FAÇAMOS DIFERENTE: Experiências didáticas na disciplina “Ética e Legislação Jornalística” em cursos de Jornalismo no Estado de Mato Grosso

Autores

  • Rafael Rodrigues Lourenço Marques Universidade do Estado de Mato Grosso

DOI:

https://doi.org/10.30681/rccs.v9i1.3826

Palavras-chave:

Jornalismo, Ensino do Jornalismo.

Resumo

As experiências didáticas narradas a seguir – híbridas, e que em certo sentido apontam para ineditismos em sua arena de atuação – se orientam pelo entendimento de que o jornalismo corresponde a um método de percepção e narração da realidade, conectado ao interesse público, demarcado por códigos deontológicos e modos de fazer burilados ao longo de 400 anos.Trata-se de uma pesquisa desenvolvida entre as experiências na disciplina de Ética e Legistação Jornalística em cursos de Jornalismo de Mato Grosso.

Biografia do Autor

Rafael Rodrigues Lourenço Marques, Universidade do Estado de Mato Grosso

Mestre em Educação pela Universidade Federal de Mato Grosso (2010), na linha de pesquisa Cultura, Memória e Teorias em Educação, junto ao Grupo de Pesquisas em Educação e Psicologia - GPEP. É graduado em Comunicação Social - habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal de Mato Grosso (2008). Durante a graduação foi bolsista de Iniciação Científica - PIBIC - junto ao Grupo de Pesquisa em Educação, Subjetividade e Psicanálise - GPESP e colaborador do NIEVCI - Núcleo Interinstitucional de Estudos da Violência e da Cidadania. Atua interdisciplinarmente nos campos da Educação e Comunicação. Estuda e investiga os seguintes temas: Teorias da Comunicação, Teoria das Representações Sociais - TRS -, Ética jornalística e sensacionalismo. É Professor Assistente da cadeira de Teorias da Comunicação da Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT) e coordena o projeto OBJOR-MT (Observatório da Ética Jornalística em Mato Grosso).

Referências

ALVES, Rubem. Conversas sobre educação. Campinas: São Paulo, 2003.

ARANHA, Maria Lúcia de Arruda. Filosofando: introdução à filosofia. São Paulo: Moderna, 1993.

CHAUÍ, Marilene. Convite à filosofia. São Paulo: Ática, 2000.

CHRISTOFOLETTI, Rogério. Ética no Jornalismo. São Paulo: Contexto, 2008.

FENAJ. Código de Ética dos Jornalistas do Brasil, 2007.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

FIRMO, Yandra. O psicodrama: Uma estratégia contra o racismo. (Dissertação de Mestrado). Cuiabá: PPGE/UFMT, 2010.

GIL, Antônio Carlos. Didática do Ensino Superior. São Paulo: Atlas, 2010.

KARAM, Francisco José. A ética Jornalística e o interesse público. São Paulo: Summus, 2004.

KOTSCHO, Ricardo. A prática da reportagem. São Paulo: Ática, 2005.

LIBÂNEO, José Carlos. Didática. São Paulo: Cortez, 1990.

MASETTO, Marcos T. Docência universitária: repensando a aula. In: TEODORO, Antônio. Ensinar e aprender no ensino superior: por uma epistemologia pela curiosidade da formação universitária. Cortez: Mackenzie, 2003.

MIZUKAMI, Maria da Graça Nicoletti. Ensino-aprendizagem: as abordagens do processo. São Paulo: EPU, 1985.

PEREIRA JUNIOR, Luiz Costa. Guia para a edição jornalística. Petrópolis: Vozes, 2006.

RABAÇA, Carlos Alberto; BARBOSA, Gustavo. Dicionário de comunicação. Rio de Janeiro: Campus, 2002.

SAYÃO, Rosely; AQUINO, Julio Groppa. Em defesa da escola. Campinas: Papirus. 2004.

SILVA, Junio Garcia da. Por amor às causas perdidas. O Jornaleiro, Alta Floresta, p. 2, set. 2015.

TÓFOLI, Luciene. Ética no jornalismo. Petrópolis: Vozes, 2008.

VIEIRA JÚNIOR, Antônio. Uma pedagogia para o jornal-laboratório. Tese de doutorado. São Paulo: USPECA, 2002.

Downloads

Publicado

10/09/2019

Como Citar

Marques, R. R. L. (2019). FAÇAMOS DIFERENTE: Experiências didáticas na disciplina “Ética e Legislação Jornalística” em cursos de Jornalismo no Estado de Mato Grosso. Revista Comunicação, Cultura E Sociedade, 6(1), 24–37. https://doi.org/10.30681/rccs.v9i1.3826