MULHERES: AUXILIAR DE DESENVOLVIMENTO INFANTIL - FRAGILIDADES ESTRUTURAIS E DESAFIOS PARA A INCLUSÃO ESCOLAR DE UMA CRIANÇA AUTISTA

Autores

  • Sandra Luzia GONSALVES
  • Waldinéia Antunes de Alcântara FERREIRA

Resumo

Esta discussão acerca de mulheres como Auxiliares do Desenvolvimento Infantil, de Cáceres-MT, que atua junto à crianças com necessidades especiais com TEA (Transtorno do Espectro Autista). Assim, é um relato acerca da inclusão escolar, educadores/as que atuam junto a criança com TEA, desafios e percepções construídas nas experiências de ADI com criança com TEA. Nessa teia ocorrem fenômenos de negação do gênero feminino em diversos campos sociais, já que são mulheres em grande parte a ocupar esses espaços. Revela ainda desvalorização estrutural/econômica das profissionais que atualmente desenvolvem a função de ADI. Trata-se de um texto reflexivo, baseado na vivência e experiência do cotidiano da sala de aula.
 
Palavras-chave: Educação. Mulheres. ADI. Autismo.

Referências

AGUIAR, Neuma. Patriarcado, Sociedade e Patrimonialismo. Disponível: http://www.scielo.br/pdf/se/v15n2/v15n2a06.pdf. Acesso: 22/04/2019.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Disponível em: https://presrepublica.jusbrasil.com.br. Acesso: 21/04/2019.

CABRAL. Cristiane Soares e MARIN, Angela Helena. Inclusão escolar de crianças com transtorno do espectro autista: uma revisão sistemática da literatura. Educação em Revista Belo Horizonte n.33, 2017. Disponível: http://www.scielo.br/pdf/edur/v33/1982-6621-edur-33-e142079.pdf. Acesso: 24/04/2019.

CÁCERES. Edital de Abertura do Processo Seletivo nº 001/2019. Prefeitura Municipal de Cáceres-2019.

CONTE, Isaura Izabel e RIBEIRO, Marlene MULHERES: a luta por reconhecimento, igualdade e poder. In: PEREIRA, Lisanil da Conceição P.;GRANDO, Beleni Saléte; CUNHA, Tereza; FERREIRA, Waldinéia A. de Alcântara. Mulheres, territórios e identidades: despatriarcalizando e descolonizando conceitos 1ed.- Curitiba: CRV,2018.

JUNIOR, Francisco B Assumpção e PIMENTEL, Ana Cristina M. Autismo infantil. Rev Bras Psiquiatr 2000. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbp/v22s2/3795.pdf. Acesso: 18/04/2019.

LIMA, Camila Rodrigues Neves de Almeida. Gênero, trabalho e cidadania: função igual, tratamento salarial desigual. Revista Estudos Feministas, Florianópolis, 2018. Disponível: http://www.scielo.br/. Acesso: 21/04/2019. SAAD, Andressa Gouveia de Faria e GOLDFELD, Márcia. A ecolalia no desenvolvimento da linguagem de pessoas autistas: uma revisão bibliográfica. PróFono Revista de Atualização Científica. 2009 jul-set;21(3). Disponível: http://www.scielo.br/pdf/pfono/v21n3/13.pdf. Acesso: 24/04/2019.

SILVA. Carmem Virgínia Moraes da. Acompanhamento dos processos de desenvolvimento e aprendizagem das crianças na creche bem-querer: uma proposta de intervenção. In Revista Extensão & Cidadania. Vitória da Conquista v. 3, n. 6 p. 69-81 jul./dez. 2015.

UNDIME. Contratadas como auxiliares de educação infantil, profissionais exercem função de docente. Disponível: https://undime.org.br/noticia/19-02-2018-16-10contratadas-como-auxiliares-de-educacao-infantil-profissionais-exercemfuncao-de-docente. Acesso: 18/04/2019.

Downloads

Publicado

11/05/2019

Como Citar

GONSALVES, S. L., & FERREIRA, W. A. de A. (2019). MULHERES: AUXILIAR DE DESENVOLVIMENTO INFANTIL - FRAGILIDADES ESTRUTURAIS E DESAFIOS PARA A INCLUSÃO ESCOLAR DE UMA CRIANÇA AUTISTA. Revista De Comunicação Científica, 5(1), 57–68. Recuperado de https://periodicos.unemat.br/index.php/rcc/article/view/3667

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>