UM SOLITÁRIO SENHOR PRESO EM MEMÓRIAS AMOROSAS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.30681/rln.v16i42.10703

Palavras-chave:

Memórias de minhas putas tristes; Solidão; Protagonista.

Resumo

Este artigo tem como objetivo refletir sobre a construção das memórias amorosas de um solitário senhor na obra Memórias de minhas putas trises. A personagem principal está intrinsecamente presa em suas memórias e nos faz pensar sobre o comportamento humano e as vicissitudes da vida, independentemente da idade e das oportunidades que surgem ao longo do percurso natural humano. É válido dizer que utilizamos do método da análise crítica, partindo do texto literário e relacionando-o com aportes teóricos como Platão (2012); Barthes (1990); Ovídio (2006); Bauman (2004) e Giddens (1993).

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Jose Dantas da Silva Junior, UERN

    Doutor em Letras pelo PPGL/CAMEAM/UERN com projeto de pesquisa na linha Texto Literário, Crítica e Cultura. Mestre em Letras pelo mesmo programa. Especialista em Docência da Língua Espanhola pela Faculdade Entre Rios do Piauí - FAERPI. Especialista em Literatura e Ensino pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte - IFRN. Graduado em Letras Língua Espanhola e respectivas literaturas pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte- UFRN. Membro do Grupo de Estudos Críticos da Literatura - (GECLIT) e pesquisador no Grupo de Estudos Aplicados em Línguas Estrangeiras (EALE).

Referências

BARTHES, Roland. Fragmentos de um discurso amoroso. Tradução de Márcia Valéria Martinez de Aguiar. São Paulo: Martins Fonseca, 2003.

BARROS, José; Neto, Félix. Solidão em diferentes níveis etários. In: Estudos interdisciplinares sobre o envelhecimento. Portugal: Universidade do Porto, 2001.

BAUMAN, Zygmunt. Amor líquido. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2004.

GIDDENS, Anthony. A transformação da Intimidade: sexualidade, amor & erotismo nas sociedades modernas. Tradução de Magda Lopes. São Paulo: Editora da Universidade Estadual Paulista, 1993.

MÁRQUEZ, Gabriel García. Memórias de minhas putas tristes. 22. ed. Rio de Janeiro: Record, 2010.

MEZAN, Renato. O estranho caso de José Matias. In: Novaes, Adauto (org.). O desejo. São Paulo: Companhia das Letras, 1990.

OVÍDIO. A arte de amar. Tradução de Dúnia Marinho da Silva. Porto Alegre: L&PM, 2006.

PLATÃO. O banquete. Tradução, apresentação e notas Edson Bini. São Paulo: EDIPRO, 2012.

Downloads

Publicado

22/06/2023

Edição

Seção

Artigos Estudos Literários

Como Citar

UM SOLITÁRIO SENHOR PRESO EM MEMÓRIAS AMOROSAS. (2023). Revista De Letras Norte@mentos, 16(42). https://doi.org/10.30681/rln.v16i42.10703

Artigos Semelhantes

1-10 de 685

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.