RELAÇÕES ENTRE LINGUAGENS E DISCURSOS NUMA PRÁTICA PEDAGÓGICA

Autores

  • Karine Tiepo da Silva Universidade de Passo Fundo - RS
  • Luciana Maria Crestani UPF

DOI:

https://doi.org/10.30681/real.v11i01.2533

Resumo

Este artigo apresenta o desenvolvimento de uma prática pedagógica em que se exploram, ao mesmo tempo, a multiplicidade de linguagens implicadas na construção de sentidos e as relações dialógicas constitutivas dos textos. Os gêneros textuais utilizados para o desenvolvimento das atividades foram um poema, uma charge e uma história em quadrinhos (HQ). A revisão teórica que fundamenta a prática tem como base, principalmente, estudos de Bakhtin (2016) e de Fiorin (2006). A prática foi aplicada a uma turma de 1º ano do Ensino Médio de uma escola da rede estadual situada na região Noroeste do RS e trouxe resultados positivos, o que justifica o interesse em compartilhá-la em forma de artigo.

Palavras-chave: Gêneros textuais. Relações dialógicas. Linguagens verbal e não verbal. Prática pedagógica.

Biografia do Autor

Karine Tiepo da Silva, Universidade de Passo Fundo - RS

Mestranda em Letras/2017 – Leitura e Formação do Leitor – UPF; Professora da rede Municipal e Estadual em São João da Urtiga – RS.

Luciana Maria Crestani, UPF

Doutora em Letras. Professora no Curso de Letras e no Programa de Pós-graduação em Letras da Universidade de Passo Fundo - RS (UPF)

Referências

AGUIAR, V. T. de. O verbal e o não verbal. São Paulo: UNESP, 2004.

ANDRADE, C. D. de. Alguma Poesia. São Paulo: Companhia das Letras, 2013.

ALMEIDA, L. M. M. BLOG Os campeões não usam drogas. Disponível em: http://oscampeoesnaousamdrogas.blogspot.com.br/2013/11/uma-pedra-no-meio-do-caminho.html. Acesso em: 15 jun. 2017.

BAKHTIN, M. Estética da criação verbal. 4.ed. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

______. Os gêneros do discurso. (Organização, tradução, posfácio e notas Paulo Bezerra). São Paulo: Editora 34, 2016.

BRASIL. Programa Gestão da Aprendizagem Escolar – Gestar II. Língua Portuguesa: Caderno de Teoria e Prática 3 - TP3: gêneros e tipos textuais. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2008.

DAVIS, J. Garfield, um charme de gato – 7. Porto Alegre: L&PM, 2000.

DISCINI, N. HQ e poema: diálogo entre textos. In: LOPES, I. C.; HERNANDES, N. (Orgs.). Semiótica: objetos e práticas. São Paulo: Contexto, 2005. p. 261-283.

EBC AGÊNCIA BRASIL. Médias da provas do ENEM 2015 caem; desempenho individual sobe. Disponível em: < http://agenciabrasil.ebc.com.br/educacao/noticia/2016-01/enem-2015-tem-queda-nas-medias-das-provas-desempenho-individual-sobe > . Acesso em 28 ago. 2017.

FIORIN, J. L. Introdução ao pensamento de Bakhtin. São Paulo: Ática, 2006.

______. Da necessidade da distinção entre texto e discurso. In: BRAIT, B.; SOUZA-E-

SILVA, M. C. (Orgs.). Texto ou discurso? São Paulo: Contexto, 2012, p. 145-165.

FLÔRES, O. A leitura da charge. Canoas: Ed. ULBRA, 2002.

KLEIMAN, A. Texto e leitor: aspectos cognitivos da leitura. Campinas: Pontes, 2010.

______. Contribuições teóricas para o desenvolvimento do leitor: teorias de leitura e ensino. In: RÖSING, T. M. K.; BECKER, P. R. (Orgs.). Leitura e animação cultural: repensando a escola e a biblioteca. Passo Fundo: UPF, 2005, p. 21-41.

LOPES-ROSSI, M. A. G. Gêneros discursivos no ensino de leitura e produção de textos. In: KARWOSKI, A. M., GAYDECZKA, B.; BRITO, K. S. (Org.). Gêneros textuais: reflexões e ensino. São Paulo: Parábola Editorial, 2011, p. 69-82.

MARCUSCHI, L. A. Gêneros textuais: definição e funcionalidade. In: DIONÍSIO, A. MACHADO, A. R.; BEZERRA, M. A. (Orgs.). Gêneros textuais e ensino. 5. ed. Rio de Janeiro: Editora Lucerna, 2007, p. 19-36.

______. Produção textual, análise de gêneros e compreensão. 3. ed. São Paulo: Parábola Editorial, 2008.

PORTAL INEP. Inep apresenta resultados do Saeb/Prova Brasil 2015. Disponível em: <http://portal.inep.gov.br/artigo/-/asset_publisher/B4AQV9zFY7Bv/content/inep-apresenta-resultados-do-saeb-prova-brasil-2015/21206. Acesso em 25 jul. 2017.

TEIXEIRA, L; FARIA, K.; SOUSA, S;. Textos multimodais na aula de português: metodologia de leitura. Revista Desenredo, v. 10, n. 2, 2014. Disponível em: http://seer.upf.br/index.php/rd/article/view/4295. Acesso em 12 ago. 2017.

Downloads

Publicado

01/08/2018

Como Citar

Tiepo da Silva, K., & Maria Crestani, L. (2018). RELAÇÕES ENTRE LINGUAGENS E DISCURSOS NUMA PRÁTICA PEDAGÓGICA. Revista De Estudos Acadêmicos De Letras, 11(01), 123–139. https://doi.org/10.30681/real.v11i01.2533

Edição

Seção

Artigos - Linguística Aplicada