EXPOSIÇÃO DE BRINQUEDOS COMO POSSIBILIDADE DE APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA

Autores

  • Karina Santiago de Assis
  • Silvia Maria dos Santos Stering
  • Eliete Borges Lopes

Palavras-chave:

Brinquedo. Artesanato. Exposição de artes.

Resumo

A exposição Brinquedos do Brasil consiste em um projeto realizado pelo SESC - Serviço Social do Comércio via Departamento Nacional, com o objetivo de incentivar o brincar a partir das memórias afetivas e dos brinquedos artesanais existentes em cada estado brasileiro. A exposição construiu um cenário de provocação sensorial, ao tornar visível o quanto interessante é no fazer diário, estimular o brincar com espigas de milhos, pedaços de madeira, borrachas de reaproveitamento, latinhas de alumínio
no lugar de carrinhos industriais com moldes prontos e modelos iguais para diversos países.

Referências

BARBOSA, Ana Mae. A imagem no ensino da arte: anos de 1980 e novos tempos. São Paulo: Perspectiva, 2009.

BOGDAN, Robert; BIKLEN, Sari. Investigação Qualitativa em educação: uma introdução à teoria e aos métodos. Porto, Portugal: Porto Ed., Coleção Ciências da Educação, 1994.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular – segunda versão. Brasília: MEC, 2016.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Brasília, 2018.

BRASIL. Decreto-Lei n° 9.853 de 13 de setembro de 1946. Atribui a Confederação Nacional do Comércio o encargo de criar e organizar o Serviço Social do Comércio e dá outras providências. Brasília, 1946.

FISCHER, Ernst. A necessidade da arte. Tradução Leandro Konder. 9. ed. Rio de Janeiro: LTC, 1987

GADOTTI, Moacir. Educação popular, educação social, educação comunitária conceitos e práticas diversas, cimentadas por uma causa comum. In: CONGRESSO INTERNACIONAL DE PEDAGOGIA SOCIAL, 2012. Anais...

Disponível em: <http://www.proceedings.scielo.br/pdf/cips/n4v2/13.pdf>. Acesso em: 23 mai. 2021.

GIL, Antonio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2008, P. 28.

LAKATOS, Maria Eva. MARCONI, Maria de Andrade. Metodologia do Trabalho Científico. 4 ed/. São PAulo. Revista e Ampliada. Atlas, 1992.

LÜDKE, M., ANDRÉ, M. E. C. A. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 1986.

SESC. Departamento Nacional. Brinquedos do Brasil: invenções de muitas mãos. Rio de Janeiro: Sesc, Departamento Nacional, 2018.

Downloads

Publicado

2022-02-16

Como Citar

Santiago de Assis, K., Maria dos Santos Stering, S., & Borges Lopes, E. (2022). EXPOSIÇÃO DE BRINQUEDOS COMO POSSIBILIDADE DE APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA. Revista De Comunicação Científica, 10(1), 27–38. Recuperado de https://periodicos.unemat.br/index.php/rcc/article/view/6083