CONTRIBUIÇÕES DA FORMAÇÃO CONTINUADA DO PROJETO SALA DE EDUCADOR PARA O CICLO DE ALFABETIZAÇÃO

Autores

  • Sonia Maria de Oliveira
  • Irton Milanesi

Palavras-chave:

formação continuada, práticas pedagógicas, alfabetização.

Resumo

O presente artigo tem por base estudos que tratam da formação docente e práticas pedagógicas. Dessa forma, o Projeto Sala de Educador, enquanto espaço de formação de professores, na rede estadual de Mato Grosso, apresenta-se como possibilidade de compreensão das diferentes concepções em que se assentam as práticas pedagógicas. O objetivo é apresentar as reflexões pedagógicas com autores que se debruçam nas perspectivas de análises críticas sobre os percursos da formação docente, o objeto e a identidade da pedagogia para potencializar o estudo, assim como os dados obtidos com as alfabetizadoras de uma escola estadual de Cáceres-MT. A técnica eleita – análise de conteúdo de Bardin (2011) – se justifica pelo fato de considerá-la como uma ancoragem consistente na manutenção do rigor metodológico e pela forma organizacional que, cotidianamente, favorece a produção de sentidos e significados nas diversidades das empirias produzidas.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Referências

ALVES. N. Formação de Professores: pensar e fazer. 5. ed., São Paulo-SP: Cortez, 1999.

ARROYO, Miguel G. Currículo, território em disputa. 5. ed., Petrópolis-RJ: Vozes, 2013.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

BOGDAN. R.; BIKLEN. S. Investigação qualitativa em educação: uma introdução à teoria e aos métodos. Porto: PT: Porto editora, 1994.

CANDAU, M.V. A Didática em questão. 23. ed., Petrópolis-RJ: Vozes, 2004.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1986.

FREITAS, L. C. de. Ciclos, seriação e avaliação: confronto de lógicas. 1. ed., São Paulo-SP: Moderna, 2003.

FRIGOTTO, G. “Trabalho- educação e tecnologia: treinamento polivalente ou formação politécnica?” Educação e Realidade. 14 (1):17-28. Jan./jun. 1989.

GIMENO SACRISTÁN, J. O currículo: uma reflexão sobre a prática. 3. ed., Porto Alegre: Artmed, 2000.

LIB NEO, J. C. Adeus professor, adeus professora? Novas exigências educacionais e profissão docente. 13. ed., São Paulo-SP: Cortez, 2011. (Coleção Questões da Nossa Época; v. 2).

GARCIA, Carlos M. OS PROFESSORES E SUA FORMAÇÃO. 2. ed., Portugal: Publicações Dom Quixote, Ltda., 1995. GHI

MILANESI, I. [et. al.] (Org.). O estágio interdisciplinar no processo de formação. – Cáceres-MT: Editora Unemat, 2008.

NÓVOA, A. O passado e o presente dos professores. In: NÓVOA, Antônio (Org.). Profissão Professor. Porto: Porto Editora, 1999.

PONCE, A. Educação e luta de classes. (Tradução de José Severo de Camargo Pereira), (do Instituto de Matemática e Estatística da USP). 23. ed., São Paulo: Cortez, 2010.

SAVIANI, D. Pedagogia histórico-crítica: primeiras aproximações. 7. ed., Campinas-SP: Autores Associados, 2000.

TRIVIÑOS, A. N. S. Introdução à pesquisa em Ciências Sociais: a pesquisa qualitativa em educação. 1. Ed.14. Reimp. São Paulo: Atlas, 2006.

Downloads

Publicado

2019-09-27

Edição

Seção

ARTIGO

Como Citar

CONTRIBUIÇÕES DA FORMAÇÃO CONTINUADA DO PROJETO SALA DE EDUCADOR PARA O CICLO DE ALFABETIZAÇÃO. Revista da Faculdade de Educação, [S. l.], v. 25, n. 1, p. 155–174, 2019. Disponível em: https://periodicos.unemat.br/index.php/ppgedu/article/view/3946.. Acesso em: 16 jun. 2024.

Artigos Semelhantes

1-10 de 196

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.