INTERNACIONALIZAR A PESQUISA É PRECISO; PROFICIÊNCIA EM LÍNGUAS ADICIONAIS NÃO É PRECISO? UM ESTUDO SOBRE A FORMAÇÃO LINGUÍSTICA EM PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO

Autores

  • Rafael Vetromille-Castro Universidade Federal de Pelotas - UFPel
  • Marilia Lima Santos Universidade Federal de Pelotas - UFPel
  • Ândria Pintado dos Santos Universidade Federal de Pelotas - UFPel

DOI:

https://doi.org/10.30681/rln.v16i45.7726

Palavras-chave:

internacionalização, leitura, escrita

Resumo

No Ensino Superior brasileiro, percebe-se crescente incentivo para ministrar disciplinas em outras línguas, e também para divulgação científica em periódicos internacionais. Neste cenário, este artigo tem como objetivo verificar ações direcionadas à formação linguística de pós-graduandos de determinada instituição nos regimentos e currículos de programas com conceitos 5, 6 e 7. Apresentamos os conceitos de internacionalização e internacionalização em casa, bem como o contexto institucional da universidade em questão; analisamos regimentos e currículos, listando e classificando ações voltadas à formação linguística. Constatamos que, apesar da exigência de proficiência em língua estrangeira, não há o devido preparo dos alunos para tal.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Rafael Vetromille-Castro, Universidade Federal de Pelotas - UFPel
    Professor do Programa de Pós-Graduação em Letras, Universidade Federal de Pelotas. Doutor em Informática na Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).
  • Marilia Lima Santos, Universidade Federal de Pelotas - UFPel
    Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Letras pela Universidade Federal de Pelotas. Licenciada em Letras e bacharela em Relações Internacionais pela UFPel.
  • Ândria Pintado dos Santos, Universidade Federal de Pelotas - UFPel
    Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Letras pela Universidade Federal de Pelotas.

Referências

ARCHANJO, R. Languages and Power in Language Policies in the Brazilian Context. In: FINARDI, K. R. English in Brazil: views, policies and programs. Londrina: Eduel, 2016, v.1, p. 37-56.

BEELEN, J. JONES, E. Redefining Internationalization at Home. In: The European Higher Education Area: Between Critical Reflection and Future Policies. p. 59-75 Springer, 2015. Disponível em: <https://www.researchgate.net/publication/286934903_The_European_Higher_Education_Area_Between_Critical_Reflections_and_Future_Policies> Acesso em: 2 ago. 2021.

BELONI, W. C., BUSSE, S. Línguas e culturas em contato: o talian e a preservação da identidade italiana em cascavel. Revista Travessias. v. 7, n. 2. 2013. Disponível em: <http://e-revista.unioeste.br/index.php/travessias/article/view/9337> Acesso em: 2 ago. 2021.

BONVINI, E. Línguas africanas e português falado no Brasil. In: FIORIN, José Luiz; PETTER, Margarida (Orgs.). África no Brasil: a Formação da língua portuguesa. São Paulo; Contexto, 2008. p. 15-62.

BRASIL, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Capes. Avaliação da Pós-Graduação. Brasília, DF: Capes, 2020. Disponível em: <https://www.gov.br/capes/pt-br/acesso-a-informacao/perguntas-frequentes/avaliacaoda-pos-graduacao>. Acesso em: 25 dez, 2020.

________, Capes. Portal de Periódicos, 2000. Disponível em: <https://www.periodicos.capes.gov.br/images/documents/cartilha%20portugues.pdf> Acesso em: 05 jan, 2021.

DE WIT, H.; HUNTER, F.; HOWARD, L.; EGRON-POLACK, E.. The internationalisation of higher education. Brussels: European Parliament, Committee on Culture and Education, 2015. European Parliament. Disponível em: <https://www.google.com/url?sa=t&rct=j&q=&esrc=s&source=web&cd=&ved=2ahUKEwjcyJyasbDxAhW2JrkGHTQnA2cQFjACegQIBBAD&url=https%3A%2F%2Fww

w.europarl.europa.eu%2FRegData%2Fetudes%2FSTUD%2F2015%2F540370%2FIPOL_STU(2015)540370_EN.pdf&usg=AOvVaw2kY0Idgyj-gSZblmzMlvhn> Acesso em: 2 ago. 2021

Downloads

Publicado

30/09/2023

Como Citar

INTERNACIONALIZAR A PESQUISA É PRECISO; PROFICIÊNCIA EM LÍNGUAS ADICIONAIS NÃO É PRECISO? UM ESTUDO SOBRE A FORMAÇÃO LINGUÍSTICA EM PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO. (2023). Revista De Letras Norte@mentos, 16(45). https://doi.org/10.30681/rln.v16i45.7726

Artigos Semelhantes

1-10 de 167

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.