Comunicação, Consumo e a Neutralização das Negatividades

Visualizações: 58

Autores

DOI:

https://doi.org/10.30681/rccs.v10i2.4261

Palavras-chave:

Comunicação, Consumo, Alteridade, Negatividades, Naturalização.

Resumo

Pretende-se nesse artigo observar como a comunicação tem influenciado a neutralização das negatividades e o fim das alteridades na Pós-modernidade, de acordo com Byung-Chul Han. Além disso busca-se apresentar como esse processo se dá através de estratégias de saturação, contradição, absorção, e naturalização no discurso do consumo. Esse fenômeno foi analisado pelo viés da naturalização das ideologias de Roland Barthes, e pela visão da antropologia do consumo de Grant McCracken. Partindo do desenvolvimento desses conceitos, dando continuidade às pesquisas da relação entre Pós-modernidade, meios de comunicação, e sociedade será utilizado um método híbrido de análise dos fenômenos relativos às ciências da comunicação, o qual se fundamenta nas visões de três autores: Marshall Mcluhan e a Teoria dos Meios; Michael Foucault e sua Arqueologia do Saber;  Giorgio Agamben  e seu método baseado na relação entre paradigma, arqueologia e as assinaturas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Patricio Dugnani, Universidade Presbiteriana Mackenzie

Doutor em Comunicação e Semiótica PUC/SP, Mestre em Comunicação e Semiótica PUC/SP e Bacharel em Artes Plásticas pela Unesp. Professor nas áreas de Comunicação e Artes da Universidade Presbiteriana Mackenzie. Professor de Artes do Colégio Giordano Bruno. Pesquisador do Grupo de pesquisa Observatório da Imagem e pesquisador no grupo de pesquisa (CNPQ) Linguagem, sociedade e identidade: estudos sobre a mídia, da Universidade Presbiteriana Mackenzie. Autor e Ilustrador com os seguintes livros publicados: A Herança Simbólica na Azulejaria Barroca (2012).  O Livro dos Labirintos (2004). Ovelhas e Lobos (2002), Beleléu (2003/ PNLD 2004), O Seu Lugar (2005/ PNLD 2006), Um Mundo Melhor (2006), Beleléu e os Números (2009), Beleléu e as Cores (2010), Beleléu e as Formas (2011), Beleléu e as Palavras (2014). Pesquisador e Autor de artigos científicos das áreas de Comunicação, Sociologia Aplicada, Artes e Semiótica.

Globalização e Desglobalização: Outro Dilema da Pós-Modernidade. Revista Famecos, 2018.

Comunicação e Consumo: A Estetização da Diversidade e a Neutralização da Alteridade. 2018.

 Internet, espetáculo e vigilância: relações de segurança e o direito ao esquecimento. Revista Alceu, 2018.

Da Qualidade a Representação: A Imagem para Manguel, Santaella e Noth. Semeiosis: semiótica e transdisciplinaridade em revista, 2018.

Dr. Who e a Metáfora do Sujeito Pós-Moderno, 2018.

Referências

ADORNO, T. e HORKHEIMER, M. Indústria Cultural: O Iluminismo como mistificação das Massas. (in) LIMA, L. C. Teorias da Cultura de Massa. São Paulo: Paz & Terra, 2000.

AGAMBEN, Giorgio. Signatura rerum. São Paulo: Boitempo, 2019.

BARTHES, R. Mitologias. Rio de Janeiro: Bertrand, 1999.

FOUCAULT, M. As Palavras e as Coisas. São Paulo: Martins Fontes, 1990.

HALL, S. A Identidade Cultural na Pós-modernidade. Rio de Janeiro: DP&A, 1990.

HAN, B. Sociedade do Cansaço. Petropolis: Vozes, 2015.

MATTELART, A. e MATTELART M. História das teorias da Comunicação. São Paulo: Loyola, 1999.

MCCRACKEN, G. Cultura e Consumo: Novas Abordagens ao Caráter Simbólico dos Bens de Consumo. Rio de Janeiro: Mauad, 2003.

MCCRACKEN, G. Cultura e Consumo: Uma Explicação Teórica da Estrutura e do Movimento do Significado Cultural dos Bens de Consumo. http://www.scielo.br/pdf/rae/v47n1/a14v47n1.pdf. Jan/ Mar, 2007. Acessado em 2018.

STRINATI, D. Cultura Popular. São Paulo: Hedra, 1999.

Vídeos

ITAÚ CULTURAL. Cildo Meireles: Gramática do Objeto – Investigações. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=GcmL1RT3QtM. Disponibilizado em 10/03/2009. Acessado em: 17/03/2017.

Downloads

Publicado

2020-05-14

Como Citar

Dugnani, P. (2020). Comunicação, Consumo e a Neutralização das Negatividades. Revista Comunicação, Cultura E Sociedade, 6(2), 136–151. https://doi.org/10.30681/rccs.v10i2.4261