BMC Complement Altern. Med. 2010; 10:70.

Moretto AF, Chesani FH, Grillo LP. Sintomas osteomusculares e qualidade de vida em costureiras do município de Indaial, Santa Catarina. Fisioter Pesqui. 2017; 24(2):163-168.

Silva ADP, Mello SMB, Liberalino EST. Prevalência da lombalgia ocupacional em costureiras da cidade de Toritama/PE. Fisioter Bras. 2018; 19(2):156-161.

Kondo K, Almeida TB, Wada RS, Sousa MLR. Effectiveness of integrative medicine practices on workers’ health within private companies. Rev Bras Med Trab. 2020; 18(3):265-273.

Downloads

Publicado

29/05/2021

Como Citar

da Silveira, I., do Livramento, L. U., Zanette, L. C. N., Galvão, L. dos S., Schuelter, P. T., Madeira, K., & Althoff, L. G. (2021). Ventosaterapia no alívio da dor cervical em costureiras do sul catarinense/ Cupping therapy in the relief of cervical pain in seamstresses from southern Santa Catarina/ Terapia con ventosa para aliviar el dolor cervical en costureras del sur de Santa Catarina. Journal Health NPEPS, 6(1). Recuperado de https://periodicos.unemat.br/index.php/jhnpeps/article/view/5378

Edição

Seção

Artigo Original/ Original Article/ Artículo Originale