OS SABERES DA CERIMÔNIA DO BATISMO MBYÁ QUE POSSIBILITAM A INTERCULTURALIDADE CRÍTICA DAS DANÇAS INDÍGENAS DA ESCOLA

Autores

  • Cátia Pereira DUARTE
  • Paula da Silva PIRES
  • Beleni Salete GRANDO

Resumo

A partir das leis governamentais de 2008 para valorizar o respeito à diversidade das culturas brasileiras, professores procuram conhecer o patrimônio material e imaterial dos indígenas a fim de reconstruir suas práticas pedagógicas. Com estímulo das pró-reitorias de Pesquisa, Ensino, Extensão e Comunicação, a realidade de professores de Educação Física do Colégio de Aplicação João XXIII é incomum e é deste lugar que queremos descrever o que aprendemos com os guarani Mbyá da aldeia de Araponga, durante sua cerimônia de batismo, realizada em janeiro de 2019.
 
Palavras-chave: Cerimônias Indígenas. Interculturalidade. Dança Escolar.

Referências

BAPTISTA, Marcela Meneghetti. O Mbyá Reko (modo de ser Guarani) e as políticas públicas na região metropolitana de Porto Alegre: uma discussão sobre o etnodesenvolvimento. 2011. 172 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Rural) – Programa de Pós-graduação em Desenvolvimento Rural. Faculdade de Ciências Econômicas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2011.

CANDAU, Vera Maria (Org.). Didática crítica intercultural: aproximações. Petrópolis, RJ: Vozes, 2012.

FLEURI, Reinaldo Matias (org.). Intercultura e Movimentos Sociais. Florianópolis: MOVER/NUP, 1998.

MARÍN, José. Eurocentrismo, el racismo y interculturalidad em el contexto de la globalización. Revista de Educação Pública, Cuiabá, v. 26, n. 62/2, p. 477-491, maio-ago 2017.

MARTINS, Paulo Henrique. A sociologia de Marcel Mauss: dádiva, simbolismo e associação. Revista Crítica de Ciências Sociais, Coimbra, n. 73, p. 45-66, 2005.

MAUSS, Marcel. Essai sur le don: forme et raison de l’échange dans les sociétés archaïques. In: MAUSS, M. Sociologie et anthropologie, Paris, PUF, 1997 [1950].

PESSOA, Jair de Morais. Saberes e culturas populares nas contradições da culturalização da sociedade. Revista de Educação Pública, Cuiabá, v. 26, n. 62/2, p. 493-508, maio-ago 2017.

Downloads

Publicado

2019-05-11

Como Citar

DUARTE, C. P., PIRES, P. da S., & GRANDO, B. S. (2019). OS SABERES DA CERIMÔNIA DO BATISMO MBYÁ QUE POSSIBILITAM A INTERCULTURALIDADE CRÍTICA DAS DANÇAS INDÍGENAS DA ESCOLA. Revista De Comunicação Científica, 5(1), 143–148. Recuperado de https://periodicos.unemat.br/index.php/rcc/article/view/3674

Edição

Seção

Relatos de Experiências