Mangá em Cuiabá: Percurso de Mundialização e Consumo

Autores

  • Taís Maria Ueta Secretaria de Comunicação e Multimeios (Secomm) da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

DOI:

https://doi.org/10.30681/rccs.v1i02.815

Palavras-chave:

Comunicação, Cultura contemporânea, mangás

Resumo

A introdução do trabalho traz os conceitos norteadores da pesquisa, como o “capitalismo tardio” de Mandel (1982), hibridação e consumo para se pensar, de Canclini (2003; 2008), mundialização da cultura, de Ortiz (1994; 2000) e a convergência midiática, de Jenkins (2009). 

Biografia do Autor

Taís Maria Ueta, Secretaria de Comunicação e Multimeios (Secomm) da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

Jornalista e Técnica-Administrativa em Educação na Secretaria de Comunicação e Multimeios (Secomm) da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Mestre em Estudos de Cultura Contemporânea pela UFMT. Graduada em Comunicação Social – Habilitação Jornalismo pela UFMT. E-mail: tmueta@gmail.com

Referências

UETA, Taís Marie. Mangá em Cuiabá: Percurso de Mundialização e Consumo. Dissertação (Mestrado em Estudos de Cultura Contemporânea). Universidade Federal de Mato Grosso, Programa de Pós-Graduação em Estudos de Cultura Contemporânea, Universidade Federal de Mato Grosso, Cuiabá, 2013.

Downloads

Publicado

26/09/2015

Como Citar

Ueta, T. M. (2015). Mangá em Cuiabá: Percurso de Mundialização e Consumo. Revista Comunicação, Cultura E Sociedade, 2(02). https://doi.org/10.30681/rccs.v1i02.815