O USO DAS MÍDIAS SOCIAIS DIGITAIS E OS IMPACTOS NO DESEMPENHO ACADÊMICO DOS ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS:

UMA REVISÃO INTEGRATIVA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.30681/recs.v13i2.10808

Palavras-chave:

Mídias sociais, desempenho acadêmico, aprendizagem, Covid-19

Resumo

O estudo teve como objetivos descrever e analisar os impactos do uso das mídias sociais no desempenho acadêmico de universitários. Trata-se de uma revisão integrativa de literatura que incluiu artigos originais empíricos para a análise. Foram utilizadas as bases de dados Scientific Electronic Library Online (SciELO), Biblioteca Virtual de Saúde (BVS) e Portal de periódicos da CAPES. O levantamento foi realizado a partir do uso dos seguintes descritores e operadores booleanos: mídias sociais OR social media AND desempenho acadêmico OR academic performance AND universidade OR universities AND estudantes OR students. A partir dos critérios estabelecidos, dez artigos foram selecionados para a análise. Os estudos indicaram aspectos positivos e negativos relacionados ao uso das mídias sociais. Especialmente a partir da pandemia de COVID-19, observam-se ganhos associados com o uso de mídias sociais, tais como a socialização e a aprendizagem colaborativa em novos contextos de ensino- aprendizagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernanda Mota, Universidade Federal do Tocantins - UFT

Terapeuta ocupacional pela Universidade de Brasília (UnB), Especialista em Saúde Mental pela residência multiprofissional da Fundação Escola de Saúde Pública de Palmas/TO. Mestranda pelo Programa de Pós-Graduação de Ensino em Ciências e Saúde – PPGECS da Universidade Federal do Tocantins (UFT), Campus de Palmas/ TO.  

Ladislau Ribeiro do Nascimento, Universidade Federal do Tocantins - UFT

Professor no Curso de Psicologia e no Programa de Pós-Graduação em Ensino em Ciências e Saúde da Universidade Federal do Tocantins. Doutor em Psicologia Social e do Trabalho pela Universidade de São Paulo USP. Mestre em Psicologia Social pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo PUC/SP. Graduado em Psicologia pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Atuou como Visiting Researcher na Lancaster University (Reino Unido). 

Referências

ABREU, Cristiano Nabuco de et al. Dependência de Internet e de jogos eletrônicos: uma revisão. Revista Brasileira de Psiquiatria , v. 30, p. 156-167, 2008.. Disponível em: <https://www.scielo.br/j/rbp/a/T8y3pYpXy7wWj9v6DRdRxfR/?format=pdf&lang=pt> Acesso em: jun. de 2022.

ABU-SNIENEH, Hana Mohammad et al. Relationship between sleep quality, using social media platforms, and academic performance among university students. Perspectives in Psychiatric Care, v. 56, n. 2, p. 415-423, 2019. Disponível em: <https://www.wileyonlinelibrary.com/journal/ppc> Acesso em maio de 2022.

ALAHMAR, Ahmed Tawfeeq. The impact of social media on the academic performance of second year medical students at College of Medicine, University of Babylon, Iraq. Journal of Medical & Allied Sciences , v. 6, n. 2, pág. 77, 2016.

ALALWAN, Nasser et al. Integrated three theories to develop a model of factors affecting students’ academic performance in higher education. Ieee Access, v. 7, p. 98725-98742, 2019. Disponível em:

<https://ieeexplore.ieee.org/iel7/6287639/8600701/08759860.pdf> Acessado em jun.2022

AMARO, Hugo Dias et al. Influência da procrastinação acadêmica na autoavaliação de desempenho de acordo com o nível de autoeficácia do discente. Revista Universo Contábil, v. 12, n. 4, p. 48-67, 2016. Disponível em:<https://www.redalyc.org/pdf/1170/117049458004.pdf> Acesso em fev.2022.

AOTA AMERICAN OCCUPATIONAL THERAPY ASSOCIATION et al. Estrutura da prática da Terapia Ocupacional: domínio & processo-traduzida. Revista de Terapia Ocupacional da Universidade de São Paulo, v. 26, p. 1-49, 2015. Disponível em: <https://www.revistas.usp.br/rto/article/view/97496> Acesso em jan. 2022.

ASGHAR, M, Z., et al. Breaching Learners’ Social Distancing through Social Media during the COVID-19 Pandemic. Int. J. Environ. Res. Public Health 2021, 18, 11012. Disponível em: < https://doi.org/10.3390/ijerph182111012> Acesso em junho de 2022.

AZEVEDO, R. S. Sobrecarga do cuidador informal da pessoa idosa frágil: uma revisão sistemática. [Dissertação]. Belo Horizonte: Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG; 2010. Disponível em: <https://repositorio.ufmg.br/bitstream/1843/GCPA8D9LAL/1/raquelsouzaazevedo.pdf> Acesso em fev. de 2022.

BOAHENE, Kingsley Osei; FANG, Jiaming; SAMPONG, Frank. Social Media Usage and Tertiary Students’ Academic Performance: Examining the Influences of Academic Self-Efficacy and Innovation Characteristics. Sustentabilidade , v. 11, n. 8, pág. 2431, 2019.. Disponível em: Acesso em mar. 2022.

BRAILOVSKAIA, Julia; MARGRAF, Jürgen. Facebook Addiction Disorder (FAD) among German students—A longitudinal approach. PloS um. v. 12, n. 12, pág. e0189719, 2017. Disponível em: <https://journals.plos.org/plosone/article/file?id=10.1371/journal.pone.0189719&type=printable> Acesso em jan. 2022.

CNNIC, C. O 45º Relatório Estatístico sobre o Desenvolvimento de Redes de Internet da China; Centro de Informações da Internet da China: Pequim,China, 2020.

DE SOUSA, Leonardo Lucas et al. Dependência de internet e o desempenho ocupacional dos estudantes. Rev. Interinst. Bras. Ter. Ocup. Rio de Janeiro. 2018. Disponível em: <https://www.researchgate.net/profile/Elson-Costa-2/publication/343806172> Acesso em dez. 2021.

DESMAL, Abdulla Jaafar. The impact of using social media and internet on academic

performance case study Bahrain Universities. EAI Endorsed Transactions on Scalable Information Systems, v. 4, n. 13, 2017. Disponível em: <https://www.researchgate.net/profile/Abdulla-Desmal-2/publication/318025857> Acesso em jun. 2022.

FISCHER, S. Social Media Use Spikes during the Pandemic; AXIOS: Arlington, VA, EUA, 2020.

HAWI, Nazir S; SAMAHA, Maya. The Relations Among Social Media Addiction, Self-Esteem, and Life Satisfaction in University Students. Social Science Computer Review , v. 35, n. 5, pág. 576-586, 2017. Disponível em: <https://journals.sagepub.com/doi/abs/10.1177/0894439316660340?> Acesso em mai.2022.

INSPER. Mundo se aproxima da marca de 5 bilhões de usuários de internet em 2022. Disponível em: <https://www.insper.edu.br/noticias/>Acesso em 21 de jan. 2023.

JHA, Rajesh Kumar et al. Facebook use and its effects on the life of health science students in a private medical college of Nepal. BMC research notes, v. 9, n. 1, p. 1-8, 2016. Disponível em: <https://link.springer.com/article/10.1186/s13104-016-2186-0> Acesso em jun. 2022

LORENZO, Eder Wagner Cândido Maia. A utilização das Redes Sociais na Educação:

Importância, Recursos, Aplicabilidade e Dificuldades: Clube de Autores - Editora, 2011.

MEDEIROS, Kéllen Eduarda Bacchi; ANTONELLI, Ricardo Adriano; PORTULHAK, Henrique. Desempenho acadêmico, procrastinação e o uso de tecnologias de informação e comunicação: uma investigação com estudantes da área de negócios. Revista Gestão Organizacional, v. 12, n. 1, 2019. Disponível em: <https://bell.unochapeco.edu.br/revistas/index.php/rgo/article/view/4731/2744> Acessado em jul. 2022

MEHALL, S. Interação Interpessoal Proposital na Aprendizagem Online: O que é e como é medido? Aprenda on-line. 2020, 24, 182 – 204.

MICHAELIS, Dicionário. Michaelis: dicionário brasileiro da língua portuguesa. 2015.

MOTA, Daniela Cristina Belchior et al. Saúde mental e uso de internet por estudantes universitários: estratégias de enfrentamento no contexto da COVID-19. Ciencia & saúde coletiva, v. 26, p. 2159-2170, 2021. Disponível em: <https://www.scielosp.org/article/csc/2021.v26n6/2159-2170/pt/> Acesso em jul. 2020.

NGO, Joehanna K. et al. An Analysis On The Effects Of Social Media On Students’ Academic Performance: The Case Of Selected Students Of The Faculty Of Engineering Of The University Of Santo Tomas. In: Journal of Physics: Conference Series. IOP Publishing, 2020. p. 032051. Disponível em:

<https://iopscience.iop.org/article/10.1088/1742-6596/1529/3/032051/pdf> Acesso em jun. 2022.

RAMOS, Rafael. O que são redes sociais corporativas e quais são suas vantagens? Disponível em:https://imasters.com.br/midia-e-marketing-digital/o-que-sao-redes-sociais-corporativas-e-quais-sao-suas-vantagens. 2011. Acesso em: 05 de novembro de 2023.

SHEN, Jie. Social‐media use and academic performance among undergraduates in biology. Biochemistry and Molecular Biology Education, v. 47, n. 6, p. 615-619, 2019. Disponível em: <https://iubmb.onlinelibrary.wiley.com/doi/pdf/10.1002/bmb.21293> Acesso em jul.2022.

SOUZA, Marcela Tavares de; SILVA, Michelly Dias da; CARVALHO, Rachel de. Revisão integrativa: o que é e como fazer. Einstein (São Paulo), v. 8, p. 102-106, 2010. Disponível em: <https://www.scielo.br/j/eins/a/ZQTBkVJZqcWrTT34cXLjtBx/?lang=pt> Acesso: jun.2022

SPENCE, Allyson et al. Social media use while listening to new material negatively affects short-term memory in college students. Physiology & Behavior, v. 227, p. 113172, 2020. Disponível em:< https://doi.org/10.1016/j.physbeh.2020.113172> Acesso em jul.2022

TELLES, André. A revolução das mídias sociais. 2. ed. São Paulo: M.books, 2011.

YOUNG, Kimberly S; DE ABREU, Cristiano Nabuco. Dependência de internet: manual e guia de avaliação e tratamento. Artmed Editora, 2011.

Downloads

Publicado

20/12/2023

Como Citar

DE OLIVEIRA MOTA, F., & Ribeiro do Nascimento, L. (2023). O USO DAS MÍDIAS SOCIAIS DIGITAIS E OS IMPACTOS NO DESEMPENHO ACADÊMICO DOS ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS: : UMA REVISÃO INTEGRATIVA. Revista Educação, Cultura E Sociedade, 13(2), 10–22. https://doi.org/10.30681/recs.v13i2.10808