A concordância verbal em textos produzidos por alunos do ensino médio da cidade de Garanhuns-PE

Autores

DOI:

https://doi.org/10.30681/2594.9063.2020v4n2id5039

Resumo

O presente artigo tem por objetivo analisar o fenômeno da concordância verbal (CV) em textos produzidos por alunos do ensino médio de uma escola pública da cidade de Garanhuns-PE. Para tanto, baseamo-nos no modelo teórico-metodológico da Sociolinguística Variacionista (LABOV, 2008 [1972]). Nosso corpus é constituído por 1349 ocorrências do fenômeno da CV (os meninos saiu / os meninos saíram), retirado de 156 textos escritos por estudantes dos 1º, 2º e 3º anos da escola selecionada. Verificamos que há variação da CV na escrita da comunidade em questão, porém a variante aplicação da regra normativa (os meninos saíram) é a mais usada e ocorre devido à posição do sujeito, distância entre sujeito e verbo e a natureza do sujeito.

Biografia do Autor

Rafael Bezerra de Lima, Universidade Federal do Agreste de Pernambuco

Professor Associado da Universidade Federal do Agreste de Pernambuco. Atua na graduação do curso de Letras e no Mestrado Profissional em Letras - PROFLETRAS.

Elionay Araújo dos Santos, Secretaria de Educação de Pernambuco

Professora de língua portuguesa - Secretaria de Educação de Jaboatão dos Guararapes e professora de língua portuguesa - Secretaria de Educação de Pernambuco - Recife. Tem experiência na área de Linguística, com ênfase em Linguística, atuando principalmente nos seguintes temas: concordância verbal, variação, produções escritas, sociolinguística variacionista

Referências

ALMEIDA, G. S. ANTONINO, V. A concordância verbal de terceira pessoa do plural em produções escritas de estudantes universitários. Revista Diadorim, Rio de Janeiro, v. 8, n. 1, p. 1-22, jun. 2011. Disponível em <https://revistas.ufrj.br/index.php/diadorim/article/view/7972/15702>. Acesso em: 25 mar. 2013.

ALMEIDA, N. M. Gramática metódica da língua portuguesa. 44. ed. São Paulo: Saraiva, 1999.

LABOV, W. Padrões sociolinguísticos. Trad. Marcos Bagno, Maria Marta Pereira Scherre e Caroline Rodrigues Cardoso. São Paulo: Parábola, 2008[1972].

LUCCHESI, D. ARAÚJO, S. A teoria da variação linguística.. Blog Vertentes do Português Popular do Estado da Bahia. Salvador, 2013. Disponível em: <http://www.vertentes.ufba.br/a-teoria-da-variacao-linguistica>. Acesso em: 22 mar. 2013.

MOLLICA, M. C. Fundamentação teórica: conceituação e delimitação. In.: MOLLICA, M. C.; BRAGA, M. L. (orgs.). Introdução à Sociolinguística: o tratamento da variação. São Paulo: Contexto, p. 9-14, 2003.

MONGUILHOTT, I. de O. e S. Variação na concordância verbal de terceira pessoa do plural no PB e no PE. Anais do IX Encontro do CELSUL. Palhoça, SC, out. 2010. Universidade do Sul de Santa Catarina.

MOURA, D. O tratamento das variantes padrão e não-padrão na sala de aula. In: MOURA, D. (org). Leitura e escrita: a competência comunicativa. Maceió: EDUFAL, 2007. p. 11-26.

NARO, A. J.; SCHERRE, M. M. P. “A relação verbo / sujeito: o efeito máscara do que relativo”. In: H ORA, D.; COLLISCH ONN, G. Teoria linguística: fonologia e outros temas. João Pessoa: Editora Universitária, 2003. pp. 383-401.

NARO, A. J.; SCHERRE, M. M. P. Origens do português brasileiro. São Paulo: Parábola Editorial, 2007.

RODRIGUES, A. C. S. A concordância verbal no português popular em São Paulo. 1987. Tese (Doutorado) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, USP, São Paulo, 1987.

SANTOS, R. L. de A. A metodologia da pesquisa em sociolinguística variacionista. Revista Espaço Acadêmico, nº 97, p. 68-71, jun. 2009. Disponível em: <http://www.periodicos.uem.br/ojs/index.php/EspacoAcademico/article/view/7098>. Acesso em: 05 maio 2013.

SANTOS, R. L. de A. A escolaridade e a concordância verbal na escrita de menores carentes que vivem em entidades filantrópicas na cidade de Maceió. 2013. Tese (Doutorado em Letras e Linguística: Linguística) – Universidade Federal de Alagoas. Faculdade de Letras. Maceió, 2013.

SANTOS, E. A. dos. A variação da concordância verbal em textos produzidos por alunos do Ensino Médio da cidade de Garanhuns-PE. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso – Universidade Federal Rural de Pernambuco, Unidade Acadêmica de Garanhuns. Garanhuns-PE, 2013.

TARALLO, Fernando. A pesquisa sociolinguística. São Paulo: Ática, 1986.

VIEIRA, S. R. Os aspectos da concordância verbal em dialetos populares. Anais do I Encontro Nacional sobre Língua Falada e Ensino. Universidade de Alagoas. Coordenação de Mestrado em Letras. Maceió, EDUFAL, 1995. p. 323-327.

Publicado

14/05/2021

Como Citar

de Lima, R. B., & dos Santos, E. A. (2021). A concordância verbal em textos produzidos por alunos do ensino médio da cidade de Garanhuns-PE. Traços De Linguagem - Revista De Estudos Linguísticos, 4(2). https://doi.org/10.30681/2594.9063.2020v4n2id5039