MANIKUERA: MINGAU SAGRADO DO POVO MUNDURUKU

Autores

  • Maria Valdenize Saú MUNDURUKU
  • Lori Hack de JESUS

Resumo

Este texto é decorrente do projeto de pesquisa em andamento que objetiva trazer o conhecimento e a compreensão dos sentidos fundamentais da alimentação sagrada, a Manikuera, mingau sagrado para nosso povo Munduruku e identificar o que pensam professores e anciãos sobre a participação da escola nessa atividade, através de entrevistas com os mesmos. Compreendemos essa pesquisa necessária para auxiliar no processo de fortalecimento da prática cultural e para compreender como ela contribui para a proximidade dentre os clãs, para manter viva esta prática, isto é, manter vivos os significados dos rituais e seus valores, que podem ser entendidos como patrimônio material e imaterial de valor para nosso povo, destacando sua importância para o fortalecimento de nossa autoafirmação como povo indígena.

Palavras-Chave: Alimento Sagrado, Cultura Munduruku, Práticas Pedagógicas Interculturais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BRASIL . Referencial Curricular Nacional para as Escolas Indígenas (RCNEI).

Ministério da Educação e do Desporto, Secretaria de Educação Fundamental.

Brasília: MEC/SEF, 1998.

FUNAI. Projeto integrado de proteção às populações e terras indígenas da

Amazônia Legal. Cooperação técnica alemã – Deutsche Gesellschaft für technische Zusammenarbeit (Orgs.). Levantamento Etnoecológico Munduruku: Terra Indígena Munduruku. MELO, Juliana; VILLANUEVA, Rosa Elisa. Brasília:

FUNAI/PPTAL/GTZ, 2008.

Recebido: 13/10/2020

Aprovado: 30/03/2021

Publicado: 01/05/2021

Downloads

Publicado

2021-06-18

Como Citar

MUNDURUKU, M. V. S., & JESUS, L. H. de. (2021). MANIKUERA: MINGAU SAGRADO DO POVO MUNDURUKU. Revista De Comunicação Científica, 8(1), 114–121. Recuperado de https://periodicos.unemat.br/index.php/rcc/article/view/5557

Edição

Seção

Artigos