Jornalismo científico na cultura digital: uma análise da influência do meio Revista Galileu

Viviane Sales da Silva

Resumo


RESUMO

O desenvolvimento da tecnologia afeta diretamente as plataformas de comunicação. Estas, por sua vez, influenciam a forma como o conteúdo jornalístico é produzido e veiculado. Neste sentido, este presente trabalho teve como objetivo identificar em que medida o meio tecnológico interfere na produção do jornalismo científico, especialmente, no processo de interação entre o receptor e os meios. Para tanto, empreende-se uma análise de uma versão digital e da página no Facebook da Revista Galileu levando em consideração as premissas do jornalismo científico (SILVA, 2016), e as percepções de Lucia Santaella (2003) e Marshall McLuhan (1995) sobre o efeito do meio na produção do conteúdo. O material analisado permitiu a validação da importância de cada um dos meios na forma como o jornalismo científico é feito.

 

Palavras-chave: meio; mensagem; divulgação; jornalismo científico; Galileu


Palavras-chave


meio; mensagem; divulgação; jornalismo científico; Galileu

Texto completo:

PDF

Referências


BARROS, H. L. “A cidade e a ciência”. In.: CIÊNCIA E PÚBLICO: caminhos da divulgação científica no Brasil. MASSARANI, L.; MOREIRA, I. C.; e BRITO, F. (Orgs). Rio de Janeiro: Casa da Ciência – Centro Cultural de Ciência e Tecnologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Forum de Ciência e Cultura, 2002. (pag. 25 a 41) Disponível em:< http://www.museudavida.fiocruz.br/brasiliana/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=288&sid=28 > Acesso em: 07 de agosto de 2015.

BRAGA, A. McLuhan entre conceitos e aforismos. In.: Revista Alceu, Rio de Janeiro, v. 12, n. 24, p. 48 a 55, janeiro a junho de 2012. Disponível em: . Acesso em: 15 fevereiro de 2017.

BRUNO, Fernanda. MÁQUINAS DE VER, MODOS DE SER: visibilidade e subjetividade nas novas tecnologias de informação e de comunicação. In.: Revista FAMECOS. Porto Alegre, julho 2004, n. 24.

FARO, J. S. Marshall Mcluhan 40 anos depois: a mídia como a lógica

de dois tempos. In.: Revista Fronteiras – estudos midiáticos, São Leopoldo – RS, v. 6, n. 2, p. 57 a 66, julho a dezembro de 2004. Disponível em: . Acesso em: 17 fevereiro de 2017.

MCLUHAN, M. Os meios de comunicação como extensão do homem. Trad. PIGNATARI, Délcio. São Paulo: Editora Cultrix, 1996.

MCLUHAN, M. Visão, som e fúria. Teoria da Cultura de Massa. 7º Ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2005.

MOREIRA, I. C.; MASSARANI, L. Aspectos históricos da divulgação científica no Brasil. In.: CIÊNCIA E PÚBLICO: caminhos da divulgação científica no Brasil. MASSARANI, L.; MOREIRA, I. C.; BRITO, F. (Orgs). Rio de Janeiro: Casa da Ciência – Centro Cultural de Ciência e Tecnologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro, 2002.

SALARELLI, A. Relendo o último capítulo de Understending media. Um tributo a Marshall McLuhan no centenário do seu nascimento. In.: INCID: revista de ciência da informação e documentação, Ribeirão Preto - SP, v. 2, n. 2, p. 3 a 18, julho a dezembro de 2011. Disponível em: < http://www.revistas.usp.br/incid/>. Acesso em: 17 fevereiro de 2017.

SANTAELLA, L. Da cultura das mídias à cibercultura: o advento do pós humano. In.: Revista FAMECOS, Porto Alegre – RS, n. 22, dezembro 2003. Disponível em: < http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistafamecos/index>. Acesso em: 17 fevereiro de 2017.

SILVA, V. S.; COSTA, D. P. Riscos, biopoder e divulgação científica: tecnociência em ação. In.: Congresso de Ciências da Comunicação na Região Centro-Oeste, 19 a 21 maio de 2016, Goiânia-GO. Anais... Goiânia, 2016.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.