Dialogismo e valores culturais: sentidos sobre os povos indígenas em uma reportagem jornalística

Autores

DOI:

https://doi.org/10.30681/2594.9063.2024v8n1id11846

Palavras-chave:

Dialogismo. Sentidos. Povos indígenas. Discurso midiático.

Resumo

Este artigo objetiva investigar sentidos mobilizados sobre os povos indígenas em uma reportagem jornalística da Folha de São Paulo. Para essa finalidade, nos apoiamos no Dialogismo, em relação com teóricos que debatem acerca das mídias de informação e do processo histórico de colonização brasileira. A partir do método sociológico bakhtiniano, observamos que as falas do político carregam concepções preconceituosas no que diz respeito aos povos originários brasileiros, geradas em diferentes esferas da atividade desde a colonização do país. Além de que o governador se promove como um bom gestor ao falar sobre a crise em questão, apoiado por vozes neoliberais-conservadoras.

 

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Elda dos Santos, Universidade Ferderal de Rio Grande

    Possui graduação em Direito pelo Centro Universitário Estácio da Amazônia (2018). Tem experiência na área de Direito, com ênfase em Direito. Mestranda em Letras pela Universidade Federal de Rio Grande (FURG).

  • Émerson Luís Maurmann Lemos, Universidade Federal do Rio Grande

    Graduado em Letras Português - licenciatura na Universidade Federal do Rio Grande. Aluno de pós-graduação (mestrado) em Letras na Universidade Federal do Rio Grande. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em pesquisa e ensino de Língua Portuguesa. Possui experiência e se interessa pelos estudos da linguagem, principalmente pela teoria dialógica do discurso e o discurso das mídias.

  • Kelli Machado da Rosa, Universidade Federal do Rio Grande

    Doutora em Letras, na área de concentração em linguística, pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS- CNPq). Possui Mestrado em Letras, na área de concentração em linguística, pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS - CAPES). É graduada em Letras pela Universidade Federal de Rio Grande (FURG) e possui ainda Especialização em Linguística e Ensino de Português também pela FURG. Possui experiência e desenvolve pesquisa na área de Linguística em interface com as áreas de Comunicação Social, com ênfase em discurso das mídias, Sociologia da Religião, Educação e Filosofia. Atua como pesquisadora colaboradora no grupo de pesquisa Tessitura: Vozes em (dis)curso, sediado na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, certificado pelo CNPq. É membro do GT da ANPOLL "Discurso, Trabalho e Ética", desde 2020. Atualmente, é professora Adjunta na Universidade Federal do Rio Grande, atuando na graduação e também no corpo docente do Programa de Pós-Graduação em Letras (PPGL - FURG). Além disso, coordena o projeto de pesquisa "RELAÇÕES ENTRE ÉTICA, DISCURSO E MÍDIAS: PESQUISAS SOB PERSPECTIVA DIALÓGICA", desenvolvido no Instituto de Letras e Artes da FURG.

Referências

BAKHTIN, M. Estética da criação verbal. São Paulo: Martins Fontes, 1997;

BAKHTIN, M. Os gêneros do discurso. Trad. Paulo Bezerra. São Paulo: Editora 34, 2009;

BLIKSTEIN, I. O direito e o avesso: análise semiótica do discurso político e empresarial. Organicom, [S. l.], v. 5, n. 9, p. 36-48, 2008. Disponível em: <https://www.revistas.usp.br/organicom/article/view/138982>. Acesso em 8 mai. 2013.

BRASIL. [Constituição (1988)]. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988.

BRASIL. DECRETO Nº 426. De 24 de julho 1845. Disponível em: <https://www2.senado.leg.br/bdsf/item/id/522095>. Acesso em: 13 março de 2023.

Brasília, DF: Presidência da República, 1988. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm>. Acesso em: 11 dez. 2018.

CHARAUDEAU, P. Discurso das Mídias. Trad. Angela S. M. Correa. São Paulo: Contexto, 2010.

DARDOT, Pierre; LAVAL, Christian. A nova razão do mundo: ensaio sobre a sociedade neoliberal. Trad. Mariana Echalar. São Paulo: Boitempo, 2016.

DA ROSA, K. A polêmica de vozes no discurso da campanha Rasgue o verbo. Ação Midiática – Estudos em Comunicação, Sociedade e Cultura. v. 1, n. 13, p. 117-138, 2017.

DORNELAS, J. Empreendedorismo: transformando ideias em negócios. São Paulo: Empreende Editora, 2021.

GROS, Considerações sobre o neoliberalismo como movimento ideológico internacional. Ensaios FEE, v. 29, n. 2, 2008. Disponível em: <https://revistas.planejamento.rs.gov.br/index.php/ensaios/article/view/2188/2580>. Acesso em: 20 mar. 2023.

HARVEY, D. O neoliberalismo: história e implicações. Trad. Adail Sobral, Maria Stela Gonçalves. São Paulo: Edições Loyola, 2014.

ÍNDIOS em reserva são como animais em zoológico, diz Bolsonaro. G1.com, 2018. Disponível em: <https://g1.globo.com/sp/vale-do-paraiba-regiao/noticia/2018/11/30/indios-em-reservas-sao-como-animais-em-zoologicos-diz-bolsonaro.ghtml>. Acesso em: 18 jun. 2023.

NOVAES, A. A outra margem do Ocidente. São Paulo: Companhia das Letras, 1999;

OLIVEIRA, R. Crianças Yanomami morrem 13 vezes mais por causas evitáveis do que média nacional. Agência Pública, São Paulo, 14 dez. 2023. Disponível em: <https://apublica.org/2022/12/criancas-yanomami-morrem-13-vezes-mais-por-causas-evitaveis-do-que-media-nacional/>. Acesso em 10 abr. 2023.

SETO, G. Yanomami: Governador de RR diz que desnutrição não existe só no estado e defende que indígenas se aculturem. Folha de São Paulo, São Paulo, 29 jan. 2023. Disponível em: <https://www1.folha.uol.com.br/colunas/painel/2023/01/governador-de-rr-diz-que-desnutricao-nao-existe-so-no-estado-e-defende-que-indigenas-se-aculturem.shtml>. Acesso em 27 fev. 2023.

SILVA, M. Os fundamentos do Liberalismo Clássico: A relação entre estado, direito e democracia. Aurora, Marília, n. 9, p. 121-147, dez. 2011. Disponível em: <https://revistas.marilia.unesp.br/index.php/aurora/article/view/1710>. Acesso em 3 mai. 2023.

SOUZA FILHO, C. Da tirania à tolerância: o direito e os índios. São Paulo: Companhia das Letras, 1999.

VOLÓCHINOV, V. Marxismo e filosofia da linguagem: problemas fundamentais do método sociológico no estudo da linguagem. Trad. Sheila Grillo e Ekaterina Vólkova Américo. São Paulo: Editora 34, 2017.

VOLÓCHINOV, V. A palavra na vida e a palavra na poesia. Trad. Sheila Grillo e Ekaterina Vólkova Américo. São Paulo: Editora 34, 2019.

Publicado

2023-11-15

Edição

Seção

Artigos

Como Citar

Dialogismo e valores culturais: sentidos sobre os povos indígenas em uma reportagem jornalística. (2023). Traços De Linguagem - Revista De Estudos Linguísticos, 8(1). https://doi.org/10.30681/2594.9063.2024v8n1id11846

Artigos Semelhantes

1-10 de 75

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.