O olhar da revista ciência hoje das crianças para o museu nacional: contribuições para a divulgação científica

Autores

  • Astréa Gomes Castro Instituto de Biodiversidade e Sustentabilidade, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Campus Macaé
  • Raíssa Soares de Oliveira da Silva Instituto de Biodiversidade e Sustentabilidade, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Campus Macaé
  • Paula Alvarez Abreu Instituto de Biodiversidade e Sustentabilidade, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Campus Macaé https://orcid.org/0000-0003-2204-3012

DOI:

https://doi.org/10.30681/rccs.v10i2.4295

Palavras-chave:

Divulgação Científica, Museu Nacional, Crianças, Revista, Ciência

Resumo

Museus são espaços não formais de educação, que proporcionam aprendizagem e divulgação científica. Neste trabalho avaliou-se de que forma a Revista Ciência Hoje da Criança (CHC) retratou o Museu Nacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro na sua versão online. Foram analisados os temas abordados nas matérias e como foram apresentadas ao público infantil. A busca resultou em 42 matérias sobre o Museu Nacional, algumas abordavam o acervo enquanto outras eram relacionadas à pesquisa. Observou-se características de textos de divulgação científica como a presença de imagens, títulos interrogativos para despertar a curiosidade do leitor. A Paleontologia foi um assunto constante nas matérias, principalmente dinossauros. Estes achados parecem estar de acordo com o imaginário da população sobre os museus que geralmente aparecem associados a temas nesta área. Por fim, destaca-se a importância da divulgação científica sobre museus ao público infantil, o que pode ajudar a despertar o interesse pelas ciências.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Astréa Gomes Castro, Instituto de Biodiversidade e Sustentabilidade, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Campus Macaé
    Possui graduação em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade Federal Fluminense (1986). Atualmente é técnico em audiovisual da Universidade Federal do Rio de Janeiro e mestranda no Programa de Pós Graduação em Ciências Ambientais e Conservação também na UFRJ, com o projeto PRESERVAÇÃO DO PECADO: CONFLITOS E CONFRONTOS NUMA PRAIA EM MACAÉ - RJ. Tem experiência em redação oficial e jornalistica; locução; apresentação e organização de eventos; cerimonial universitário; estudos na área de Confrontos e Conflitos com ênfase em Ciências Ambientais, atuando principalmente nos seguintes temas: memória cultural, ecologia histórica, áreas verdes urbanas, racionalidade ambiental.
  • Raíssa Soares de Oliveira da Silva, Instituto de Biodiversidade e Sustentabilidade, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Campus Macaé
    Possui graduação em Farmácia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, campus Macaé - Professor Aluísio Teixeira (2019). Mestrando no Programa de Pós-graduação em Produtos Bioativos e Biociência (PPGProdBio) seguindo a linha de pesquisa: Preparo, caracterização e atividade antimicrobiana de filmes de quitosana contendo nanopartículas de argila modificada com polieletrólitos
  • Paula Alvarez Abreu, Instituto de Biodiversidade e Sustentabilidade, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Campus Macaé
    Professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Doutora em Neurociências e possui graduação em Farmácia pela Universidade Federal Fluminense. Tem projetos na área de  desenvolvimento e análise de novas ferramentas para ensino de Ciências e divulgação científica em saúde em uma perspectiva interdisciplinar e de inclusão.

Referências

ALMEIDA, S. A.; GIORDAN, M. A revista Ciência Hoje das Crianças no letramento escolar: a retextualização de artigos de divulgação científica. Revista Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 40, n. 4, p. 999-1014, 2014.

ALMEIDA, S. A.; LIMA, M. E. C. C. Cientistas em revista: Einstein, Darwin e Marie Curie na Ciência Hoje das Crianças. Ensaio, Belo Horizonte, v. 18, n. 2, p. 29-27, 2016.

BASTOS, A. S. Museu: um espaço de aprendizagem e formação na terceira idade. 38ª Reunião Nacional da ANPEd Maranhão, 2017.

BUENO, W. C. Comunicação científica e divulgação científica: aproximações e rupturas conceituais. Inf. Inf., Londrina, v. 15, n. esp, p. 1-12, 2010.

CAZELLI, S. Alfabetização científica e os museus interativos de ciência. Dissertação (Mestrado). Departamento de Educação PUC/RJ, Rio de Janeiro, 1992.

CENTRO DE GESTÃO E ESTUDOS ESTUDOS ESTRATÉGICOS - CGEE. Percepção pública da C&T no Brasil. Resumo executivo, Brasília, 2019.

CHAGAS, M. S.; STUDATR, D. C.; VIEIRA, A. C. M.; FARIA, A. C. G.; AMARAL, A. L. COSTA, P. N. SOARES, N. F. Museus e Público Jovem: perceoções e Receptividades. Museologia e patrimônio, v. 3 n. 1, 2010.

FERREIRA, M. G.; BESEN, B. L.; UBINSKI, J. A. da S.; STRIEDER, D. M. Análise Dos Textos De Educação Ambiental Presentes Na Revista Ciência Hoje Das Crianças No Ano de 2016. XIII Congresso Nacional de Educação, ISSN 2176-1396, 2017.

FRAGA, F. B. F. F.; ROSA, R., T. D. Microbiologia na revista Ciência Hoje das Crianças: análise de textos de divulgação científica. Ciênc. educ., Bauru, v. 21, n. 1, p. 199-218, 2015.

GIORDAN, M.; MASSI, L. A revista Ciência Hoje das Crianças e o encaminhamento para carreiras científicas: uma análise do cronotopo da seção “Eu li, eu leio”. Ciênc. educ. Bauru, v. 25, n. 4, p. 927-944, 2019.

GONH, M. G. Educação não-formal e cultura política. 4. ed. São Paulo: Cortez, 2008.

G1- GLOBO. Museu Nacional inaugura primeira exposição após incêndio que destruiu acervo no ano passado. Rio de Janeiro, 16 jan. 2019. Disponível em: https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/noticia/2019/01/16/museu-nacional-inaugura-primeira-exposicao-apos-incendio-que-destruiu-acervo-no-ano-passado.ghtml. Acesso em: 06 fev. 2020.

INSTITUTO CIÊNCIAS HOJE. Ciências Hoje das Crianças (CHC), c2018. Disponível em: <http://chc.org.br/sobre-a-chc/>. Acesso em: 20 de dez. 2019.

KELLNER, A. W. A. Apresentação: para onde caminha a paleontologia brasileira?. Cienc. Cult., São Paulo , v. 67, n. 4, p. 20-24, 2015a.

KELLNER, A. W. A. Museus e a divulgação científica no campo da paleontologia, Anuário do Instituto de Geociências - UFRJ, v. 28, n. 1, p. 116-130, 2005.

KELLNER, A. W. A. Problemas no mundo jurássico. Ciência Hoje, v. 55, n. 329, p. 52-53, 2015b.

LIMA, F. J.; BANTIM, R. A. M. Introdução ao estudo dos fósseis e os processos envolvidos em sua preservação. Sayão, J. M. (ed.). Fósseis do litoral norte de Pernambuco: evidências da extinção dos dinossauros. Gráfica Provisual, Recife, 96p., 2013.

LORENZETTI, L.; DELIZOICOV, D. Alfabetização Científica no contexto das séries iniciais. ENSAIO- Pesquisa em Educação em Ciências, v. 3, n. 1, 2001.

LOUREIRO, J. M. M. Museu de ciência, divulgação científica e hegemonia. Ci. Inf., Brasília, v. 32, n. 1, p. 88-95, 2003.

MASSARANI, L. Ciência e criança: a divulgação científica para o público infant-juvenil. Massarani, Luisa (ed.) Rio de Janeiro: Museu da Vida / Casa de Oswaldo Cruz / Fiocruz, 2008. Disponível em: https://books.google.com.br/books?id=Zu34OkOSVdoC&printsec=frontcover&dq=divulga%C3%A7%C3%A3o+cient%C3%ADfica+para+crian%C3%A7as&hl=pt-BR&sa=X&ved=0ahUKEwjz853ZsYHfAhVGkZAKHZUXBrUQ6AEIKTAA#v=onepage&q=divulga%C3%A7%C3%A3o%20cient%C3%ADfica%20para%20crian%C3%A7as&f=false. Acesso em: 06 dez. 2018.

MELLIS, F. Verbas repassadas para o Museu Nacional despencaram desde 2013. R7. Rio de Janeiro, set. 2018. Disponível em: https://noticias.r7.com/brasil/verbas-repassadas-para-o-museu-nacional-despencaram-desde-2013-04092018. Acesso em: 30 nov. 2018.

MUSEU NACIONAL. Guia de visitação ao museu. Rio de Janeiro, 2020. Disponível em: http://www.museunacional.ufrj.br/guiaMN/. Acesso em: 05 fev. 2020.

MUSEU NACIONAL. Museu Nacional/UFRJ, c2019. Disponível em: http://www.museunacional.ufrj.br/dir/pesquisa/index.html. Acesso em: 20 dez. 2019.

MUSEU NACIONAL. 200 anos do Museu Nacional. Organizadora: Débora de Oliveira Pires, 1. ed. Rio de Janeiro: Associação Amigos do Museu Nacional, 2017. Disponível em: http://www.museunacional.ufrj.br/200_anos/doc/200_anos_do_Museu_Nacional.pdf. Acesso em: 06 dez. 2018.

PIVETA, M. Alexander Wihelm Armin Kellner: Nas asas do passado. Revista FAPESP, v. 232, 2015. Disponível em: https://revistapesquisa.fapesp.br/2015/06/16/alexander-wilhelm-armin-kellner-nas-assas-do-passado/. Acesso em: 04 fev. 2020.

QUEIROZ, R. M.; TEIXEIRA, H. B.; VELOSO, A. S.; TÉRAN, A. F.; QUEIROZ, A. G. A caracterização dos espaços não formais de educação científica para o ensino de ciências. Rev. ARETÉ, Manaus, v. 4, n. 7, p. 12-23, 2011.

ROJO, R. O letramento escolar e os textos da divulgação científica – A apropriação dos gêneros de discurso na escola. LemD, v. 8, n. 3, p. 581-612, 2008.

SENADO FEDERAL. Glossário, 2019. Disponível em: https://www12.senado.leg.br/manualdecomunicacao/glossario/lead. Acesso em: 15 dez. 2019.

SILVA, L. L.; PIMENTEL, N. L.; TERRAZZAN, E. A. As analogias na revista de divulgação científica. Ciência Hoje da Criança. Revista Ciência & Educação, v. 17, n. 1, p.163-181, 2011.

SILVEIRA, D. Incêndio que destruiu o Museu Nacional começou no ar-condicionado do auditório, diz laudo da PF. G1 Rio. Disponível em: https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/noticia/2019/04/04/policia-federal-divulga-laudo-de-incendio-que-destruiu-o-museu-nacional-no-rio.ghtml. Acessso em: 20 dez. 2019.

TEIXEIRA, D. T. Uma análise da ciência e tecnologia como pauta de jornais de Mato Grosso. Revista comunicação cultura e sociedade, n. 7, v. 7, 2016/2017.

TOROK, S. Falar de ciência para crianças: algumas dicas. Ciência e criança: a divulgação científica para o público infant-juvenil. Massarani, Luisa (ed.) Rio de Janeiro: Museu da Vida / Casa de Oswaldo Cruz / Fiocruz, 2008. Disponível em: https://books.google.com.br/books?id=Zu34OkOSVdoC&printsec=frontcover&dq=divulga%C3%A7%C3%A3o+cient%C3%ADfica+para+crian%C3%A7as&hl=pt-BR&sa=X&ved=0ahUKEwjz853ZsYHfAhVGkZAKHZUXBrUQ6AEIKTAA#v=onepage&q=divulga%C3%A7%C3%A3o%20cient%C3%ADfica%20para%20crian%C3%A7as&f=false. Acesso em: 01 dez. 2018.

VEIGA, P. Museu Nacional, um lugar feito de gente. Reportagem do Boletim Eletrônico Conexão UFRJ, Ed. 15, 2018. Distribuído em: 10 jan. 19.

VIEIRA, A. C. M.; NOVAES, M. G. L.; MATOS, J. da S.; FARIA, A. C. G.; MACHADO, D. M. da C.; PONCIANO L. C. M. de O. A Contribuição dos Museus para a Institucionalização e Difusão da Paleontologia. Anuário do Instituto de Geociências –Universidade Federal do Rio de Janeiro, v. 30 -1, p. 158-167, 2007.

VIEIRA, V.; BIANCONI, M. L. A importância do Museu Nacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro para o ensino não-formal de ciências. Ciências & Cognição, v. 11, p. 21-36, 2007.

Downloads

Publicado

2020-05-14

Como Citar

O olhar da revista ciência hoje das crianças para o museu nacional: contribuições para a divulgação científica. (2020). Revista Comunicação, Cultura E Sociedade, 6(2), 098-116. https://doi.org/10.30681/rccs.v10i2.4295

Artigos Semelhantes

1-10 de 56

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.