PRÁTICAS COMEMORATIVAS E USOS POLÍTICOS DOS FESTEJOS DO DIA DO PROFESSOR NO DISTRITO FEDERAL (1960-1971)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.30681/recs.v13i2.11233

Palavras-chave:

História da Educação, Festas Escolares, Dia do Professor, Distrito Federal

Resumo

O artigo tem por objetivo identificar as práticas comemorativas e os usos políticos que caracterizaram os festejos do Dia do Professor no atual Distrito Federal, entre os anos de 1960 a 1971. Perseguindo o fio do nome (GINZBURG, 1989) em versões digitalizadas do jornal Correio Braziliense, utilizou-se o descritor “Dia do Professor” e “Dia dos Professores”, a fim de recuperar notas, matérias e notícias sobre essa comemoração no Distrito Federal. Com base nas informações levantadas, seguindo o método da pesquisa histórica baseado no questionamento da empiria (BLOCH, 2011), emergiram dois tipos de notícias: aquelas que evidenciavam as práticas por meio das quais se queria comemorar a data em questão e que a configuravam como um elemento das culturas escolares (JULIA, 2001) e outras que, indiretamente, evocavam os usos políticos dessas festividades por parte do Estado e dos agentes a ele ligados, no contexto da Ditadura Civil-Militar então instaurada no Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Aline Ribeiro de Oliveira, Universidade de Brasília - UNB

Mestranda no Programa de Pós-Graduação em Educação, Modalidade Profissional, da Faculdade de Educação da Universidade de Brasília.

Juarez José Tuchinski dos Anjos, Universidade de Brasília - UNB

Doutor em Educação na linha de História e Historiografia da Educação pela Universidade Federal do Paraná. Professor de História da Educação e História da Educação Brasileira no Departamento de Teoria e Fundamentos e no Programa de Pós-Graduação em Educação, Modalide Profissional, da Faculdade de Educação da Universidade de Brasília.

Referências

ALUNOS DO DF COMEMORAM COM FESTA O “DIA DO MESTRE”. CB. Brasília, 16 out. 1965, p. 2.

ANJOS, J. J. T. Ari Cunha e as críticas ao sistema de ensino de Brasília na coluna “Visto, Lido e Ouvido” (Correio Braziliense, 1960-1965). Hist. da Educ. Porto Alegre, v. 26, p. 1-25, 2022b.

ANJOS, J. J. T. O jornal Correio Braziliense como fonte para a história das culturas escolares em Brasília. In: MANTOVANI, E. N. B.; ZIMMERMANN, T. R. (orgs.). Fontes históricas em perspectivas situadas: limiares de pesquisa e ensinabilidades em educação. São Carlos: Pedro & João Editores, 2022a, p. 37-54.

BLOCH, M. A Apologia da História ou o Ofício do Historiador. Rio de Janeiro: Zahar, 2011.

BRASIL. Decreto n. 52.682 de 14/10/1963. Declara feriado escolar o Dia do Professor. Brasília, 1963.

CÂNDIDO, R. M. O que a escola festeja? Uma retomada histórica sobre os tipos e sentidos das festas escolares. In: CATANI, D. B.; GATTI JR., D. (orgs.) O que a escola faz? Elementos para a compreensão da vida escolar. Uberlândia: EDUFU, 2015, p. 229-250.

CHARTIER, A.-M. Fazeres ordinários da classe: uma aposta para a pesquisa e para a formação. Educ. e Pesq. São Paulo, v. 26, n. 2, p. 157-168, jul.- dez. 2000.

CHARTIER, R. Disciplina e invenção: a festa. In: Leituras e leitores na França do Antigo Regime. São Paulo: Editora da Unesp, 2004, p. 21-44.

CS HOMENGEIA OS PROFESSORES. CB. Brasília, 19 out. 1971, p. 15.

DARNTON, R. Introdução. In: DARNTON, R; ROCHE, D. (orgs.) Revolução impressa: a imprensa na França 1775-1800. São Paulo: Edusp, 1996, p. 15-20.

DIA 15 É FERIADO ESCOLAR. CB. Brasília, 11 out. 1963, p. 1.

DIA DO MESTRE É COMEMORADO NA ESCOLA INTERPLANETÁRIA. CB. Brasília, 14 out. 1966, p. 8.

DIA DO PROFESSOR JÁ TEM PROGRAMA. CB. Brasília, 11 set. 1970, p. 13.

DIA DO PROFESSOR. CB. Brasília, 15 out. 1968, p. 6.

DIA DO PROFESSOR. CB. Brasília, 16 out. 1971, p. 5.

ENSINO E CULTURA. CB. Brasília, 15 out. 1971, p. 15.

ESTUDANTE JANTARÁ COM MISS BRASÍLIA. CB. Brasília, 15 out. 1971, p. 15.

ESTUDANTES DE BRASÍLIA FESTEJARAM DIA DO PROFESSOR NO FIM DE SEMANA. CB. Brasília, 20 out. 1964, p. 8.

ESTUDANTES DE BRASÍLIA PRESTARÃO HOMENAGENS ESPONTÂNEAS EM RECONHECIMENTO AOS MESTRES. CB. Brasília, 15 out. 1964, p. 8.

FERIADO ESCOLAR HOJE EM BRASÍLIA. CB. Brasília, 15 out. 1963, p. 1.

FESTA DA COMUNIDADE NO GINÁSIO DO LAGO. CB. Brasília, 15 out. 1971, p. 15.

GIL, N. L. A importância das estatísticas como instrumento de construção da modernidade educativa no Brasil – décadas de 1930 e 1940. RBEP, v. 86, n. 213/214, 2005.

GIL, N. L. Campo educacional e campo estatístico: diferentes apropriações dos números do ensino. Educ. & Real., v. 37, p. 511-526, 2012.

GINZBURG, C. O nome e o como: troca desigual e mercado historiográfico. In: A micro-história e outros ensaios. Lisboa: Difel, 1989, p. 169-178.

HOMENAGENS AO DIA DO PROFESSOR. CB. Brasília, 16 out. 1971, p. 3.

JULIA, D. A cultura escolar como objeto histórico. RBHE. Campinas, n. 1, v. 1, p. 9-43, 2001.

LE GOFF, J. História e memória. Campinas: Editora da Unicamp, 2003.

LEVY PEDE MELHORES CONDIÇÕES PARA PROFESSORES. CB. Brasília, 18 out. 1967, p. 3.

LUZ HOMENAGEIA PROFESSORES COM TELEGRAMAS. CB. Brasília, 17 out. 1968, p. 2.

MINISTÉRIOS. CB. Brasília, 19 out. 1961, p. 5.

O DIA DO PROFESSOR. CB. Brasília, 15 out. 1970, p. 28.

O PROFESSOR. CB. Brasília, 15 out. 1971, p. 5.

OLIVEIRA, F. C. S. Educação estética e modernidade: aula de música nas escolas mineiras durante as primeiras décadas do século XX. In: LOPES, A. A. B. M. História da educação em Minas Gerais. Belo Horizonte: FHC/FUMEC, 2002. p. 161-172.

PAULILO, A.; GIL, N. Rendimento do ensino no Brasil: os problemas que os números configuram e os usos das estatísticas de educação (1910-1938). Currículo sem Fronteiras, São Paulo. v. 17, n. 1, p. 35-59, 2017.

PEREIRA, E. W. Formação do professor primário para a escola moderna: a experiência inovadora de Brasília. CBHE, 5. Anais... Aracaju: UFS, 2008.

PROFESSOR DE BRASÍLIA AINDA MORA EM BARRACO. CB. Brasília, 18 out. 1967, p. 1.

RECITAL “DIA DO PROFESSOR”. CB. Brasília, 11 out. 1961, p. 8.

SENADO SAÚDA O DIA DO PROFESSOR. CB. Brasília, 16 out. 1971, p. 5.

SOCIAIS DE BRASÍLIA. CB. Brasília, 19 out. 1969, p. 31.

SOCIAIS DE BRASÍLIA. CB. Brasília, 22 out. 1968, p. 15.

TAGUATINGA EM REVISTA. CB. Brasília, 17 out. 1964, p. 5.

VICENTINI, P. P. Celebração e visibilidade: o Dia do Professor e as diferentes imagens da profissão docente no Brasil (1933-1963). RBHE. Campinas, v. 4, n. 8, p. 9-41, jul.- dez. 2004.

VYGOTSKY, L. S. A formação social da mente. São Paulo: Martins Fontes, 1989.

YGAIARA-SOUZA, S. Para abrilhantar a festa: música nas comemorações escolares na época do canto orfeônico no Brasil (décadas de 1930 e 1940). In: COLUBHE, 9. Atas... Lisboa: IEUL, 2012, p. 3313-3324.

Downloads

Publicado

20/12/2023

Como Citar

Ribeiro de Oliveira, A., & Tuchinski dos Anjos, J. J. (2023). PRÁTICAS COMEMORATIVAS E USOS POLÍTICOS DOS FESTEJOS DO DIA DO PROFESSOR NO DISTRITO FEDERAL (1960-1971). Revista Educação, Cultura E Sociedade, 13(2), 113–124. https://doi.org/10.30681/recs.v13i2.11233