O ARQUÉTIPO DA FIANDEIRA EM “ERA UM POAIERO” DE ALFREDO MARIEN

Autores

  • Eliziane Fernanda Navarro Universidade do Estado de Mato Grosso - Tangará da Serra
  • Marta Helena Cocco Universidade do Estado de Mato Grosso - Tangará da Serra

Resumo

Dentre vários aspectos mítico-simbólicos existentes na obra “Era um Poaieiro” de Alfredo Marien, este estudo se detém na presença do arquétipo da fiandeira e sua respectiva atualização mítica, iniciando pela história das moiras e parcas, passando por e dando destaque à personagem Penélope, da “Odisséia” de Homero, até chegar a Teresa, personagem da referida obra mato-grossense, com o objetivo de contribuir para ampliar o campo de leituras a ela relacionadas. Este estudo está fundamentado nos pressupostos teóricos defendidos por Gilbert Durand, Joseph Campbell, Carl Gustav Jung e Junito Brandão. 

Downloads

Publicado

01/05/2013

Como Citar

Navarro, E. F., & Cocco, M. H. (2013). O ARQUÉTIPO DA FIANDEIRA EM “ERA UM POAIERO” DE ALFREDO MARIEN. Revista Moinhos, (2), 132–145. Recuperado de https://periodicos.unemat.br/index.php/moinhos/article/view/2365

Edição

Seção

Artigos