A FORMAÇÃO DAS CIDADES DA SOJA NA AMAZÔNIA MATO-GROSSENSE: ENTRE O IMAGINÁRIO DESENVOLVIMENTISTA, A DESIGUALDADE E OS IMPACTOS AMBIENTAIS

Autores

  • Suellen Cerqueira da Anunciação de Souza

Palavras-chave:

Primavera do Leste – MT. Cidades da soja. Gentrificação.

Resumo

Com um rápido crescimento urbano, pautado no agronegócio, Primavera do Leste - MT ostenta a imagem de cidade moderna, com elevada qualidade de vida só que na pratica a cidade apresenta desiqualdade social. Este artigo objetiva refletir sobre as consequências sociais dos modelos de desenvolvimento do agronegócio inserido no modo capitalista de produção. Os resultados obtidos demonstram que os altos valores imobiliários e o alto índice de gentrificação no município têm levado ao surgimento de um fosso de desigualdade.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Referências

ABREU, Rafael Assumpção de. A boa sociedade: história e interpretação sobre a colonização no norte de Mato Grosso durante a Ditadura Militar. 2015. Tese (Doutorado em Ciência Política) – Instituto de Estudos Sociais e Políticos, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, 2015.

ALCÂNTARA, Willian & FIORAVANTI, Livia. (2018). O agronegócio globalizado no Sudeste Mato-Grossense: o caso de Primavera do Leste. In Revista Acadêmica do IFMT Primavera do Leste. 1. 10.29327/medius.3.

BACZKO. B. Imaginação social. In: Enciclopédia Einaudi. Antropos-Homem. Lisboa: Imprensa Nacional, Casa da Moeda, 1985.

BECKER, Bertha K. Significância contemporânea da fronteira: uma interpretação geopolítica a partir da Amazônia Brasileira. Fronteiras. Brasília: Editora UnB, 1988.

CASTRO, Edna Maria Ramos de et al. Territórios em transformação na Amazônia: saberes, rupturas e resistências. Núcleo de Altos Estudos Amazônicos/UFPA, 2017

CHARTIER. Roger. O mundo como representação. In: ____. À beira da falésia: a história entre incertezas e inquietude. Trad. Patrícia Chittoni Ramos. Porto Alegre: Ed. Universidade/UFRGS, 2002, p. 61-80.

DOMINGUES, Mariana Soares; BERMANN, Célio. O arco de desflorestamento na Amazônia: da pecuária à soja. Ambiente. soc., São Paulo, v. 15, n. 2, pág. 1-22, agosto de 2012. Disponível em <https://doi.org/10.1590/S1414-753X2012000200002 >. Acesso em 17 de abril de 2021.

FURTADO, Celso: O mito do desenvolvimento econômico. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1974.

GALETTI, Lylia S. G. Sertão, Fronteira, Brasil. Imagens de Mato Grosso no mapa da civilização. Cuiabá: EdUFMT, Entrelinhas, 2012.

HATAMOTO, Jaqueline. Lei é Suspensa e Região do Vale Verde volta a pertencer à Poxoréu. Clique F5, 2018. Disponível em: < https://www.cliquef5.com.br/primavera-do-leste/destaques/lei-e-suspensa-e-regiao-do-vale-verde-volta-a-pertencer-a-Poxoréu/149782 >. Acesso em: 07 de jun. de 2021.

MORENO, Gislaene. Terra e poder em Mato Grosso: política e mecanismos de Burla: 1892-1992. Cuiabá, MT: Entrelinhas: EdUFMT, 2007.

OLIVEIRA, Ariovaldo Umbelino. A Fronteira Amazônica Mato-Grossense: Grilagem, Corrupção e Violência. São Paulo: Iandé Editorial, 2016. 530 p. ISBN 978-85-922539-2-9. Disponível em: https://agraria.fflch.usp.br/. Acesso em: 15 abr. 2021.

SANTOS, Milton: Por uma outra globalização: do pensamento único à consciência universal. 9. ed. Rio de Janeiro: Record, 2002.

SILVA, Silvana Cristina da. A criação de municípios no front e a formação da elite do agronegócio: faces do uso do território brasileiro. In Geosul, Florianópolis, v. 24, n. 48, p. 85-101, Jul-Dez 2009. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/geosul/article/viewFile/13350/12283. Acesso em: 14 abr. 2021.

SMITH, N. Gentrificação, a fronteira e a reestruturação do espaço urbano. In GEOUSP Espaço e Tempo (Online), [S. l.], v. 11, n. 1, p. 15-31, 2007. DOI: 10.11606/issn.2179-0892.geousp.2007.74046. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/geousp/article/view/74046. Acesso em: 5 jun. 2021.

VOLOCHKO, Danilo: DA EXTENSÃO DO CAMPO À CENTRALIZAÇÃO DO URBANO: ELEMENTOS PARA O DEBATE DA PRODUÇÃO DO ESPAÇO EM MATO GROSSO. In: Revista Mato-Grossense de Geografia - Cuiabá - n. 16 - p. 18 - 38 - jan/jun 2013. Acesso em: 03 junho 2021

Downloads

Publicado

2022-02-16

Como Citar

A FORMAÇÃO DAS CIDADES DA SOJA NA AMAZÔNIA MATO-GROSSENSE: ENTRE O IMAGINÁRIO DESENVOLVIMENTISTA, A DESIGUALDADE E OS IMPACTOS AMBIENTAIS. (2022). Revista De Comunicação Científica, 10(1), 130-149. https://periodicos.unemat.br/index.php/rcc/article/view/6091

Artigos Semelhantes

1-10 de 174

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.