Subsídio público à oferta da educação especial por provedor no Estado do Mato Grosso: uma introdução ao tema

Autores

DOI:

https://doi.org/10.30681/21787476.2023.E392307

Palavras-chave:

Educação especial. Subsídio. Convênio.

Resumo

Como, e em quais circunstâncias a educação, básica em sua modalidade especial, vem sendo subsidiada pelo poder público às instituições de natureza jurídica privada? O texto aponta possíveis respostas a essa questão, a partir de uma pesquisa realizada com base nos relatórios do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, que disponibiliza informações referentes à quantidade de instituições conveniadas e números de alunos considerados na distribuição dos recursos do Fundeb. Para ampliar o entendimento sobre o tema, o texto traz informações sobre as normativas e leis que regulamentam a educação especial no Brasil. Mostra como ocorre a oferta da educação especial por municípios mato-grossenses e o subsídio às instituições de educação especial. Assim, este estudo tem por objetivo levantar e mapear as instituições escolares que são credenciadas pelo governo federal por meio do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação durante o período de 2015 a 2021, localizadas nas regiões geográficas intermediárias de Cuiabá e Cáceres, pertencentes ao Estado de Mato Grosso; bem como apontar a natureza jurídica dessas instituições. Teve como instrumentos os dados disponíveis nos sites do FNDE e, também, do IBGE, que fornecem relatórios anuais acerca das instituições conveniadas e, também, os dados referentes às questões habitacionais e econômicas dos municípios. As análises apontam que apenas a cidade de Cuiabá apresentou dados que comprovam o subsídio em mais de uma instituição. Indicam também que a maior concentração de convênios é nos municípios com faixa populacional entre 10.001 e 50.000 habitantes, sendo dentro desta faixa que se encontram os cinco maiores PIB per capita do Estado de Mato Grosso

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Renata Caroline dos Santos Lopes, Universidade do Estado de Mato Grosso

Renata Caroline Lopes

Universidade do Estado de Mato Grosso

https://orcid.org/0000-0002-1879-1256

Josete Maria Gangussú Ribeiro , Unemat

Doutora em Educação, atua em Ensino, Pesquisa e Extensão na área de políticas educacionais. Atualmente é professora titular da Universidade do Estado de Mato Grosso. Campus de Tangará da Serra - MT.

Referências

ARELARO, Lisete Regina G.; GIL, Juca. Política de fundos na educação: duas posições. In: FUNDEB: Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação: avanços na universalização da educação básica [S.l: s.n.], 2006.

BRASIL. Ministério da Educação. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Sinopses Estatísticas. Brasília: MEC; INEP, 17.11.2020, atual. 28.03.2022.

BRASIL. Ministério da Educação. Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Instituições Conveniadas. Brasília: MEC; FNDE, 2015-2021. Disponível em: <https://www.fnde.gov.br/index.php/centrais-de-conteudos/publicacoes/category/67-instituicoes-conveniadas>. Acessado em: novembro e dezembro de 2021.

BRASIL. Ministério da Educação. Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Consultas. Brasília: MEC; FNDE, 2015-2020. Disponível em: <https://www.fnde.gov.br/index.php/financiamento/fundeb/area-para-gestores/consultas>. Acessado: novembro e dezembro de 2021.

BRASIL. Ministério da Educação. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Resumo Técnico do estado do Mato Grosso - Censo da Educação Básica 2016-2020. Brasília: MEC; INEP. 2020. Disponível em: <http://portal.inep.gov.br/documents/186968/484154/Resumo+T%C3%A9cnico+do+Estado+do+Mato+Grosso+-Censo+da+Educa%C3%A7%C3%A3o+B%C3%A1sica+2019/2c0f07f3-fe37-47b9-adbd-6754236ccd21?version=1.1>. Acessado em: maio de 2021.

BRASIL. Presidência da República. Casa Civil. Subchefia para Assuntos Jurídicos. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Brasília: Assembléia Nacional Constituinte. 05.10.1988.

BRASIL. Presidência da República. Casa Civil. Subchefia para Assuntos Jurídicos. Decreto no 10.502, de 30 de setembro de 2020. Institui a Política Nacional de Educação Especial: Equitativa, Inclusiva e com Aprendizado ao Longo da Vida. Brasília: DOU, 01.10.2020.

BRASIL. Presidência da República. Casa Civil. Subchefia para Assuntos Jurídicos. Decreto no 10.656, de 22 de março de 2021. Regulamenta a Lei nº 14.113, de 25 de dezembro de 2020, que dispõe sobre o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação. Brasília: DOU, 23.3.2021.

BRASIL. Presidência da República. Casa Civil. Subchefia para Assuntos Jurídicos. Emenda Constitucional nº 14, de12 de setembro de 1996. Modifica os arts. 34, 208, 211 e 212 da Constituição Federal e dá nova redação ao art. 60 do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias. Brasília: DOU, 13.09.1996.

BRASIL. Presidência da República. Casa Civil. Subchefia para Assuntos Jurídicos. Emenda Constitucional nº 108, de 26 de agosto de 2020. Altera a Constituição Federal para estabelecer critérios de distribuição da cota municipal do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS), para disciplinar a disponibilização de dados contábeis pelos entes federados, para tratar do planejamento na ordem social e para dispor sobre o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb); altera o Ato das Disposições Constitucionais Transitórias; e dá outras providências. Brasília: DOU, 27.08.2020.

BRASIL. Presidência da República. Casa Civil. Subchefia para Assuntos Jurídicos. Emenda Constitucional nº 53, de 19 de dezembro de 2006. Dá nova redação aos arts. 7º, 23, 30, 206, 208, 211 e 212 da Constituição Federal e ao art. 60 do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias. Brasília: DOU, 20.12.2006. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Constituicao/Emendas/Emc/emc53.htm>. Acessado em: 15 de novembro de 2011.

BRASIL. Presidência da República. Casa Civil. Subchefia para Assuntos Jurídicos. Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília: DOU, 23.12.1996.

BRASIL. Presidência da República. Casa Civil. Subchefia para Assuntos Jurídicos. Lei no 11.494, de 20 de junho de 2007. Regulamenta o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação - FUNDEB, de que trata o art. 60 do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias; altera a Lei n o 10.195, de 14 de fevereiro de 2001; revoga dispositivos das Leis nos 9.424, de 24 de dezembro de 1996, 10.880, de 9 de junho de 2004, e 10.845, de 5 de março de 2004; e dá outras providências. Brasília: DOU, 21.06.2007, ret. 22.06.2007.

BRASIL. Presidência da República. Casa Civil. Subchefia para Assuntos Jurídicos. Lei no 14.113, de 25 de dezembro de 2020. Regulamenta o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), de que trata o art. 212-A da Constituição Federal; revoga dispositivos da Lei nº 11.494, de 20 de junho de 2007; e dá outras providências. Brasília: DOU, 25.12.2020.

BUENO, C. C. O.; KASSAR, M. C. M. Público e privado: a educação especial na dança das responsabilidades. In: ADRIÃO, T.; PERONI, V. M. V. (Org.). O público e o privado na educação: interfaces entre Estado e sociedade. São Paulo: Xamã, 2005. p. 116-135

FRANÇA, Marileide Gonçalves. O financiamento da educação especial no âmbito dos fundos da educação básica: Fundef e Fundeb. Educar em Revista [online], n. 58, p. 271-286, 2015. Disponível em: <https://doi.org/10.1590/0104-4060.42415>. Acessado em: 25 de outubro de 2021. DOI: https://doi.org/10.1590/0104-4060.42415

FRANÇA, Marileide Gonçalves; PRIETO, Rosângela Gavioli. Gestão dos recursos voltados à educação especial em município brasileiro (2008-2014). Educação em Revista [online], v. 33, 2017. Disponível em: <https://www.scielo.br/j/edur/a/KFjj/Fs4xFyjsDCg3F7scYbT/>. Acessado em: 25 de outubro de 2021. DOI: https://doi.org/10.1590/0102-4698168804

GARCIA, Rosalba Maria Cardoso; MICHELS, Maria Helena. A política de educação

especial no Brasil (1991-2011): uma análise da produção do GT15 – educação especial na Anped. Revista Brasileira de Educação Especial, Marília, v. 17, p. 105-124, maio/ago. 2011. DOI: https://doi.org/10.1590/S1413-65382011000400009

GIL, Juca et al. Gestão das políticas de atendimento aos alunos com necessidades educacionais especiais em municípios paulistas. Jornal de Políticas Educacionais, [S.l.], v. 4, n. 7, jun. 2010. ISSN 1981-1969. doi:http://dx.doi.org/10.5380/jpe.v4i7.21859.Disponível em: <https://revistas.ufpr.br/jpe/article/view/21859>. Acesso em: 28 out. 2021. DOI: https://doi.org/10.5380/jpe.v4i7.21859

IBGE. INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Divisão Regional do Brasil em Regiões Geográficas Imediatas e Regiões Geográficas Intermediárias. Estado de Mato Grosso. Rio de Janeiro: IBGE, 2017. Disponível em: https://www.ibge.gov.br/apps/regioes_geograficas/. Acessado em novembro de 2021.

KASSAR, Mônica Carvalho Magalhães. Educação especial no Brasil: desigualdades e desafios no reconhecimento da diversidade. Educação & Sociedade [online], v. 33, n. 120, p. 833-849, 2012. Disponível em: <https://www.scielo.br/j/es/a/9GqQTbYV8QjfVWpqjdyFHDP/> Acessado em: 25 de outubro de 2021. DOI: https://doi.org/10.1590/S0101-73302012000300010

KASSAR, Mônica de Carvalho Magalhães; REBELO, Andressa Santos; OLIVEIRA, Regina Tereza Cestari de. Embates e disputas na política nacional de Educação Especial brasileira. Educação e Pesquisa [online], v. 45, 2019. Disponível em: <https://www.scielo.br/j/ep/a/SVmZZLzBnrZFnyqXR9TSpYc/?format=pdf>. Acessado em: 25 de outubro de 2021. DOI: https://doi.org/10.1590/s1678-4634201945217170

LAPLANE, A. L. F; CAIADO, K, R. M; KASSAR, M. C. M. As Relações Público-Privado na Educação Especial: Tendencias atuais no Brasil. Observatórios da Educação Especial e Inclusão. Revista Teias [online], v. 14, 2016. Disponível em: <https://pdfs.semanticscholar.org/dbf2/6f0e4aa3abd86b3c1308fe1610e724599468.pdf>. Acessado em: dezembro de 2021.

MATO GROSSO. Geografia de Mato Grosso. Disponível em: <http://www.mt.gov.br/geografia>. Acessado em: janeiro de 2022.

MATO GROSSO. Governo do Estado. Assembleia Legislativa. Lei Complementar nº 049, de 1º de outubro de 1988. Dispõe sobre a instituição do Sistema Estadual de Ensino de Mato Grosso e dá outras providências. Cuiabá: DOE, 01.10.1998. Disponível em: <https://app1.sefaz.mt.gov.br/sistema/legislacao/LeiComplEstadual.nsf/9733a1d3f5bb1ab384256710004d4754/5fc1d9aa762b88eb042567c1006acee8?OpenDocument>. Acessado em: janeiro de 2022.

MATO GROSSO. Governo do Estado. Assembleia Legislativa. Lei nº 11.422, de 14 de junho de 2021. Aprova o Plano Estadual de Educação - PEE. Cuiabá: DOE, 14.06.2021. Disponível em: <http://www3.seduc.mt.gov.br/documents/8125245/0/Lei+n%C2%BA+11.422+de+14+de+junho+de+2021/21a908d5-0d14-7432-7933-77a51bb98de2>. Acessado em: janeiro de 2022.

MATO GROSSO. Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão – SEPLAG. Contas Regionais: Produto Interno Bruto de Mato Grosso em 2019. PIB quadrimestral do Estado de Mato Grosso. 4º trimestre. Cuiabá: Novembro 2021. Disponível em: <http://www.seplag.mt.gov.br/images/files/responsive/Planejamento/INFORMACOES_SOCIOECONOMICAS/PIB/contas_regionais_2019_C.pdf>. Acessado em dezembro de 2021.

PINTO, José Marcelino de Rezende. A política recente de fundos para o financiamento da educação e seus efeitos no pacto federativo. Revista Educação & Sociedade, v.28, n.100, Campinas, 2007. Disponível em: ˂https://preprints.scielo.org/index.php/scielo/preprint/download/1901/3076/3194˃. Acessado em 29 de outubro de 2021

PINTO, José Marcelino de Rezende. Os recursos para a educação no Brasil no contexto das finanças públicas. Brasília: Ed. Plano, 2000.

PINTO, José Marcelino de Rezende. Uma análise da destinação dos recursos públicos, direta ou indiretamente, ao setor privado de ensino no brasil. Educação & Sociedade [online], v. 37, n. 134, p. 133-152, 2016. Disponível em: <https://doi.org/10.1590/ES0101-73302016157682>. ISSN 1678-4626. Acessado em: 25 de outubro de 2021. DOI: https://doi.org/10.1590/ES0101-73302016157682

SENA, P. M. Os rumos do Fundeb. Educação. Soc., Campinas, v. 28, n. 100, p. 877-897, out. 2007. DOI: https://doi.org/10.1590/S0101-73302007000300012

SENA, P. M. Os rumos do FUNDEB. Pesquisa e Debate em Educação, v. 9, n. 2, p. 788–815, 2019. <https://doi.org/10.34019/2237-9444.2019.v9.30843>. DOI: https://doi.org/10.34019/2237-9444.2019.v9.30843

VIEGAS, L.T; BASSI, M.E. A educação especial no âmbito da política de fundos no financiamento da educação. Reflexão e Ação. v.17;2009.

Downloads

Publicado

2023-09-13

Como Citar

DOS SANTOS LOPES, Renata Caroline; GANGUSSÚ RIBEIRO , Josete Maria. Subsídio público à oferta da educação especial por provedor no Estado do Mato Grosso: uma introdução ao tema. Revista da Faculdade de Educação, [S. l.], v. 39, n. 1, p. e392307, 2023. DOI: 10.30681/21787476.2023.E392307. Disponível em: https://periodicos.unemat.br/index.php/ppgedu/article/view/11168. Acesso em: 21 fev. 2024.