A AVALIAÇÃO DE PROGRESSÃO NO SERVIÇO PÚBLICO: UMA ANÁLISE COMPARADA DOS SETORES ADMINISTRATIVOS MUNICIPAIS.

Autores

  • Adilson Vagner de Oliveira INSTITUTO FEDERAL DE MATO GROSSO

Resumo

O objetivo deste trabalho foi analisar quais critérios são levados em consideração nos modelos de avaliação de desempenho e progressão de servidores administrativos das gestões municipais, e se esses critérios são, de alguma forma, incentivos ao desenvolvimento do servidor no que diz respeito à produtividade. Para esta pesquisa, foram realizados estudos bibliográficos referentes ao tema e análises documentais comparadas entre avaliações de desempenho de 10 prefeituras do estado de Mato Grosso. Os resultados apontam que a) o critério produtividade aparece em todos os modelos de avaliação b) a avaliação de desempenho deve servir como um incentivo para a produtividade no setor público; c) os modelos de avaliação não apresentam incentivos para a formação continuada dos servidores administrativos; d) a discricionariedade dos itens e pontuações locais de avaliação produzem um efeito negativo sobre os modelos documentais.

 

Biografia do Autor

Adilson Vagner de Oliveira, INSTITUTO FEDERAL DE MATO GROSSO

Especialista em Metodologia do Ensino de Língua Portuguesa e Literatura

Especialista em Educação Profissional

Mestre em EStudos Literários

Doutor em Ciência Política

Referências

ALMEIDA, Nestor de. Plano de carreira, para que serve? São Paulo, 20 abr. 2010. Disponível em:

http://www.administradores.com.br/artigos/marketing/plano-de-carreira-paraque-serve/44272/ Acesso em 02 de setembro de 2020

ARANHA, Ana Luiza Melo; Indicadores da qualidade da gestão pública local:

mapeando falhas a partir de relatórios de auditoria. Brasília: Enap, 2019.

BRASIL 2010, Decreto nº 7.133, de 19 de março de 2010. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/Ccivil_03/_Ato2007-2010/2010/Decreto/D7133.htm> Acesso em 08 de outubro de 2020.

BRASIL 2016, Governo divulga boletins de análise dos gastos federais e das finanças públicas estaduais. 2016. Disponível em: https://www.gov.br/fazenda/pt-br/assuntos/noticias/2016/maio/200brelatorio-de-analise-dos-gastos-publicos-federais-revela-rigidez-orcamentaria-e-peso-da-previdencia Acesso em 02 de setembro de 2020.

BRASIL. Decreto nº 84.669, de 29 de abril de 1980. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto/1980-1989/D84669.htm> Acesso em 22 de agosto de 2020

BRASIL. Decreto no 5.707, de 23 de fevereiro de 2006. Institui a política e as diretrizes para o desenvolvimento de pessoal da administração pública federal direta, autárquica e fundacional. Diário Oficial da União/Poder Executivo, n. 218, 24 fev. 2006. Seção 1. p. 3. Acesso em 22 de agosto de 2020.

BRASIL. LEI 11.091, DE 12 DE JANEIRO DE 2005 - Plano de Carreira dos Cargos Técnico-Administrativos em Educação. Disponível em http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2005/lei/l11091.htm Acesso em 22 de agosto de 2020.

BRASIL. LEI COMPLEMENTAR Nº 096 DE 20 DE ABRIL DE 2018. Do Plano De Cargos, Carreiras Disponível em https://leismunicipais.com.br/a/sp/i/itapevi/lei-complementar/2018/9/96/lei-complementar-n-96-2018-dispoe-sobre-a-implantacao-do-plano-de-cargos-carreiras-e-vencimentos-dos-servidores-efetivos-do-quadro-geral-da-prefeitura-municipal-de-itapevi Acesso em 02 de setembro de 2020

BRASIL. LEI COMPLEMENTAR Nº 8.112 DE 11 DE DEZEMBRO DE 1990 -- Dispõe sobre o regime jurídico dos servidores públicos civis da União, das autarquias e das fundações públicas federais. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8112cons.htm Acesso em 15 de abril de 2020.

BOWEN, Glenn A., 2009, Document Analysis as a Qualitative Research Method. Qualitative Research Journal, vol. 9, n. 2, pp. 27-40. Disponível em https://www.researchgate.net/publication/240807798_Document_Analysis_as_a_Qualitative_Research_Method Acesso em 02 de setembro de 2020.

CHIAVENATO, Idalberto. Introdução à teoria geral da administração: uma visão abrangente da moderna administração das organizações. 7 eds. Rio de Janeiro: Elsevier, 2003.

CHIAVENATO, Idalberto. Gestão de pessoas: o novo papel dos recursos humanos nas organizações. 4 ed., Barueri, SP: Manole, 2014.

CHIAVENATO, Idalberto. Desempenho Humano nas Empresas: Como Desenhar Cargos e Avaliar o Desempenho – 4. Ed. – São Paulo: Atlas, 1998.

CRESWELL, John W. Projeto de pesquisa: métodos qualitativo, quantitativo e misto. Porto Alegre: Artmed, 2007.

GARRIDO, Álvaro. Cooperação e Solidariedade. Uma História da Economia Social. Lisboa: Tinta-da-China, 2016.

LABUSCHAGNE, A. Qualitative research: Airy fairy or fundamental? The Qualitative Report, 8(1), Article 7. Retrieved 5 January 2009. Disponível em:

https://www.researchgate.net/publication/240807798_Document_Analysis_as_a_Qualitative_Research_Method Acesso em 15 de abril de 2020.

LOTTA, Gabriela Spanghero. Avaliação de desempenho na Área Pública: Perspectivas e propostas frente a dois casos práticos. Disponível em > http://www.scielo.br/pdf/raeel/v1n2/v1n2a12 acesso em 24 de Março de 2020

REYNAUD, P. D.; TODESCAT, Marilda.; Avaliação de desempenho humano na esfera pública: estado da arte na literatura internacional e nacional. Revista de Gestão. São Paulo, v.24, n.1, p.85-96, Janeiro a março de 2017. Disponível em sciencedirect.com/science/article/pii/S1809227616306476 - acesso em 21 de Março de 2020.

SCHMITTER, Philippe. Still the century of corporatism? The Review of Politics, v, 36, p. 85-131, 1974. Disponível em https://www.jstor.org/stable/1406080, Acesso em 22 de Março de 2020.

VELOSO, João F. A... [et al.]. Gestão municipal no Brasil: um retrato das prefeituras. Brasília: Ipea, 2011. Disponível em:

https://www.ipea.gov.br/portal/images/stories/PDFs/livros/livros/livro_gestaomunicipal.pdf

WAINER, Jacques. O Paradoxo da Produtividade. 2002 disponível em http://www.n09.scalfoni.com.br/v1/download_6/IS/Paradoxo_da_Produtividade.pdf. Acesso em 04 de out. De 2019

WEBER, Max. Economia e sociedade. Vol.1. Brasília: Editora UnB, 2012.

YIN, R. K. Pesquisa qualitativa do início ao fim. Porto Alegre: Penso, 2016.

Publicado

30/03/2021

Como Citar

de Oliveira, A. V. (2021). A AVALIAÇÃO DE PROGRESSÃO NO SERVIÇO PÚBLICO: UMA ANÁLISE COMPARADA DOS SETORES ADMINISTRATIVOS MUNICIPAIS. Revista De Ciência Política, Direito E Politicas Públicas - POLITI(K)CON, 1(1), 38–53. Recuperado de https://periodicos.unemat.br/index.php/politikcon/article/view/4984