AVALIAÇÃO ESCOLAR COMO ATITUDE FILOSÓFICA

Autores

  • Cláudio Luis de Alvarenga Barbosa

Palavras-chave:

técnicas de avaliação, competência técnica, compromisso político.

Resumo

Neste artigo, partimos do pressuposto de que a dimensão política só pode se manifestar em toda sua plenitude na prática docente, quando subsidiada pela dimensão técnica do processo ensino-aprendizagem. Enquanto ponto de referência dessa prática docente, a avaliação não foge a esse pressuposto. Para atuar numa perspectiva de transformação social, a avaliação deve aparecer como expressão da articulação entre as dimensões técnica, humana e política. Sendo assim, este trabalho tem por objetivo mostrar que a competência técnica do professor é condição essencial para que seu compromisso político possa se manifestar em sua prática avaliativa.

Referências

BARBOSA, Claudio L. de Alvarenga. Refletindo sobre a educação capitalista numa dimensão ética. Tecnologia Educacional, Rio de Janeiro, ano 30/31, n. 159/160, p. 131-144, out/dez 2002, jan/mar 2003.

CANDAU, Vera (org.). A didática e formação de educadores – da exaltação à negação: a busca da relevância. In: ______. Didática em questão. Petrópolis: Vozes, 1984. p. 12-22.

______. Rumo a uma nova didática. 8.ed. Petrópolis: Vozes, 1996.

CASTANHO , Maria Eugênia. Da discussão e do debate nasce a rebeldia. In: VEIGA, Ilma (org.). Técnicas de ensino: por que não? 2.ed. Campinas: Papirus, 1993. p. 89-101.

CHAUI, Marilena. Convite à filosofia. 13.ed. rev. São Paulo: Ática, 2003.

FERREIRA, Aurélio B. Novo Aurélio século XXI: o dicionário da língua portuguesa. 3.ed. rev. amp. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1999.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

GANDIN, Danilo. Escola e transformação social. 6.ed. Petrópolis: Vozes, 2000.

HAYDT, Regina C . Avaliação do processo ensino-aprendizagem. 3.ed. São Paulo: Ática, 1992.

LIB NEO , José C. Didática. São Paulo: Cortez, 1994.

LUCKESI, Cipriano. O papel da didática na formação do educador. In: C AN DAU, Vera (org.). Didática em questão. Petrópolis: Vozes, 1984. p. 23-30.

______. Filosofia da educação. São Paulo: Cortez, 1994.

______. Avaliação da aprendizagem escolar. 8.ed. São Paulo: Cortez, 1998.

MEDEIRO S, Ethel B. Provas objetivas, discursivas, orais e práticas: técnicas de construção. 8.ed. amp. Rio de Janeiro: FGV, 1986.

NÉRICI, Imídeo. Didática geral dinâmica. 9.ed. São Paulo: Atlas, 1984.

PILETTI, Claudino. Didática geral. 2.ed. São Paulo: Ática, 1984.

SAVIANI, Dermeval. Escola e democracia. 24.ed. São Paulo: Cortez, 1991.

TURRA, Clodia et al. Planejamento de ensino e avaliação. 11.ed. Porto Alegre: Sagra, 1988.

VEIGA, Ilma (org.). Repensando a didática. 6.ed. Campinas: Papirus, 1991.

______. Técnicas de ensino: por que não? 2.ed. Campinas: Papirus, 1993.

Downloads

Publicado

11/04/2019

Como Citar

Barbosa, C. L. de A. (2019). AVALIAÇÃO ESCOLAR COMO ATITUDE FILOSÓFICA. Revista Da Faculdade De Educação, 3(1), 23–42. Recuperado de https://periodicos.unemat.br/index.php/ppgedu/article/view/3472

Edição

Seção

ARTIGO

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)