Abril Despedaçado e sua rede de interlocução com a realidade de Alto Araguaia (MT): uma análise do cinema enquanto interface social

Autores

  • Ulisflávio Evangelista Evangelista Universidade do Estado de Mato Grosso

DOI:

https://doi.org/10.30681/rccs.v3i3.69

Palavras-chave:

Comunicação, Cinema, Estudos Culturais, Projeto ArtSet, Filme Abril Despedaçado

Resumo

O presente trabalho debate o cinema enquanto interface social e interlocutora de saberes, tendo por recorte a experiência vivenciada por professores e alunos durante o desenvolvimento de mais um módulo do projeto de extensão ArtSet, do qual foi exibido para a comunidade o filme nacional Abril Despedaçado (2001), dirigido por Walter Salles. Fazendo referência aos estudos culturais em interseção com o pensamento comunicacional, a discussão a priori enfatiza o aspecto cultural e social na exibição e discussão cinematográfica, ao propor um olhar crítico acerca das aproximações e dessemelhanças entre a ecologia simbólica do filme e o imagético social local, mas, principalmente, enfocando a relação do cinema em um projeto extensionista sob a finalidade de romper com os históricos muros existentes entre a universidade e a sociedade. Busca-se uma costura ponderada de ambas narrativas, de modo a sugerir agenciamentos potenciais que se emergem no constante transitar da ficção e a realidade.

Biografia do Autor

Ulisflávio Evangelista Evangelista, Universidade do Estado de Mato Grosso

Professor Assistente do Curso de Comunicação Social , habilitação Jornalismo, |  Jornalismo do campus Alto Araguaia da Universidade do Estado de Mato Grosso - Unemat. Coordenador do projeto Artset - Comunicação Social

Referências

BURCHER, Pedro. Abril Despedaçado [história de um filme]. São Paulo: Companhia das Letras, 2002.

DA SILVA, Tomaz Tadeu (org.). O que é afinal, estudos culturais? Belo Horizonte: Autêntica, 2006.

EVANGELISTA. Ulisflávio. A distinção entre filmes ficcionais e não ficcionais: O documentário como representação da realidade. Disponível em: http://www.recantodasletras.com.br/artigos/992779. Acesso em 19 de Julho de 2014.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido, 17. ed. Rio de Janeiro, Paz e Terra,. 1987.

KELLNER, Douglas. A cultura da mídia – estudos culturais: identidade e política entre o moderno e o pós-moderno. Bauru, SP: EDUSC, 2001.

KEMP, Philip. Tudo sobre cinema. Rio de Janeiro: Sextante, 2011.

NICHOLS, Bill. Introdução ao documentário. Campinas, SP: Papirus, 2005.

RITTAUD-HUTINET, Jacques. Os irmãos Lumière: a invenção do cinema. São Paulo: Scritta, 1995.

TURNER, Graeme. Cinema como prática social. São Paulo: Summus, 1997.

Downloads

Publicado

15/09/2014

Como Citar

Evangelista, U. E. (2014). Abril Despedaçado e sua rede de interlocução com a realidade de Alto Araguaia (MT): uma análise do cinema enquanto interface social. Revista Comunicação, Cultura E Sociedade, 2(1). https://doi.org/10.30681/rccs.v3i3.69