O livro didático de língua alemã no ensino superior brasileiro: análise de aspectos socioculturais e discursivos

Autores

  • Cristiane Schmidt

DOI:

https://doi.org/10.30681/2594.9063.2017v1n2id2637

Palavras-chave:

Análise do Discurso e Linguística Aplicada, Livro didático de língua alemã, Ensino superior brasileiro, Análise de aspectos socioculturais e discursivos

Resumo

O processo de ensino e aprendizagem de línguas estrangeiras em âmbito institucionalizado remete à pertinência dos materiais didático-pedagógicos. Apesar da centralidade desses recursos, sobretudo do livro didático enquanto elemento institucionalizado nas aulas de línguas estrangeiras, as pesquisas com foco nesses materiais constituem-se incipientes. Considerando isso, o estudo apresenta um panorama do ensino de língua alemã como língua estrangeria em contexto brasileiro de formação docente, com base em dados levantados na pesquisa de Doutorado (UNIOESTE, 2016). Os objetivos visam (i) identificar os aspectos socioculturais presentes em três obras didáticas voltadas para aprendizes iniciantes, destacando em que medida contemplam a realidade linguística e sociocultural de outros contextos e (ii) analisar as vozes de professores/usuários de livros didáticos, no sentido de compreender em que medida seus discursos tem repercussão na constituição e no papel desses materiais. Como fundamentação teórica, o estudo dialoga com os pressupostos da Análise do Discurso e da Linguística Aplicada, estabelecendo relações com o objeto desta investigação. Os resultados evidenciam discursos distintos e similares por parte dos professores participantes da pesquisa. Como vozes discursivas convergentes, destaca-se a necessidade de adaptações nos livros didáticos, para adequação ao contexto sociolinguístico e cultural brasileiros.

Referências

ALMEIDA FILHO, José Carlos Paes de. Codificar conteúdos, processor, e reflexão formadora no material didático para ensino de línguas. In: LOPES PEREIRA, Ariovaldo; GOTTHEIM, Liliana. Materiais didáticos para o ensino de Língua Estrangeira: processos de criação e contextos de uso. Campinas, São Paulo: Mercado de Letras, 2013, p. 13-28.

BAKHTIN, Mikhail. O problema do texto na Linguística, na Filologia e em outras Ciências Humanas. In: ______. Estética da criação verbal. Tradução: Paulo Bezerra. 4. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2003[1979]. p. 307-335.

BOHUNOVSKY, Ruth. O imaginário (colonial) no ensino de alemão como língua estrangeira no Brasil. Trabalhos em Linguística Aplicada, Campinas, n. 44, p. 89-95, 2005.

BOLOGNINI, Carmen Zink. Livro didático: cartão postal do país onde se fala a língua-alvo? - Resenha Crítica. Trabalhos em Linguística Aplicada, Campinas, n. 17, p. 43-56, 1991.

FUNK, Hermann et al. Studio d: Deutsch als Fremdsprache A1. Kursbuch und Arbeitsbuch. München: Cornelsen Verlag, 2013.

GLAS-PETERS, Sabine et al. Menschen: Deutsch als Fremdsprache A1.1. Kursbuch und Arbeitsbuch. Ismaning Hueber Verlag, 2012.

MOITA LOPES, Luiz Paulo da. (Org.). Por uma Linguística Aplicada Indisciplinar. São Paulo: Parábola Editorial, 2006.

MUSSALIM, Fernanda. Análise do Discurso. In: MUSSALIM, Fernanda; BENTES, Anna Cristina (Orgs.). Introdução à linguística: domínios e fronteiras. São Paulo: Cortez, 2006, p. 101-142.

ORLANDI, Eni Puccinelli. Discurso e texto: formulação e circulação de sentidos. Campinas, SP: Pontes Editores, 2008.

______. Análise de Discurso: princípios e procedimentos. Campinas, SP: Pontes Editores, 2002.

PESSOA, Rosane Rocha. O livro didático na perspectiva da formação de professores. Trabalhos em Linguística Aplicada. Campinas, n. 48, p. 53-69, Jan./Jun., 2009.

POSSENTI, Sírio. Teoria do discurso: um caso de múltiplas rupturas. In: MUSSALIM, Fernanda; BENTES, Anna Cristina (Orgs.). Introdução à linguística: domínios e fronteiras. São Paulo: Cortez, 2006, p. 353-392.

RODRIGUES, Marlon Leal. Discurso e metodologia: tensão na análise. Interface da Educ., Paranaíba, v.1, n.1, p. 66-82, 2010.

RÖSLER, Dietmar. Deutsch als Fremdsprache: eine Einführung. Stuttgart: Verlag J.B. Metzler, 2012.

SANDER, Ilse et al. DaF kompakt: Kursbuch und- Übungsbuch A1. Stuttgart: Klett Verlag, 2011.

SILVA, Renato Caixeta da. Estudos recentes em Linguística Aplicada no Brasil a respeito de livros didáticos de língua estrangeria. Revista Brasileira de Linguística Aplicada, Belo Horizonte, v. 10, n. 1, p. 207-226, 2010.

TILIO, Rogério. O papel do livro didático no ensino de língua estrangeira. Revista Eletrônica do Instituto de Humanidades, Campinas, SP, v. VII, n. XXVI, jul./set., p. 117-144, 2008.

UPHOFF, Dörthe. O poder do livro didático e a posição do professor no ensino de alemão como língua estrangeira. Campinas, 2009, 178f. Tese (Doutorado em Estudos da Linguagem) - Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada, Universidade Estadual de Campinas/UNICAMP, Campinas - SP, 2009.

VON BORSTEL, Clarice N. A linguagem sociocultural do Brasildeutsch. São Carlos, SP: Pedro & João Editores, 2011.

Downloads

Publicado

18/12/2017

Como Citar

Schmidt, C. (2017). O livro didático de língua alemã no ensino superior brasileiro: análise de aspectos socioculturais e discursivos. Traços De Linguagem - Revista De Estudos Linguísticos, 1(2). https://doi.org/10.30681/2594.9063.2017v1n2id2637

Edição

Seção

Artigos / Articles